Cientistas recriaram a famosa onda gigante de Draupner em laboratório

Um grupo de cientistas conseguiu recriar em laboratório uma misteriosa onda gigante – a onda Draupner – contribuindo para uma melhor compreensão deste fenómeno capaz de afundar navios sem qualquer explicação aparente.

Para formar uma onda deste calibre, é preciso uma tempestade perfeita. A onda Draupner, que ocorreu no dia 1 de janeiro de 1995, na costa da Noruega, atingiu uns incríveis 25 metros de altura e apareceu repentinamente, sem qualquer aviso prévio.

Para perceber como é que estas ondas surgem sem avisar, uma equipa internacional de cientistas da Inglaterra, Escócia e Austrália reproduziu uma crista em escala da onda Draupner num tanque de laboratório.

Através desta experiência, os cientistas foram capazes de desmistificar a receita desta onda: para se formar, precisa que dois grupos de ondas menores se cruzem num ângulo de 120º.

Esta descoberta muda a visão dos cientistas sobre as freak waves, que passam assim “de um mero folclore para um fenómeno real credível”, afirmou Mark McAllister, investigador da Universidade de Oxford. “Ao recriar a onda Draupner em laboratório, aproximamo-nos um pouco mais da compreensão dos mecanismos potenciais desse fenómeno.”



Normalmente, existe um limite máximo em relação à altura de uma onda face à ondulação circundante. No entanto, perante um conjunto de circunstâncias específicas, podem ser geradas as chamadas “freak waves“, ondas gigantes que podem ter mais do dobro da altura das ondas normais.

Estas ondas foram consideradas durante muito tempo um mito, mas os dados e as várias pesquisas foram demonstrado que este é um fenómeno bem real.

Assim, quando as ondas do oceano quebram sob circunstâncias típicas, a velocidade do fluido (a velocidade e a direção da água) no topo da onda – a crista -, excede a velocidade da crista em si, disse McAllister à Live Science. Isso faz com que a água na crista ultrapasse a onda e depois caia à medida que a onda se rompe.

Todavia, quando as ondas se cruzam no tal ângulo, o comportamento de quebra da onda muda. À medida que as ondas se cruzam, a velocidade horizontal do fluido sob a crista da onda é cancelada. Desta forma, a onda resultante pode ficar mais alta sem colidir.

“Assim, a quebra não ocorre e a rutura ascendente do jato, como mostramos no nosso vídeo. E, aparentemente, este segundo tipo de quebra não limita a altura da onda da mesma forma”, explicou McAllister.

Na prática quando as ondas se cruzam em grandes ângulos, podem criar ondas monstruosas como a onda de Draupner.

Ainda assim, os cientistas ressalvam que não é necessariamente preciso que estas ondas se encontrem num ângulo de 120º. “No caso da onda Draupner, o ângulo foi de 120º. Mas em termos mais gerais, qualquer quantidade de travessia nos oceanos suportará ondas mais íngremes.”

A equipa espera que a sua investigação, cujos resultados foram recentemente publicados no Journal of Fluid Mechanics, crie a base para estudos futuros que possam ajudar os cientistas a prever estas ondas potencialmente catastróficas.

  ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Ora, desde McNamara e Hugo Vau, toda a gente sabe que na Nazaré (Portugal) há ondas de altura superior a 24 metros.

    • As ondas da nazaré são devido ao “canhão”.
      O relevo do fundo do oceano faz com que a ondas cresçam mais. É como uma rampa no fundo do mar, que empurra a água para cima.
      É uma situação que resulta da tipografia do terreno marinho e não de condições especiais de ângulos de ondas, logo só existe em sítios com estas caracteristicas.
      Quanto a estas ondas de Draupner podem ser “produzidas” em qualquer parte do oceano.

  2. Tens razão Filipe, os navios sabem onde fica o canhão da Nazaré ou outros sítios perigosos e não passam por ai, mas as ondas de Draupner podem acontecer em qualquer parte e por isso são mais perigosas devido à sua imprevisibilidade.

RESPONDER

Mosteiro medieval abriga o mais completo museu do circo da Europa

Nos salões de um mosteiro medieval na pitoresca localidade de Besalú, em Girona, alojou-se o Circusland - Palácio Internacional do Circo, o primeiro museu profissional da Europa que se dedica ao circo. O espaço conta com …

Livro de estreia de José Saramago publicado em castelhano pela primeira vez

O livro “Terra do Pecado”, que marcou a estreia na ficção de José Saramago, em 1947, vai ser lançado em Espanha na quinta-feira, no que é a primeira vez que a obra está disponível em …

A Citroën concebeu um skate inspirado na mobilidade urbana

O Citroën Skate é uma plataforma de veículos elétricos, totalmente autónoma, que pode ser equipada com diferentes tipos de cápsulas. A plataforma Citroën Skate quer revolucionar o transporte em meio urbano sem que seja necessário um …

Bebeu demais na noite anterior? Não é aconselhado tomar um parecetamol

A combinação de álcool e este tipo de medicação pode sobrecarregar o fígado e provocar danos hepáticos, refere uma especialista. Muitas das vezes cometem-se excessos com o álcool e, tendencialmente, os sintomas de desconforto surgem no …

Portugal 5-0 Luxemburgo | Manita com três de Cristiano

Goleada das grandes. Portugal recebeu o Luxemburgo e não permitiu as mesmas dificuldades do jogo da primeira volta. Aos 17 minutos a formação das “quinas” já vencia por 3-0, com duas grandes penalidades a ajudar, e …

Vantablack. A tinta preta mais preta do mundo já é vendida em peças (que se unem como legos)

Desde a substituição dos ecrãs verdes à pintura dos cenários do teatro, o futuro do entretenimento tem tudo a ver com a Ventablack - a cor preta mais preta do mundo. Nenhuma cor - ou, melhor …

Itália vai exigir passaporte sanitário a todos os trabalhadores a partir de sexta-feira

O primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, assinou hoje um decreto com as normas sobre a obrigatoriedade de os funcionários públicos exibirem o passe sanitário a partir de 15 de outubro nos locais de trabalho, medida que …

Está criado o primeiro iPhone com entrada USB — pelas mãos de um estudante de robótica

Ken Pillonel é estudante do mestrado em robótica do Swiss Federal Institute e implementou um sistema que daqui a uns meses pode tornar-se regra nos dispositivos da marca da maçã. Numa altura em que a União …

Autópsia revela que Gabby Petito morreu por estrangulamento. Namorado continua desaparecido

A autópsia ao corpo de Gabby Petito revela que a jovem foi estrangulada. O namorado, Brian Laundrie, que a acompanhava na viagem, continua desaparecido. Além de revelarem o motivo da morte da norte-americana, as autoridades também …

F1: piloto do carro médico continua a recusar vacina (e português beneficia)

Alan van der Merwe não esteve no Grande Prémio da Turquia e, provavelmente, não vai estar em mais nenhuma corrida em 2021. Um português foi chamado para o Grande Prémio da Turquia, na Fórmula 1: Bruno …