OMS autoriza tratamentos experimentais para o Ébola

usarmyafrica / Flickr

-

A comissão de ética da Organização Mundial de Saúde (OMS) aprovou esta terça-feira o uso de tratamentos experimentais no combate à febre hemorrágica Ébola.

“Perante as circunstâncias da epidemia e sob reserva de que determinadas condições sejam cumpridas, a comissão chegou ao consenso de que é ético oferecer tratamentos não homologados, cuja eficácia não é conhecida, nem os seus efeitos secundários, como tratamento potencial ou a título preventivo”, explicou a OMS.

O surto do Ébola já fez pelo menos 1.013 mortos na África Ocidental, segundo a OMS. Pelo menos 1.779 pessoas foram infectadas desde o início da epidemia, na Guiné, em fevereiro.

Libéria vai receber Zmapp

A Libéria receberá um medicamento experimental ainda não testado para tratar pessoas infectadas com o vírus Ébola, disse o governo local.

A presidente da Libéria, Ellen Johnson Sirleaf, requisitou aos Estados Unidos o uso do remédio Zmapp, da fabricante Mapp Biopharmaceutical. O governo americano afirmou ter colocado as partes em contato.

A empresa informou que o remédio será distribuído gratuitamente. O Zmapp foi administrado em dois funcionários humanitários nos EUA que apresentam sinais de melhora, assim como num padre infectado na Libéria. O padre Miguel Pajares faleceu hoje no hospital Carlos III da capital espanhola.

O medicamento, no entanto, só foi testado em macacos e ainda não foi avaliado com segurança em seres humanos.

‘Escolha entre risco e morte’

O governo liberiano disse estar ciente dos riscos associados ao Zmapp, mas salientou que a alternativa seria permitir a morte de mais pacientes.

“A alternativa de não testar (este tratamento) é a morte, uma morte certa”, disse à BBC o ministro da Informação do país, Lewis Brown.

“Achamos que os que foram infectados devem ter a aportunidade de ter (esse tratamento) testado, caso eles permitam”, disse.

“Sabemos que pode haver riscos, mas entre escolher um risco e escolher a morte, tenho certeza que muitos preferem o risco.”

Segundo Lewis Brown, os serviços de saúde do país estão sobrecarregados com doentes infectados. A situação já levou a que os profissionais mal equipados abandonassem o trabalho e instituições fossem fechadas.

Nos postos de controle nas duas regiões mais afetadas pelo surto no país – Lofa e Bomi – foram mobilizados soldados para restringir o movimento de cidadãos.

Testes polémicos

A Nigéria, no entanto, é exemplo de como testes clínicos podem ser controversos, disse o correspondente da BBC Will Ross, em Lagos.

Em 1996, a empresa farmacêutica Pfizer, dos EUA, realizou uma experiência com remédios durante um surto de meningite no qual cerca de 12 mil pessoas morreram no Estado de Kano, no norte do país, num período de seis meses.

Cem crianças receberam um antibiótico oral experimental chamado Trovan, que a empresa afirmou ter sido testado em mais de 5 mil pacientes. Onze crianças morreram e dezenas ficaram com sequelas, inclusive com danos cerebrais. A companhia foi processada pelo governo e pelas famílias.

A Pfizer argumentou que a meningite, não o remédio, era responsável pelas sequelas. Mas depois de longas batalhas jurídicas, chegou a um acordo multimilionário com o Estado de Kano. Em 2011, quatro famílias receberam as primeiras indemnizações.

“Uma diferença fundamental entre este surto do Ébola e o caso de 1996 é que, quando a Pfizer realizou os testes com Trovan, outro remédio contra a meningite já era amplamente utilizado”, disse Ross.

“Uma experiência falhada pode ter efeitos a longo prazo: não é por acaso que o norte da Nigéria é uma das poucas áreas do mundo onde a poliomielite ainda é endémica, já que o teste do Trovan contribuiu para elevar as suspeitas com a medicina ocidental.”

Voos proibidos

A OMS declarou o surto do Ébola, um vírus altamente contagioso, na África Ocidental uma emergência de saúde global.

A Costa do Marfim foi o segundo país a proibir todos os voos de passageiros dos três países mais afetados pela epidemia do vírus – Guiné, Libéria e Serra Leoa.

A Arábia Saudita já tinha colocado tal proibição numa tentativa de evitar a propagação do vírus.

A Nigéria, o país mais populoso de África, confirmou o décimo caso de Ébola na segunda-feira.

Não há cura para o Ébola, mas os pacientes têm maiores possibilidade de sobrevivência se receberem tratamento cedo

Os sintomas iniciais são semelhantes aos de uma gripe, mas a doença pode levar a hemorragias nos olhos e gengivas, e hemorragia interna que pode levar à falência de órgãos.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

44 jogos seguidos sem ganhar. Mas o presidente não está preocupado

O Atlético Mogi não vence qualquer jogo oficial há mais de quatro anos. Perdeu em 42 desses 44 duelos. 17 de Junho de 2017 foi o último dia em que o Atlético Mogi venceu um jogo …

Autárquicas: António Costa promete que os municípios terão mais mil milhões de euros

O secretário-geral do PS, António Costa, indicou hoje, em Celorico de Basto, no distrito de Braga, que os municípios “vão passar a ter, a partir de abril, mais mil milhões de euros que acompanham a …

Mais de trinta anos após ter sido lançada ao mar no Japão, mensagem em garrafa é encontrada no Hawaii

Durante uma viagem ao Hawaii, uma jovem de apenas 9 anos encontrou uma garrafa que foi lançada ao mar há mais de trinta anos. Esta continha uma mensagem que, posteriormente, acabou por revelar uma experiência …

Mais 939 infeções, sete mortes e nova redução nos internamentos

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 939 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, sete mortes atribuídas à covid-19 e nova redução nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos. De acordo com o boletim epidemiológico da …

Milionário norte-americano Robert Durst condenado por matar melhor amiga

O milionário norte-americano Robert Durst, tornado famoso por um documentário do canal HBO, foi condenado na sexta-feira num tribunal de Los Angeles, nos Estados Unidos, por matar a melhor amiga, um crime que remonta a …

Em Inglaterra, há crianças de 16 anos que vão passar a viver em alojamentos não regulamentados

A 9 de setembro, foi aprovada uma nova lei em Inglaterra, segundo a qual as crianças com 16 e 17 anos podem ser colocadas em alojamentos não regulamentados. O sistema de acolhimento de crianças inglês está …

Suspeitos numa mota sem matrícula dispararam na direcção de candidata do CDS

A candidata do CDS à Junta de Freguesia de Palmela, em Setúbal, foi surpreendida, na noite de sexta-feira, por disparos de caçadeira, protagonizados por "duas pessoas sem capacete", numa mota sem luzes, nem matrícula. O incidente …

Jerónimo diz que conquista de Guimarães só é possível "milho a milho"

O secretário-geral do PCP defendeu, esta sexta-feira, que a presença da CDU na autarquia de Guimarães só pode ser reconquistada “milho a milho”, na noite em que a dirigente do PEV Heloísa Apolónia integrou a …

Parlamento aprovou Constitucional em Coimbra (mas PS ainda pode chumbar a saída de Lisboa)

O Parlamento aprovou, na generalidade, a proposta do PSD para transferir o Tribunal Constitucional (TC) e o Supremo Tribunal Administrativo (STA) de Lisboa para Coimbra. Mas a mudança só poderá ser concretizada depois da votação …

Concluídas obras de segurança e consolidação da catedral de Notre-Dame em Paris

A fase de segurança e consolidação da catedral de Notre-Dame, em Paris, quase destruída num incêndio há mais de dois anos, terminou, dando lugar à etapa de restauro, anunciaram este sábado as autoridades. Em 15 de …