Orgias homossexuais e gigolos: arcebispo envia relatório ao Vaticano

O arcebispo de Nápoles, Crescenzio Sepe, enviou ao Vaticano um relatório detalhando as supostas práticas homossexuais de dezenas de padres em Itália, que participavam em orgias ou recorriam à prostituição.

A diocese de Nápoles já confirmou a existência do dossier, de 1200 páginas, que denuncia comportamentos sexuais de 50 sacerdotes, incluindo um bispo. O documento denuncia alegadas práticas homossexuais de pelo menos 50 sacerdotes em dioceses italianas. Foi preparado e enviado por Francesco Mangiacapra, advogado que é atualmente gigolo.

“O mais sórdido que vi foi um sacerdote que ejaculou em frente à estátua de Nossa Senhora de Fátima”, revelou Mangiacapra em declarações ao Anticlericali. De acordo com o relatório, o adjunto da Basílica de San Giovanni, em Laterano, paga a acompanhantes através do Postepay – cartão pré-pago para realizar pagamentos seguros pela internet.

O dossier revela dados do diretor de um gabinete diocesano que terá procurado marcar encontros sexuais através de uma app, e de um padre que organiza orgias em instalações diocesanas. “A lista é comprida”, diz Mangiacapra.

O autor afirma que este é o resultado da impunidade dos líderes da Igreja: “A intolerância injusta que alimenta a ideia de ser capaz de separar o que se faz do que se diz, típico de quem tem dupla moral”.

Com o relatório, o advogado entregou também um CD com diversas gravações, imagens explícitas e capturas de ecrã de conversações numa app que os religiosos usavam para encontrar parceiro.

Arcebispo enviou relatório ao Vaticano

O arcebispo de Nápoles, Crescenzio Sepe, enviou ao Vaticano o relatório que detalha as supostas práticas homossexuais de dezenas de padres de Itália, que participavam em orgias ou recorriam à prostituição.

Em comunicado, a Arquidiocese de Nápoles explicou que recebeu o relatório a 28 de fevereiro do próprio autor, Francesco Mangiacapra, um jovem gigolo que recolheu informações e entregou tudo às autoridades eclesiásticas

“O cardeal Crescenzio Sepe resumiu o documento, com conversas e dados que envolvem distintas dioceses, e decidiu transmiti-lo às autoridades eclesiásticas competentes do Vaticano para que tomem as medidas necessárias”, indicou o texto.

O próprio Mangiacapra afirmou no mesmo comunicado que no dossiê estão 34 padres e seis seminaristas e que durante a investigação não teve conhecimento de casos de pedofilia ou condutas criminosas. “São pecados, não crimes“, especificou.

O escândalo foi levantado pelo portal de notícias LGBT Gaynews, que detalhou algumas práticas nas quais vários padres teriam incorrido, como orgias, contactos com homossexuais através de aplicações para o telemóvel ou em exibições na webcam.

ZAP // EFE

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Isto é o retrato do MUNDO … seja em qualquer quadrante, religioso, politico etc… gentalha capaz de TUDO sem olhar a meios, nem a quem, tudo pelo PRAZER e PODER. E vem esta gentalha fazer lindos discursos!!!

    Acredito na palavra de DEUS/CRISTO – não acredito nas palavras dos homens tão cumuns!!…

  2. Parece que voltamos novamente a santa inquisição, em que estes podiam violar e até assassinar qualquer um, tudo ligado em nome do cristo e não só,
    Sugestão minha, quem quiser seguir a profissão de padre, devia ser casado, e ser um homem, com um H grande, ou ser capado

RESPONDER

85% dos medicamentos estão em falta na Venezuela

A Federação Farmacêutica Venezuelana (Fefarven) informou hoje que estão em falta 85% dos medicamentos que se comercializam no país. A denúncia surgiu um dia depois de o Governo venezuelano estabelecer preços fixos para 56 medicamentos, durante …

Obrigar as crianças a beijar os avós é mesmo uma "violência"

O professor universitário Daniel Cardoso pôs o país a discutir se é ou não uma violência obrigar as crianças a beijar os avós. Uma posição que é defendida por inúmeros especialistas e que nem sequer …

Cidade da Maia testa passadeira 3D

O município da Maia está a testar a colocação de passadeiras 3D, cujo objetivo é criar uma ilusão de ótica que faz os condutores abrandar quando se aproximam, descreveu hoje a autarquia. Em causa está, de …

Portugal recebe em novembro cerca de 150 refugiados que estão no Egito

Portugal vai receber, em novembro, cerca de 150 refugiados que estão no Egito, primeiro grupo de mais de mil pessoas que vão ser reinstaladas em Portugal até 2019, disse hoje o ministro da Administração Interna. "Vamos …

Crianças até 2 anos são as que mais usam apps

Mais de metade das crianças com menos de 8 anos usa aplicações como entretenimento e as crianças que mais usam os dispositivos eletrónicos têm até 2 anos. Segundo o estudo "Happy Kids: Aplicações Seguras e Benéficas …

Abstenção galopante alastra-se à faixa dos 30-44 anos

A abstenção aumentou de forma galopante em Portugal, dos 8,1% em 1975 para os 44,2% nas legislativas de 2015, e a tendência está a alastrar das gerações mais jovens para a faixa dos 30 aos …

Descida da propina vai retirar bolsas a alunos carenciados. Medida "demagógica e perversa"

A descida do valor máximo da propina poderá significar o fim da bolsa para muitos alunos carenciados, alertou o reitor da Universidade Nova de Lisboa, que considera a medida ''demagógica e perversa''. Segundo a proposta de …

Hugo Abreu caiu da viatura e “não se mexeu mais”. Instrutor dos comandos viu e ignorou

Rodrigo Seco afirmou que, no decurso da Prova Zero, os dois instrutores desvalorizaram os sintomas de mal-estar, sinais de cansaço e ignoraram os vários pedidos dos instruendos para que pudessem beber água. Um dos instruendos do …

Nunes da Fonseca é o novo Chefe do Estado-Maior do Exército

O tenente-general José Nunes da Fonseca é o escolhido para suceder ao general Rovisco Duarte como Chefe do Estado-Maior do Exército. Rovisco Duarte demitiu-se no âmbito do caso do roubo de armas em Tancos. O nome …

Raspadinha rende mais de 100 milhões à Segurança Social

No próximo ano, a Segurança Social vai receber um montante na ordem dos 225 milhões provenientes dos jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. A Segurança Social irá receber, no próximo ano, cerca de 225 …