Pedrinho custou ao Benfica mais de 1,5 milhões de euros por cada 90 minutos

2

SL Benfica / Twitter

Pedrinho, extremo brasileiro do SL Benfica.

O Benfica pagou 18 milhões de euros por Pedrinho no último verão. O brasileiro fez pouco mais de mil minutos, custando, em média, mais de 1,5 milhões de euros por cada 90 minutos.

Pedrinho foi um dos desejos de Jorge Jesus quando o treinador regressou ao comando técnico do SL Benfica em agosto do ano passado. Depois da experiência no Flamengo, Jesus ficou impressionado com as qualidades do jovem e quis trazê-lo consigo para Europa.

As ‘águias’ pagaram 18 milhões de euros ao Corinthians pelo passe do brasileiro. Certo é que o extremo de 23 anos teve dificuldades em adaptar-se às rotinas de jogo da equipa e foi pouco utilizado. Esta época, fez apenas 1.019 minutos espalhados por 31 partidas.

Isto significa que, a cada 90 minutos de jogo, Pedrinho custou ao Benfica cerca de 1,59 milhões de euros. Este é um cálculo que faz ainda mais sentido se tivermos em consideração que o jovem pode estar de saída do Estádio da Luz e que este pode ter sido o único contributo que deu ao clube com o qual ainda tem mais quatro anos de contrato.

O antigo chief scout do SL Benfica, José Boto, agora ao serviço do Shakhtar Donetsk já entrou em negociações com os representantes ‘encarnados’ para chegar a um entendimento. No entanto, o jornal A BOLA, realça que, nesta altura, a distância entre o que o Shakhtar está disposto a pagar e o que o Benfica aceita para libertar o jogador é muito grande.

Em contrapartida, o jornal Record escreve que Pedrinho prepara-se para deixar o Benfica e rumar ao Shakhtar, numa transferência a rondar os 18 milhões de euros.

Pedrinho marcou apenas um golo com a camisola do Benfica, num jogo da quarta eliminatória da Taça de Portugal, frente ao Vilafranquense.

O canarinho participou em 19 jogos para a Liga NOS, fazendo uma média de 24 minutos por partida e sendo titular em apenas quatro.

  Daniel Costa, ZAP //

2 Comments

  1. O jogador não foi um desejo do Jorge Jesus. Já estava contratado quando o Bruno Lage ainda era o treinador. Sendo rigoroso, por cada 90 minutos o jogador custou 1 484 876,26 €. É só fazer as contas.

    • Poderá concluir-se deste comentário que o Pedrinho, a continuar no Benfica, jogará quatro anos a custo zero? Pergunta tão absurdo como o comentário. Em termos financeiros, só quando um jogador sai do clube é possível quantificar os custos. Por exemplo, no final da época passada poder-se-ia dizer que João Félix custou para aí uns quatro milhões por cada 90 minutos ao At. Madrid. Como já tem mais um ano, de certeza que o seu custo baixou, consideravelmente e se continuar mais dois anos, afinal não custou nada, seguindo o raciocínio do ZAP. Seguindo o mesmo raciocínio, quanto custaram cada 90 minutos do Paulinho ao SCP? Um milhão e meio cada? Claro e obviamente, se o ZAP fizesse estas contas do Paulinho, não teria qualquer importância, o SCP não é o SLB.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.