Oslo é a primeira capital do mundo a proibir (totalmente) a circulação de automóveis

A câmara municipal de Oslo, capital da Noruega, já o anunciou, e não pretende voltar atrás: a cidade vai proibir a circulação de automóveis em todas as suas ruas.

A medida só vai entrar em vigor em 2019, mas já começou a causar preocupação aos proprietários de automóveis que vivem na capital norueguesa – e que não são pouco.

Segundo dados do governo norueguês, há na cidade cerca de 350 mil pessoas com automóveis.

Aparentemente, é melhor que comecem a habituar-se a usar outros meios de transporte.

A autarquia não pretende, naturalmente, levantar problemas aos moradores, e o governo prometeu investir na rede de transportes públicos, garantindo que vai construir mais de 56 mil quilómetros de ciclovias.

A medida garante a Oslo o título de primeira capital do mundo a proibir os automóveis de circular nas suas ruas e coloca a cidade no topo do ranking dos municípios mais sustentáveis do planeta.

A poluição do ar e o barulho vão seguramente diminuir de forma dramática, o trânsito vai melhorar incrivelmente, andar na rua a pé ou de bicicleta será mais seguro e, como consequência, os habitantes da cidade vão ganhar qualidade de vida.

Então já sabe, a partir de 2019 vai valer a pena uma visita a Oslo para conhecer de perto a cidade com menos poluição do mundo. Lembre-se apenas de deixar o carro na garagem.

ZAP / The Greenest Post

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. É complicado implementar estas medidas, mas é urgente aplicar medidas mesmo que sejam anti-populares, a bem da Humanidade…

  2. Infelizmente há orçamentos de estados tão fortemente baseados em impostos sobre combustíveis, que não têm interesse (ou no mínimo têm muito medo) em diminuir tão drasticamente o seu consumo. E quem fala de combustíveis, fala de tabaco e outros produtos onde a percentagem de impostos e a maior fatia do preço.
    Mas devia ser mais importante salvar o planeta. No medio/longo prazo é certamente. Falta saber se se pensa a médio/prazo, ou só se tem visão curta.

  3. A ironia é que o dinheiro para tudo isto vem, na maior parte, do petróleo… a Noruega arma-se em “verde” mas vive da exploração dos recursos que tem – petróleo e gás natural. E sem os vender ao resto do mundo, que os queima alegremente, queria ver o que acontecia ao paraíso norueguês.

  4. Certamente que os noruegueses vão esperar que primeiro se apliquem as alternativas e só depois entrem em acção as proibições ao contrário do que se faz por cá, primeiro proibisse e só depois é que se encontram as alternativas e nem sempre.

  5. Para um país que só vive do petróleo e da exportação do bacalhau para portugal não está mal. Se todos fizerem o mesmo teremos a noruega a viver da salga do peixe e do turismo do nobel.
    É como termos os traficantes de droga muito preocupados com abolir a mesma dentro do lar.

    Vamos ver como corre a experiência.

RESPONDER

Da cereja da Beira à maçã de Armamar. Mau tempo arrasa culturas e deixa prejuízos de milhões

Pomares, olivais, vinhas e hortas. O mau tempo que se fez sentir a norte do país neste fim-de-semana arrasou várias culturas culturas agrícolas, deixando prejuízos estimados na ordem dos milhões de euros. Depois da tempestade …

Situação de Grande Lisboa "não justifica" cerca sanitária, garante Marta Temido

A ministra da Saúde, Marta Temido, garantiu esta terça-feira que não existem na Área Metropolitana de Lisboa (AML) situações epidemiológicas de covid-19 que justifiquem a adoção de medidas como cercas sanitárias. “Naturalmente que, se houver alguma …

Bloco quer subsídio de desemprego extraordinário (e duplicar o valor do apoio para recibos verdes)

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, defendeu esta terça-feira a criação de um subsídio de desemprego extraordinário de 439 euros para os contribuintes que perderam rendimentos durante a pandemia e que não tenham …

Sem a pandemia, Benfica teria dois jogadores "praticamente vendidos por 200 milhões"

Luís Filipe Vieira disse que recebeu uma proposta de 60 milhões de euros por Vinícius, em janeiro. Caso não fosse a pandemia, o presidente benfiquista afiança que o clube teria encaixado 200 milhões de euros …

Israel pede ao exército para se preparar para anexar Cisjordânia

O ministro da Defesa de Israel pediu esta segunda-feira ao exército para se preparar para a anexação de partes da Cisjordânia ocupada, medida que é vista como uma aparente antecipação ao que poderão ser as …

"Colocou inúmeras pessoas em risco". Treinador do Atalanta viajou para Valência infetado

O Valência lamentou que o treinador do Atalanta, que admitiu ter tido sintomas compatíveis com covid-19 no jogo entre ambos os clubes, no dia 10 de março, não tenha tomado medidas preventivas. O treinador do Atalanta, …

Covid-19. Tribunal de Contas pede "transparência" nos ajustes diretos

O Tribunal de Contas (TdC) alertou para os riscos de má utilização dos recursos públicos canalizados para enfrentar a pandemia, defendendo que o seu forte impacto nas finanças públicas exige cuidados acrescidos de "transparência" e …

Técnicos do INEM recusaram-se a sair em quatro ambulâncias por falta de desinfeção

Técnicos do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) recusaram-se, nesta segunda-feira, a sair em serviço por falta de desinfeção de quatro ambulâncias destinadas para o transporte de doentes com covid-19. A notícia é avançada esta …

FIFA pede "bom senso" sobre castigos a jogadores que homenageiem George Floyd

A FIFA pediu na segunda-feira "bom senso" na aplicação de possíveis castigos a jogadores que homenageiem durante os encontros o norte-americano George Floyd, que morreu em 25 de maio, após uma ação policial. Em comunicado, a …

China atrasou partilha de mapa genético do novo coronavírus com a OMS

As autoridades chinesas atrasaram mais de uma semana a publicação do genoma do novo coronavírus, após vários laboratórios públicos o terem descodificado, privando a OMS de informação essencial para combater a pandemia, noticia esta terça-feira …