“Salam, salam, salam.” Papa deixa Iraque após visita de três dias ao país

Alessandro Di Meo / EPA

Papa Francisco nas ruínas de quatro igrejas destruídas em Mosul, no Iraque

Terminou, esta segunda-feira, a visita de três dias do Papa Francisco ao Iraque. No fim da última missa que celebrou, disse em árabe: “Salam, salam, salam” (Paz, paz paz).

O Papa Francisco deixou, esta segunda-feira, o Iraque após a primeira visita de um chefe de Estado do Vaticano ao país.

Desde sexta-feira que o Papa percorreu o Iraque tendo-se deslocado a Bagdade, Mossul, Qaragosh, Ur e Erbil. O chefe de Estado do Vaticano defendeu uma das mais antigas comunidades cristãs do mundo perante o aiatola Ali Sistani, referência religiosa dos muçulmanos xiitas do Iraque.

O Iraque vai continuar para sempre comigo, no meu coração”, disse este domingo o Papa Francisco, de 84 anos, perante milhares de fiéis que se juntaram num estádio de Erbil, Curdistão iraquiano, para uma cerimónia religiosa.

Esta foi a primeira deslocação do Papa Francisco ao estrangeiro nos últimos 15 meses. Devido à pandemia de covid-19, e excetuando a missa de Erbil, o Papa só se encontrou com algumas centenas de pessoas ao longo da viagem.

O Papa percorreu 1.445 quilómetros em território iraquiano, a maior parte do tempo de avião ou de helicóptero sobrevoando zonas onde se encontram células clandestinas de grupos de extremistas islâmicos.

Quando se dirigiu ao país, o chefe da Igreja Católica, disse que o “terrorismo abusa da religião”, apelou à paz e à unidade no Médio Oriente e lamentou a saída de cristãos da zona e que foram obrigados a procurar refúgio noutros países.

A missão de se aproximar das minorias

Na sexta-feira, Francisco aterrou no aeroporto de Bagdade para dar início à viagem por seis cidades iraquianas, com a missão de se aproximar das minorias e de estabelecer pontes ao Islão xiita através de um dos seus principais dirigentes, o aiatolah Ali Sistani, com o qual se reuniu pessoalmente no sábado.

No encontro, que durou menos de uma hora, o Papa agradeceu a Al-Sistani ter “levantado a voz em defesa dos mais fracos e perseguidos”. O gabinete do aiatolah, citado pelo Expresso, contou que falaram das “injustiças e opressão” que sofrem muitos povos da região, incluindo o palestiniano.

Al-Sistani terá assegurado a Francisco ter “interesse em que os cristãos vivam como os iraquianos, em paz e segurança e com todos os seus direitos“.

O chefe de Estado do Vaticano viajou, de seguida, para a região de Ur, onde há uma minoria cristã (os caldeus). Lá nasceu Abraão, o pai das três principais religiões monoteístas do mundo.

Na capital iraquiana, teve um encontro com a comunidade cristã, na catedral síriaca-católica de Nossa Senhora da Salvação, palco do massacre de 47 pessoas às mãos da Al-Qaeda, em 2010, e chamada de “igreja mártir”.

De acordo com o semanário, no último dia, a agenda do Papa Francisco incluiu uma visita a Erbil, maior cidade da região autónoma do Curdistão iraquiano; Mosul, onde orou pelas vítimas da guerra; e Qaraqosh, principal cidade cristã do Iraque, ocupada em 2014 pelos jihadistas.

O Papa encontrou um país confinado pela pandemia e submetido a rigorosas medidas de segurança, mas nem as circunstâncias o impediram de abraçar a comunidade cristã.

Liliana Malainho Liliana Malainho, ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Já pode "adotar" um pedaço de Notre-Dame para ajudar na sua reconstrução

Uma organização está a dar a oportunidade de o público ajudar na reconstrução de artefactos específicos da catedral de Notre-Dame, em França, que foi parcialmente destruída por um incêndio em 2019. De acordo com a cadeia …

Proporção divina identificada na gerbera

Descobrir como se formam os padrões distintos e omnipresentes das cabeças das flores tem intrigado os cientistas há séculos. Quando se pede a alguém que desenhe um girassol, quase todas as pessoas desenham um grande círculo …

Audi apresenta o novo Q4 e-tron que traz uma autonomia até 520 km

Ainda antes do verão, a Audi vai colocar no mercado o seu primeiro SUV elétrico concebido de raiz e não adaptado a partir de uma plataforma concebida para motores a combustão. O Q4 e-tron destaca-se pela …

Vanuatu em alerta depois de um corpo com covid-19 ter dado à costa

Vanuatu proibiu viagens de e para a sua principal ilha três dias depois de ter dado à costa um corpo de um pescador filipino, que testou positivo à covid-19. De acordo com a Radio New Zealand, …

Cientistas russos querem criar a primeira vacina comestível contra a covid-19

O Instituto de Medicina Experimental de São Petersburgo, na Rússia, anunciou o seu plano de concluir dentro de um ano os testes pré-clínicos da primeira vacina comestível do mundo contra o novo coronavírus. Em entrevista à …

Em plena crise política, o país mais pobre das Américas ainda não recebeu nenhuma vacina

Numa altura em que a maior parte dos países já têm o processo de vacinação a decorrer, o governo do Haiti ainda não garantiu uma única dose da vacina contra o coronavírus. O país mais pobre …

Afinal, Leonardo da Vinci não esculpiu o busto de Flora

Está terminada a controvérsia que durou mais de cem anos após a aquisição do Busto de Flora em 1909, por Wilhelm von Bode. A datação por radiocarbono revelou, recentemente, que a obra não foi …

Crise climática "implacável" intensificou-se em 2020, diz relatório da ONU

Houve uma intensificação "implacável" da crise climática em 2020, com a queda temporária nas emissões de carbono devido ao confinamento a ter um impacto pouco significativo nas concentrações de gases de efeito de estufa, revelou …

Já se sabe o que causou a misteriosa "tempestade de asma", que vitimou dez pessoas em 2016

Em 2016, na cidade de Melbourne, aconteceu o evento de "tempestade de asma" mais grave do mundo. Os cientistas descobriram agora o culpado. No dia 21 de novembro de 2016, as urgências de um hospital em …

Carlos César reivindica papel do PS na construção da democracia e no combate à corrupção

O presidente do PS defendeu, esta segunda-feira, que se deveu ao seu partido o aprofundamento da democracia e os avanços no combate à corrupção, embora admitindo desvios", "erros" e "omissões num ou outro momento da …