Oito das 57 armas Glock desaparecidas da PSP foram recuperadas

António Cotrim / Lusa

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita

Eduardo Cabrita afirmou no Parlamento que foram recuperadas oito das 57 armas Glock da PSP que desapareceram há cerca de ano e meio.

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, disse esta quarta-feira no Parlamento que foram recuperadas oito das 57 armas Glock que desapareceram há cerca de um ano meio da Direção Nacional da PSP, em Lisboa.

“Foram recuperadas, até ao momento, em operações distintas, sem nenhuma característica comum entre as mesmas, oito das 57 armas”, disse Eduardo Cabrita aos deputados da comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias. O ministro avançou que quatro armas foram recuperadas em Espanha, três das quais na Andaluzia e uma Ceuta, e outras quatro em Portugal.

“Não deve dizer mais sobre a investigação das circunstâncias e dos factos a que estão ligados, porque isso não ajudaria certamente sobre aquilo que são as investigações em curso sobre esta matéria”, sustentou ainda o ministro.

O governante esteve, na manhã desta quarta-feira, na comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais a pedido do PSD para explicar o caso do desaparecimento de 57 armas Glock da sede nacional da PSP, em Lisboa, no final de janeiro do ano passado.

“Estes factos têm mais de 18 meses e até agora nada mais de relevante foi conhecido, o Governo não deu mais informações. O Ministério da Administração Interna tem o dever de prestar esclarecimento e colocar um fim a estes longos meses de silêncio”, disse o deputado do PSD Carlos Abreu Amorim.

O ministro da Administração Interna respondeu que “não há qualquer inação, nem qualquer ausência de pretensão em não responder sobre esta matéria”. Eduardo Cabrita considerou “graves e inadmissíveis” os factos ocorridos, que devem ser “plenamente investigados”.

Aos deputados, o ministro garantiu também que se está a “fazer tudo para que algo semelhante jamais volte a acontecer”.

O caso remonta a janeiro de 2017, quando foi detetado o desaparecimento, do armeiro da sede da PSP, de 57 armas Glock após a apreensão de uma arma de fogo da polícia durante uma operação policial que decorreu no Porto.

Do depósito das armas da direção nacional da PSP, onde estão armazenadas algumas armas que não estão distribuídas aos polícias ou aquelas que pertencem a efetivo policial que não necessita de andar armado, foram também extraviadas, juntamente com as 57 Glock, os respetivos estojos, carregamentos e os kits de limpeza.

Na altura, foi feita uma participação ao Ministério Público e a realização de um inquérito interno na PSP para apuramento do que aconteceu e de uma auditoria na Inspeção-Geral da Administração (IGAI) para harmonização dos mecanismos de controlo de segurança do armazenamento de armas e munições das forças de segurança.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Colômbia pede que a Venezuela seja declarada como país promotor do terrorismo

A Colômbia pediu esta segunda-feira aos EUA que declarem a Venezuela como país promotor do terrorismo por alegadamente "proteger" guerrilheiros colombianos do Exército de Libertação Nacional (ELN) e do Grupo Armado Residual (Gaor 33, composto …

Treze meses depois, Coreias voltam a falar ao telefone

As comunicações telefónicas estavam cortadas entre as duas Coreias desde junho de 2020, mas os dois países retomaram os contactos esta terça-feira. As duas Coreias retomaram esta terça-feira a comunicação telefónica 13 meses depois de ter …

Benfica: Kaio Jorge não quer jogar em Portugal (e alínea pode impedir saída)

Santos aceitou proposta vinda da Luz mas o jovem avançado prefere o campeonato italiano. E ainda há uma alínea no contrato que vai ser analisada. O Benfica apresentou uma proposta pela contratação de Kaio Jorge, com …

Quase 70% dos internados em UCI têm menos de 59 anos

Quase 70% dos doentes com covid-19 em unidades de cuidados intensivos (UCI) têm menos de 59 anos, revelou a Ordem dos Médicos, indicando que em enfermaria os doentes abaixo dessa faixa etária são cerca de …

Reunião no Infarmed. Especialistas propõem plano de quatro níveis (e a máscara cai no nível 2)

A sede da Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed), em Lisboa, voltou a acolher mais uma reunião de peritos esta terça-feira. Foi apresentada uma proposta de alteração da matriz de risco. Portugal não está em condições de …

Mais de 11.300 suspeitas de reações adversas às vacinas registadas em Portugal

Mais de 11.300 suspeitas de reações adversas às vacinas contra a covid-19 foram registadas em Portugal e houve 68 casos de morte comunicados em idosos, mas não está demonstrada a relação causa-efeito, segundo o Infarmed. De …

Incêndios "sem precedentes" devastam Sardenha

Condições climatéricas adversas e severas, como altas temperaturas e ventos fortes, estiveram na origem dos incêndios florestais que se registaram em vários países do sul do continente europeu, como Itália, Espanha, França ou Grécia. A ilha …

Gabriel foi afastado do plantel e pode ser reforço de Rui Vitória

Jorge Jesus não conta com Gabriel para a próxima temporada e já colocou o médio a treinar à parte do plantel, acompanhado por um preparador físico. O Benfica está a trabalhar com o representante do jogador …

Governo quer reduzir para três o número de testemunhas em processos civis

O Governo quer reduzir para três o número máximo de testemunhas por cada facto que se queira ver provado em tribunal no âmbito de um processo, visando aumentar a celeridade e estabelecer um critério de …

Myanmar. Junta militar anula resultados das eleições de 2020

Militares entendem que a votação não foi "livre e justa". Anúncio da anulação das eleições de 2020 não foi acompanhado de uma data para a realização de um novo ato eleitoral — tal como seria …