Ossos encontrados em Roma reavivam enigma das relíquias de São Pedro

Fragmentos ósseos encontrados numa igreja medieval no coração de Roma com inscrições com o nome de São Pedro reabriram em Itália mais um capítulo do milenar mistério das relíquias do primeiro Papa da cristandade.

A descoberta foi feita há alguns meses. Durante as obras de restauração de Santa Maria in Cappella, uma igreja do velho bairro romano de Trastevere, um operário reparou que a pedra que cobre o altar tinha sido mexida.

“Tive medo que ladrões tivessem tentado roubá-la. Quando me aproximei vi no interior do altar uma cavidade que continha dois pequenos recipientes de cerâmica“, explica o historiador da arte Massimiliano Floridi, testemunha da descoberta. “Nos recipientes estavam escritos os nomes dos primeiros papas, São Pedro, São Félix, São Calisto. Não sou arqueólogo mas percebi que seriam muito antigos, a emoção foi imensa”, lembra.

A abertura dos recipientes revelou a presença de fragmentos ósseos “que foram colocados noutros frascos e transmitidos ao vicariato de Roma, à espera de análises mais profundas”, acrescenta Floridi.

Apesar de neste momento não ser possível ainda retirar nenhuma conclusão sobre a origem dos ossos, a descoberta reavivou as conjeturas sobre as relíquias de São Pedro, considerado o fundador da Igreja cristã.

Segundo a tradição católica, os restos de São Pedro são conservados sob a basílica vaticana que tem o seu nome, embora o Vaticano nunca tenha confirmado que sejam autênticos. Neste novo episódio de um enigma de dois mil anos, vários indícios chamam a atenção dos especialistas.

Entre eles, uma inscrição na entrada de Santa Maria in Cappella que indica que esta igreja guarda importantes relíquias, com uma lista que inclui os nomes de São Pedro, São Félix, São Calisto, assim como dos mártires Hipólito e Anastasia.

“Encontramos os mesmos nomes nas tampas de chumbo que cobriam os recipientes, em placas de ferro dentro do altar e na entrada da igreja numa epígrafe que data da sua fundação”, explica à AFP Cristiano Mengarelli, o arqueólogo que supervisionou a descoberta.

“Mas é legítimo duvidar da autenticidade dos restos, na medida em que se admite que o relicário foi aberto em várias ocasiões ao longo dos séculos“, afirma.

Propriedade dos Doria Pamphili, uma das famílias mais nobres e antigas da Itália, a igreja de Santa Maria in Cappella foi consagrada em 1090 por Urbano II, que foi papa de 1088 a 1099. Nessa época, a Igreja estava profundamente dividida e outro papa, que o imperador Henrique IV fez ser eleito em 1080, reinava sobre uma parte de Roma com o nome de Clemente II. Este não era reconhecido pela Igreja, o que o qualificava de antipapa.

Os historiadores trabalham com a hipótese de que a igreja de Trastevere pode ter sido utilizada naquela época como capela pontifíce pelo papa legítimo. Isto poderia explicar também porque as relíquias de São Pedro teriam sido transferidas para lá. Estas relíquias juntar-se-iam, portanto, às que se conservam sob a basílica de São Pedro, em Roma.

Encontrados durante escavações empreendidas em 1940 numa necrópole situada sob a basílica, os ossos nunca foram autentificados formalmente. Mas análises científicas realizadas nos anos 1950 e 1960 concluíram que havia uma grande “probabilidade” de que fossem os do antigo pescador da Galileia, segundo o termo usado pelo papa Paulo VI em 1968.

Pedro foi crucificado de cabeça para baixo entre os anos 64 e 70 do século I no Circo de Nero, onde hoje se encontram os jardins do Vaticano.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Planetas anormalmente gigantes detetados a orbitar uma estrela jovem

Investigadores identificaram uma jovem estrela com quatro planetas do tamanho de Júpiter e de Saturno em órbita, a primeira vez que tantos enormes planetas foram detetados num sistema tão jovem. O sistema também quebrou o recorde …

Diminuição de insetos tem efeitos "inimagináveis" para os seres humanos

A diminuição do número de insetos é um problema muito mais grave do que se julgava. Nova investigação afirma que essa diminuição põe em causa cadeia alimentar e traz "consequências inimagináveis para os seres humanos". O …

Cientistas confirmam que os eletrões são perfeitamente redondos

Com uma precisão sem precedentes, cientistas mediram a forma da carga de um eletrão confirmando que é extremamente redonda. O resultado apoia o Modelo Padrão das Partículas Física e força a revisão de várias teorias …

Morte de Khashoggi foi um "erro monumental". Riade diz não saber do corpo

Em entrevista à Fox News, o ministro dos Negócios Estrangeiros saudita, Adel al-Jubeir, afirmou neste domingo não saber onde se encontra o corpo do jornalista Jamal Khashoggi, considerando que a sua morte foi um "erro monumental". …

Médicos voltam a integrar Conselho Nacional de Saúde após renúncia do presidente

A Ordem dos Médicos decidiu voltar a integrar o Conselho Nacional de Saúde, após a renúncia ao cargo do atual presidente do organismo, disse à agência Lusa o bastonário. De acordo com Miguel Guimarães, o Conselho …

Numa vila turca, os muçulmanos têm rezado na direção errada durante décadas

Os muçulmanos de uma pequena aldeia no oeste da Turquia foram obrigados a ajustar as suas orações, depois de descobrirem que estavam a rezar na direção errada durante décadas.  A descoberta partiu do imã Isa Kaya, …

Há um superaglomerado de galáxias escondido no Universo primitivo

É a maior estrutura astronómica alguma vez conhecida do antigo Universo. As evidências sugerem que a sua massa seja equivalente às maiores estruturas encontradas no Universo atual. A equipa de investigadores, liderada por Olga Cucciati, do …

Trump anuncia saída dos EUA de tratado nuclear com a Rússia

Os Estados Unidos vão retirar-se de um tratado sobre armas nucleares assinado com a Rússia durante a Guerra Fria, anunciou hoje o presidente norte-americano, Donald Trump, acusando Moscovo de violar o acordo “há muitos anos”. “A …

Os portugueses têm menos filhos do que gostariam

A diretora da representação do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) disse que em Portugal a fertilidade desejada está bastante abaixo da realizada, tendo o país uma taxa de fecundidade baixa. Mónica Ferro, que neste …

"Piranha" da era dos dinossauros aterrorizou os mares do Jurássico

Uma nova espécie de peixe, semelhante a uma piranha e que viveu há 150 milhões, no tempo dos dinossauros, é descrita na edição desta sexta-feira da revista científica Current Biology. O peixe ósseo tinha dentes como …