Os chimpanzés só não são capazes de cozinhar por falta de confiança

Uma investigação da Universidade de Harvard afirma que os chimpanzés possuem a maior parte das habilidades que são necessárias para cozinhar.

O estudo, hoje publicado na revista online da Royal Society, sugere que a habilidade de cozinhar pode já ter aparecido há milhões de anos, em ancestrais dos humanos.

A conclusão também aponta para que os humanos possam ter desenvolvido a habilidade de cozinhar imediatamente depois de aprender a controlar o fogo.

Por mais surpreendente que isto possa parecer, até cozinhar um ovo requer habilidades mentais avançadas.

harvard.edu

O antropologista Felix Warneken, investigador da Universidade de Harvard

O antropologista Felix Warneken, investigador da Universidade de Harvard

Enquanto outros animais tendem a começar a comer imediatamente qualquer comida que encontrem ou cacem, os humanos podem guardar e cozinhar a sua comida, mesmo quando estão com fome, porque sabem que, se esperarem, comerão algo muito melhor: comida cozinhada.

Aparentemente, a nossa habilidade de ficar com água na boca com a perspectiva de uma refeição deliciosa e bem preparada requer uma dose de imaginação similar à necessária para produzir arte, desenvolver uma linguagem ou criar tecnologias – coisas que tornam os humanos únicos.

Masterchef símio

E quando é que o homem desenvolveu originalmente essa habilidade?

Para o descobrir, o investigador Felix Warneken, da Universidade de Harvard, conduziu um “Masterchef”, conhecido programa de TV em que três chefs competem entre si, mas apenas para símios.

Neste “Masterchef Macaco”, Warneken fez uma séries de testes com chimpanzés para ver se tinham a capacidade de cozinhar.

Obviamente, os chimpanzés não sabem cozinhar. Ou seja, não fazia sentido dar-lhes um saco cheias de compras e atirá-los para uma cozinha cheia de panelas – apesar de a ideia parecer muito interessante.

O que Warneken fez na realidade foi uma série de experiências para testar as habilidades cognitivas individuais de que os chimpanzés precisavam para poder cozinhar.

O cientista analisou três aspectos: se os símios preferiam comida cozinhada ou crua, se conseguiam esperar até que comida estivesse pronta, e se punham a sua comida crua numa caixa, que os cientistas trocavam por comida cozida.

E os chimpanzés foram aprovados em todos estes os testes.

Mas então por que é que os chimpanzés não cozinham?

Henk van der Eijk / Flickr

Os chimapzés não cozinham porque têm medo de que lhes roubem a comida

Os chimapzés não cozinham porque têm medo de que lhes roubem a comida

Não conseguir controlar o fogo é uma das razões. Outro motivo, diz Warneken, é que cozinhar requer o que ele descreve como “habilidades sociais” que os chimpanzés não têm.

Habilidades sociais, explica Warneken à BBC, não se trata de “boas maneiras à mesa” ou “falta de jogo de cintura para conversar durante jantar”.

Trata-se, na realidade, da falta de capacidade dos símios para confiar que os outros membros do seu grupo social não lhe vão roubar a comida enquanto eles estão a preparar-se para a levar ao fogo.

E engolir uma comida assim que a apanhamos é a forma mais fácil de a manter a salvo.

“A confiança foi um factor importante para que cozinhar se tornasse uma prática social”, defende o cientista.

De acordo com Warneken, estas experiências mostraram que a maioria das habilidades mentais necessárias para cozinhar estavam nos ancestrais dos seres humanos há cerca de 5 a 7 milhões de anos.

Tudo o que foi  necessário para que a culinária surgisse foi a capacidade de controlar o fogo e a habilidade de acreditar que as outras pessoas não iriam roubar a comida assim que virássemos as costas.

Isso, e a descoberta da paprika, claro.

ZAP / BBC

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. pois não são capazes de cozinhar por falta de confiança, também não são capazes de conduzir pelo mesmo motivos, como toda uma série de outras coisas : pilotar, desenhar, criar coisas, etc ..

RESPONDER

Igrejas evangélicas cultivam violência doméstica ao defender a supremacia dos homens sobre as mulheres

O facto de a igreja evangélica defender que o homem deve controlar a mulher apenas agrava o problema de violência doméstica, justificando os atos dos homens. Jane (nome fictício) era membro da comunidade cristã evangélica da …

A Cidade do México está a pagar aos seus polícias para que percam peso

A Polícia da Cidade do México está a levar a cabo um programa para combater o excesso de peso e a obesidade no seu efetivo através de incentivos financeiros.  Ao todo, escreve a agência AFP que …

Há um novo método para medir buracos negros

Os buracos negros supermassivos são os maiores buracos negros, com massas que podem exceder mil milhões de sóis. Apenas esta primavera foi divulgada a primeira imagem do buraco negro supermassivo no centro da galáxia M87, …

E Tudo o Vento Levou… há 80 anos

E Tudo o Vento Levou celebra este domingo 80 anos de vida, marcando a data da sua estreia nos Estados Unidos. Oito décadas depois, o filme mantém-se como uma das maiores obras primas do cinema …

O problema impossível mais simples do mundo está a levar matemáticos à loucura

Matemáticos avisam os seus colegas para se manterem longe da conjetura de Collatz. No entanto, Terence Tao decidiu arriscar, e está muito perto de resolver aquele que muitos chamam de o problema impossível mais simples …

Soldados da Guerra Civil dos EUA pintavam o cabelo para ficar melhor nas fotografias

Investigadores encontraram evidências que indicam que soldados da Guerra Civil norte-americana pintavam o cabelo para ficar melhor nas fotografias. Escavações em Camp Nelson, no Kentucky, revelaram restos de um estúdio de fotografia com 150 anos, o …

Chuva, vento forte e neve. Mau tempo vai agravar-se nas próximas 48 horas

A Proteção Civil alertou este domingo para um agravamento do estado do tempo nas próximas 48 horas, com períodos de chuva, possibilidade da queda de neve nas terras alta do norte e centro e ainda …

Descoberta nova espécie de aranha-violinista no Vale do México

Cientistas identificaram, no México, uma nova espécie de aranha com um veneno que, apesar de não ser fatal, é capaz de causar necrose na pele humana. Uma equipa de cientistas da Universidade Nacional Autónoma do México …

Já sabemos sobre o que conversam os orangotangos

Um novo estudo da Universidade de Exeter, em Inglaterra, desvendou a linguagem secreta dos orangotangos, descobrindo o que significam 11 sinais vocais e 21 gestos. Os investigadores passaram dois anos a filmar mais de 600 horas …

COP25 aprovou conclusões. Não há acordo para regulação dos mercados de carbono

A cimeira da ONU sobre o clima terminou hoje em Madrid assinalando a urgência para conter as alterações climáticas, mas a mais longa cimeira sobre o clima de sempre sem chegar a acordo nos pontos …