Ondas de choque sónicas e nanopartículas podem ser a chave contra o cancro

Os tumores difíceis de tratar com quimioterapia podem vir a ser atacados com sucesso com um novo tratamento que combina ondas de choque sónicas com nanopartículas, propõe um estudo divulgado esta quarta-feira.

As nanopartículas (partículas microscópicas artificiais) podem ser portadoras eficazes de fármacos até ao local exato do tumor através da corrente sanguínea, reduzindo os efeitos secundários tóxicos associados à quimioterapia tradicional e aumentando a eficácia dos tratamentos, refere o estudo realizado por investigadores da Universidade de Turim, Itália, e divulgado na Endocrine-Related Cancer.

No entanto, em alguns cancros, a administração de fármacos pode ser comprometida devido à interrupção do fluxo sanguíneo do tumor. Por isso, os investigadores associaram às nanopartículas ondas de choque extracorporais (ESW), ondas sonoras que podem ser concentradas e apontadas com alta precisão, de modo a que as células cancerígenas absorvam facilmente os medicamentos.

As nanopartículas criadas para o novo tratamento, que se encontra em ensaios pré-clínicos, são descritas como “bolhas” que contém os fármacos a libertar com precisão nas células alvo.

Os investigadores testaram o tratamento em ratos com carcinoma anaplásico da tiroide (CAT), um tipo de cancro muito agressivo, raro e difícil de tratar. Após o diagnóstico, a taxa média de sobrevivência é de apenas cinco meses.

Até agora, não existe um terapia padrão para o CAT não existe e o único fármaco aprovado, a doxorrubicina (utilizada na quimioterapia), tem efeitos secundários graves e é benéfico em menos de 22% dos casos.

Os investigadores da Universidade de Turim mediram o volume do tumor uma vez por semana durante 21 dias, e verificaram que a doxorrubicina ministrada com o novo tratamento reduziu significativamente o volume tumoral, em comparação com outros métodos com recurso a nanopartículas mas sem ondas de choque.

O tratamento combinado resultou também num maior teor de doxorrubicina ministrado diretamente nas células cancerígenas.

Os efeitos secundários mais frequentes do tratamento com doxorrubicina são os danos nos tecidos cardíacos, que foram significativamente menores nos animais tratados com nanopartículas, em relação aos verificados com os tratamentos tradicionais.

“Esta poderia ser uma estratégia viável para o tratamento deste e outros tumores sólidos agressivos em que a quimioterapia padrão permanece como única opção”, disse Maria Graziella Catalano, que liderou a equipa de investigadores.

“Dados os resultados promissores deste estudo pré-clínico e a falta de uma terapia padrão para o CAT, o próximo passo será a realização de ensaios clínicos com a esperança de melhorar o tratamento do cancro e qualidade de vida dos pacientes”, acrescentou.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Absolvidos médicos que não detetaram tumor cerebral em jovem de 19 anos

O Tribunal da Relação do Porto absolveu os quatro médicos que não diagnosticaram um tumor cerebral a uma jovem que acabou por morrer. O caso de Sara Moreira, a jovem de 19 anos que morreu com …

Isabel dos Santos está 100 milhões mais "pobre" (e uma das suas empresas em Portugal tenta evitar a falência)

A fortuna de Isabel dos Santos está avaliada em 2,2 mil milhões de dólares, o que a mantém como a mulher mais rica de África, mas a empresária angolana perdeu 100 milhões de dólares em …

Polícia indiana vai proteger Trump com fisgas (por causa dos macacos selvagens)

Polícia armada com catapultas foi designada para proteger o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de macacos selvagens durante a sua visita ao Taj Mahal, na Índia. Entre 500 e 700 macacos rhesus vivem no mausoléu …

Análises negativas a dois passageiros do navio Westerdam que chegaram a Lisboa

Dois residentes em Portugal que eram passageiros do navio MS Westerdam, que esteve atracado no Camboja, foram submetidos a análises laboratoriais para o novo coronavírus e os resultados foram negativos. Num comunicado divulgado hoje no seu …

Morreu o escritor Vasco Pulido Valente

O escritor e cronista morreu, esta sexta-feira, aos 78 anos de idade, em Lisboa. O Público, jornal no qual foi cronista desde a sua fundação, confirmou junto de fonte familiar que Vasco Pulido Valente morreu, esta …

Tribunal autoriza Tesla a derrubar floresta na Alemanha para construir fábrica

A justiça alemã permitiu à Tesla, empresa liderada por Elon Musk, destruir 92 hectares na Alemanha para construir uma fábrica de grandes dimensões. Esta será a sua primeira fábrica na Europa. Como informou o Deutsche Welle, citado …

Covid-19. Autocarros com ucranianos retirados da China recebidos à pedrada

Dezenas de manifestantes envolveram-se em confrontos com a polícia, esta quinta-feira, numa localidade no centro da Ucrânia, onde 70 pessoas vão ficar sob quarentena depois de terem regressado da China. Com receio da propagação do Covid-19, …

Músicos estrangeiros precisarão de visto e de poupanças para tocar no Reino Unido

A partir de 2021, os músicos estrangeiros que pretendam atuar no Reino Unido precisarão de visto. Três meses antes de submeterem o pedido, terão também de provar que têm 1000 libras (1180 euros) em poupanças, …

Tribunal Supremo Eleitoral recusa candidatura de Evo Morales ao Senado

O ex-Presidente da Bolívia considerou "um golpe contra a democracia" a decisão do Tribunal Supremo Eleitoral (TSE) de recusar a sua candidatura a senador nas eleições de maio. "A decisão do Tribunal Supremo Eleitoral é um …

Juízes exigem sindicância urgente ao sorteio na Relação de Lisboa

A Associação Sindical dos Juízes (ASJP) exigiu, esta sexta-feira, ao Conselho Superior da Magistratura (CSM) uma "sindicância urgente" aos procedimentos de distribuição de processos no Tribunal da Relação de Lisboa. A posição da Associação Sindical dos Juízes …