Cientistas vão largar “ovos de dragão” em vulcões para prever erupções

Cientistas da Universidade de Bristol criaram um sistema de sensores inspirado em “ovos de dragão”. Os “ovos” abrem e analisam todo o ambiente vulcânico assim que é detetado algum tremor.

Subir de mochila às costas um vulcão que mostra sinais de atividade para largar sensores  numa cratera é, no mínimo, uma árdua e perigosa tarefa. E, por essa razão, cientistas britânicos criaram uma maneira de evitar a presença de humanos nesta missão.

Os “ovos de dragão” são pequenas caixas autónomas repletas de sensores inteligentes que podem ser largados bem no centro do vulcão, através do controlo à distância de um quadcopter – um drone composto por 4 rotores.

Caso o vulcão não esteja prestes a entrar em erupção, cada caixa permanece no modo suspenso (stand-by), semelhante ao modo disponível em qualquer computador, consumindo níveis de energia muito baixos.

O comunicado da Universidade de Bristol reivindica para estes “ovos de dragão” o título de “menor consumo de energia em stand-by do mundo”, podendo ficar operacionais por largos meses com uma só carga de bateria.

Os sensores acoplados nos aparelhos despertam e o “ovo” abre assim que é detetado o mais pequeno tremor vulcânico, iniciando o protocolo de registo de valores de temperatura, humidade, frequência e intensidade de vibrações, sendo ainda capazes de analisar a presença de vários gases tóxicos.

Universidade de Bristol

Drone e os ovos de dragão que serão utilizados para analisar vulcões

Os “ovos de dragão” podem ainda trabalhar isoladamente ou em conjunto num sistema interligado em rede e os dados recolhidos pelos sensores podem ser transmitidos em tempo real para uma estação localizada num raio de 10 km do vulcão onde os “ovos de dragão” operam.

Depois de os dados chegarem a essa estação podem ser retransmitidos por satélite para centros de investigação de todo o mundo, onde poderão ser usados em estudos geológicos ou para fornecer alertas sobre erupções iminentes.

“Esta é a primeira vez que um sistema autónomo que usa tecnologia de escuta de zero energia foi implementado neste tipo de ambiente hostil”, afirmou Yannick Verbelen, investigador associado do departamento de física da Universidade de Bristol.

O grande desafio pela frente desta tecnologia é a otimização do design para atender a diferentes critérios e situações.

Os “ovos de dragão” terão de ser leves o suficiente para o drone os suportar, terão de ser capazes de aguentar condições extremas, e ainda extremamente eficientes no consumo de energia visto que, dentro de um vulcão, a sua manutenção é impossível.

Mas desengane-se quem pense que estes “ovos de dragão” têm apenas a função de vigiar vulcões. As capacidades demonstradas por estes dispositivos fazem deles mais valias capazes de ser utilizados noutros âmbitos: em glaciares, falhas geológicas, locais de armazenamento de lixo nuclear e outros locais que demonstrem algum tipo de perigo.

A tecnologia desenvolvida já foi testada no vulcão Stromboli, em Itália, e os resultados positivos permitiram à tecnologia começar a ser desenvolvida com propósitos comerciais.

ZAP // New Atlas

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Infarmed já tem substituto para medicamento de Parkinson que esgotou

O Infarmed, Autoridade Nacional do Medicamento, garantiu uma alternativa ao Sinemet, medicamento para a doença de Parkinson que está esgotado nas farmácias portuguesas. "Na sequência das diversas reuniões com as empresas que têm medicamentos nesta área, …

Outono chega no domingo com temperaturas de verão

O outono começa no domingo com temperaturas acima dos 30 graus Celsius, podendo aproximar-se dos 40 nas regiões da Beira Baixa, Alentejo e Vale do Tejo, segundo Ricardo Tavares, do Instituto Português do Mar e …

Sánchez disposto a ir ao senado explicar “erro numa passagem” do seu livro

O primeiro-ministro espanhol disse, esta quinta-feira, que está disposto a ir ao senado explicar o "erro numa passagem" de um livro que escreveu e que "vai ser corrigido", avisando a oposição que vai continuar a …

Empresa austríaca cria método que transforma plástico em petróleo

A companhia petrolífera austríaca OMV apresentou esta quinta-feira um inovador procedimento que permite a produção de petróleo a partir de resíduos de plástico - material que é precisamente fabricado a partir deste recurso natural. A inovadora …

José Sócrates promete escrever um livro sobre a "traição" do PS

O ex-primeiro-ministro socialista compara a sua situação com a do ex-Presidente brasileiro Lula da Silva. A única diferença, segundo José Sócrates, é que "o PT manteve-se sempre ao lado de Lula". Numa entrevista ao Folha de …

Em nome da ciência, polvos tomaram ecstasy (e houve muito amor à mistura)

O que é que acontece quando um polvo consome drogas, mais concretamente ecstasy? Cientistas norte-americanos tiveram a oportunidade de realizar essa experiência. De acordo com o Science Alert, a equipa de investigadores deu MDMA, substância psicotrópica …

Recapitalização da CGD faz disparar défice de 0,9% para 3%

Sem a recapitalização da Caixa Geral de Depósitos (CGD), o défice orçamental de 2017 situar-se-ia nos 0,9% do Produto Interno Bruto (PIB). Mas o cheque de quase 4 mil milhões de euros que o Governo …

Jovem foi violada quando estava inconsciente. Tribunal fala em "sedução mútua"

Uma jovem de 26 anos foi violada por dois indivíduos quando estava desmaiada, numa discoteca em Vila Nova de Gaia. A Relação do Porto entendeu que os criminosos não devem ser condenados a uma pena …

7 dos 10 políticos mais ricos de Portugal são do PS. Basílio tem 11 milhões

O presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta, tem um património superior a 11,5 milhões de euros, sendo assim o político em funções mais rico de Portugal. Os dados são avançados pela revista Sábado …

Trump ameaça paralisar Governo se não houver dinheiro para o muro

O Presidente norte-americano, Donald Trump, ameaçou esta sexta-feira travar um acordo orçamental que permitiria evitar a paralisação das instituições federais do país, por este não prever financiamento para construir o seu desejado muro na fronteira …