Os europeus afinal ficam tristes no Natal

De acordo com um novo estudo alemão, muitos europeus não sentem alegria no período do Natal. Pelo contrário, sentem-se desanimados e stressados, e apenas os muito religiosos são a excepção a esse padrão.

Michael Mutz, investigador da Georg-August-Universität Göttingen, na Alemanha, analisou dados em grande escala do Inquérito Social Europeu em onze países historicamente cristãos: Bélgica, Estônia, Alemanha, Hungria, Irlanda, Holanda, Portugal, Espanha, Suécia e Reino Unido.

Os entrevistados revelaram quão satisfeitos estavam com as suas vidas e como classificavam o seu estado emocional em diferentes ocasiões.

Mutz comparou então as respostas dos entrevistados no período pré-Natal, de 16 a 26 de dezembro, e pós-natal, de 27 a 31 de dezembro, com as respostas de períodos em outras épocas do ano, excepto julho e agosto.

Em geral, os entrevistados mostraram significativamente menos satisfação com as suas vidas próximo do Natal, manifestando mais emoções negativas do que em outros momentos do ano.

No entanto, este não foi o caso entre os cristãos muito religiosos, que responderam que se sentiam mais positivos e contentes com a vida durante o período de preparação para o Natal.

Além disso, as pessoas com níveis mais elevados de educação ou com crianças em casa também tendiam a lidar melhor com o período de comemorações natalícias.

De acordo com Mutz, os resultados do estudo, publicado na Applied Research in Quality of Life, não mostram que os cristãos sejam completamente imunes aos efeitos “negativos” do Natal sobre as emoções das pessoas.

Na realidade, os cristãos parecem ficar apenas menos afectados do que as pessoas não religiosas.

O investigador sugere que os níveis mais baixos de satisfação com a vida e bem-estar emocional podem ser consequência das tensões envolvidas no período pré-natal – como a compra de presentes a tempo e o cumprimento de obrigações sociais.

Também a crescente cultura material de consumo, com suas preocupações financeiras relacionadas, que cercam o período festivo.

“As pessoas com filiação cristã e um forte sentimento de religiosidade celebram o Natal de forma diferente do que a maioria dos não cristãos”, diz Mutz.

“Pode-se supor que os cristãos sejam menos propensos a se deixar absorver pelo consumismo que precede os feriados”, afirma Mutz.

E o seu estado de espírito, que tal está hoje?

HypeScience

PARTILHAR

RESPONDER

Rússia garante que não haverá guerra com Ucrânia. EUA desconfiam e prometem consequências

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, descartou este domingo a possibilidade de uma guerra com a Ucrânia, depois de Kiev ter manifestado preocupação com o reforço de tropas russas nas suas fronteiras. “Ninguém está a embarcar …

Inspetores do SEF rejeitam extinção sem aval do Parlamento (e dizem estar em causa o Espaço Schengen)

O sindicato dos inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) rejeitou este domingo a extinção daquele organismo sem a aprovação formal da Assembleia da República e considerou que está em causa a permanência de …

Testes rápidos registaram maior número de sempre. APED defende venda nos super e hipermercados

O recurso a testes rápidos de antigénio à covid-19 está a aumentar em Portugal, tendo atingido o maior número a 7 de abril, com mais de 34 mil realizados nesse dia, segundo dados do Instituto …

Francisco Rodrigues dos Santos admite que tem sido "difícil" juntar o CDS (mas "não por falta de iniciativa")

Francisco Rodrigues dos Santos, presidente do CDS-PP, afirmou, numa entrevista ao Jornal de Notícias e TSF que tem sido "difícil" conquistar a coesão do partido. Em entrevista ao Jornal de Notícias e à TSF, o líder …

Isabel dos Santos usou equipa de espiões para provar "conspiração" e "vingança" de João Lourenço

A empresária Isabel dos Santos contratou uma firma de antigos agentes secretos israelitas para provar que foi vítima de um ataque orquestrado pelo governo de João Lourenço. Isabel dos Santos criou uma equipa de espiões para …

"Perdemos o avô da nação". Morte do príncipe Filipe deixou "um grande vazio" na vida de Isabel II

A morte do príncipe Filipe, duque de Edimburgo, na sexta-feira, aos 99 anos, deixou a Rainha Isabel II, sua esposa, com "um grande vazio na sua vida", disse este domingo aos jornalistas o seu filho …

Mapa online interativo ajudou indígenas do Panamá a fazer frente à pandemia

Quando a covid-19 chegou ao Panamá no ano passado, o cartógrafo Carlos Doviaza temeu pelas pessoas indígenas da sua comunidade. Por isso, para as ajudar, dedicou-se a fazer aquilo que faz melhor: mapas. "Pensei: 'Porque não …

"A política ama traição, mas despreza o traidor". Sócrates acusa PS de "ataque injusto" (e diz-se alvo de "vingança" da direita)

"A política ama a traição, mas despreza o traidor". No livro "Só Agora Começou", que será publicado nos próximos dias, José Sócrates acusa a atual direção do PS de traição. De acordo com o Diário de …

Portugal regista mais 566 casos e seis óbitos por covid-19

Portugal registou, este domingo, mais seis mortes e 566 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde …

PS quer que Cavaco Silva diga "quando é que soube do buraco do BES"

O PS quer que o antigo Presidente da República Cavaco Silva esclareça "quando é que soube do buraco do BES" e porque é que "não agiu atempadamente" para evitar o aumento de capital, que gerou …