Osso com 14 mil anos pode revelar uma nova e misteriosa espécie humana

Peter Schouten / Popular Mechanics

-

Um osso que esteve esquecido num museu durante 25 anos pode ser de uma nova espécie humana que conviveu com os homens contemporâneos. Uma teoria que a confirmar-se revoluciona tudo aquilo em que acreditamos até agora sobre a evolução humana.

Este osso, encontrado numa caverna na região autónoma de Guangxina, na China, esteve durante 15 anos num museu do país, sem que tenha merecido qualquer atenção.

Até que uma equipa de investigadores australianos e chineses decidiu analisá-lo, descobrindo que é um osso datado de há cerca de 11 mil anos, mas com características semelhantes aos dos humanos primitivos que se acredita terem desaparecido milhares de anos antes disso.

Este osso, um fémur, pode ser o vestígio mais moderno dos humanos primitivos mais recentes, nomeadamente os Neandertais que datam de há 40 mil anos.

“Neste momento, não sabemos que espécie encontramos. Só temos um único osso do fémur e há muito poucos ossos similares do Este da Ásia com os quais fazer comparações”, explica um dos co-autores do estudo, o professor Darren Curnoe, da Universidade da Nova Gales do Sul, na Austrália, em declarações ao Popular Mechanics.

“Só podemos dizer que é provavelmente uma espécie humana pré-moderna e talvez relacionada com o Homo erectus ou outro membro mais inicial da espécie humana”, acrescenta.

A confirmar-se esta tese, seria “a mais jovem ocorrência da espécie”, refere o investigador.

Osso Nova Especie Humana

No estudo, publicado no jornal científico PLoS One, os cientistas repararam que o osso revela semelhanças com o Homo erectus e com o Homo habilis, que viveram há 2 milhões de anos, podendo assim ser de um sobrevivente mais recente ou de uma nova espécie descendente destas duas, ou ainda outro “parente” desconhecido dos humanos actuais.

Até agora, os cientistas ainda não conseguiram extrair qualquer amostra de ADN do fémur, pelo que as dúvidas persistem e é difícil retirar conclusões precisas.

O fémur terá uma dimensão pequena, um traço característico das espécies humanas mais primitivas, que indicia que caminhava de forma diferente dos humanos modernos.

Também haverá evidências de ter sido queimado num fogo que terá sido usado para cozinhar carne, ideia que faz levantar a possibilidade de ter sido canibalizado.

Outros estudos feitos pelos mesmos investigadores, nomeadamente em torno de um crânio descoberto noutra caverna próxima, indiciam que o Homo Sapiens acasalava com espécies humanas mais primitivas, que possivelmente também lhes serviam de alimento.

“Tínhamos noções muito concretas sobre a nossa evolução: que nos encontrámos isolados em África em evolução e que rapidamente substituímos todas as outras espécies à nossa volta porque pensávamos que éramos superiores a eles. E aconteceu muito depressa, sem dúvida, e sem interacção biológica. Mas a história da hibridização virou tudo isso de cabeça para baixo”, constata o responsável pelo estudo, citado pelo New Scientist.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Jair Bolsonaro diz que quem votar em Lula da Silva "merece sofrer"

No mês passado, o Supremo Tribunal Federal decidiu que Lula da Silva pode voltar a candidatar-se à presidência do Brasil e Jair Bolsonaro, o atual presidente do país, considera que quem votar em Lula "merece …

Covid-19. Plano Nacional inclui testes em centros comerciais ou empresas

O Plano Nacional para a Testagem Massiva prevê a realização generalizada de testes para deteção precoce do coronavírus, passando a estar disponível em centros comerciais, estações de transportes públicos ou empresas, e podendo pode ser …

Seul vai aceitar descarga de água radioativa de Fukushima (se o Japão cumprir certas condições)

A Coreia do Sul aceitará, caso sejam cumpridas algumas condições, o plano do Governo japonês para despejar gradualmente no mar águas tratadas, mas ainda radioativas, da central nuclear destruída de Fukushima, segundo o Governo sul-coreano. O …

CDS vai apresentar projeto sobre enriquecimento ilícito. PSD só apoia medida que seja "eficaz e constitucional"

O CDS-PP vai apresentar no Parlamento um projeto sobre o enriquecimento ilícito, anunciou o presidente do partido esta terça-feira, antecipando que a iniciativa se debruçará sobre o poder político, o poder judicial e o funcionamento …

Deputada Cristina Rodrigues propõe campanha contra pirataria de jornais

A deputada não inscrita Cristina Rodrigues recomendou, esta segunda-feira, ao Governo a divulgação de uma campanha nacional que promova o combate à pirataria de jornais e revistas e que aumente a fiscalização relativa ao crime …

Fuga a notificações judiciais deixa 15 mil pessoas à margem da lei

A Direção-Geral da Administração da Justiça (DGAJ) divulgou uma lista com 15.178 nomes de cidadãos e gerentes de empresas procurados por não prestarem contas dos crimes cometidos. Dessa lista, 7900 são homens, 1401 mulheres, 5665 pessoas …

EMA encontra possível ligação entre vacina da Johnson & Johnson e coágulos, mas benefícios superam riscos

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) concluiu, esta terça-feira, que a vacina Janssen, do grupo Johnson & Johnson, tem uma "possível ligação" a casos muito raros de coágulos sanguíneos, mas insistiu que os benefícios do …

Emirados Árabes "empurram" Isabel dos Santos para fora do Dubai

Autoridades dos Emirados Árabes Unidos terão comunicado à empresária Isabel dos Santos "o desejo" de que esta abandone "tão cedo quanto possível" o Dubai. Uma posição que é vista como uma cedência a um pedido …

Ex-gestor do Grupo Espírito Santo vai ser julgado nos EUA. Pena pode chegar aos 65 anos

Paulo Murta vai ser julgado por um tribunal norte-americano após a sua extradição ter sido autorizada. Caso seja condenado, a sua pena pode chegar aos 65 anos. Paulo Murta, antigo gestor do Grupo Espírito Santo (GES) …

Horas após ser reeleito, Presidente do Chade morre vítima de ferimentos em combate

O Presidente do Chade, no poder há 30 anos, morreu, esta terça-feira, devido a ferimentos sofridos enquanto comandava o exército na luta contra rebeldes no norte do país durante o fim-de-semana. "O Presidente da República, chefe …