Se o Mundo acabar, uma Caixa Negra indestrutível vai explicar o que nos aconteceu

6

O projeto Caixa Negra criou uma estrutura gigante em metal, colocada numa localização não revelada na ilha da Tasmânia, que vai preservar atualizações e análises científicas em tempo real, para que sejam descobertas no futuro.

A “caixa” vai incluir discos rígidos, alimentados por painéis solares, que vão documentar as alterações do mundo como o conhecemos.

De acordo com a Science alert, o projeto inclui informação relacionada com alterações climáticas, extinção de espécies, poluição ambiental e impactos na saúde.

Assim, se algum dia a sociedade que nos suceder encontrar o arquivo, vai ser capaz de reconstituir o que aconteceu ao nosso planeta.

“A menos que mudemos drasticamente o nosso modo de vida, as alterações climáticas e outros perigos provocados pelo Homem vão causar o colapso da nossa civilização”, lê-se no site do projeto Caixa Negra.

A construção vai registar “cada passo que dermos em direção a essa catástrofe“.

Desde conjuntos de dados, a interações relacionadas com a saúde do nosso planeta, as informações vão ser “continuamente recolhidas e armazenadas em segurança para as gerações futuras“, acrescenta o site.

A “caixa” relembra o design da famosa “Doomsday Vault” norueguesa, que armazena a maior coleção do mundo de biodiversidade agrícola, em Svalbard.

Enquanto o projeto norueguês é uma espécie de fortaleza concebida para proteger a agricultura no caso de “acontecer o pior“, a Caixa Negra funciona como um registo contínuo da trajetória do mundo em direção a esse futuro sombrio.

O projeto é um colaboração entre a Clemenger BBDO, The Glue Society e e investigadores da Universidade a Tasmânia.

Jim Curtis, da Clemenger, explicou à ABC que a ideia principal é o dispositivo sobreviver, no caso de a Terra colapsar devido às alterações climáticas, para que quem apareça depois aprenda com isso.

“A Caixa Negra também serve para responsabilizar os líderes mundiais e garantir que as suas ações ou inações sejam registadas”, acrescenta Curtis.

O projeto vai estar concluído em 2022, sendo que a “caixa” já se encontra parcialmente ativa, a gravar atualizações ambientais em tempo real, num teste beta.

Parte do objetivo da invenção é tentar afastar a humanidade de um cenário apocalíptico, e encorajar a sociedade a agir de forma mais responsável, em termos de consciencialização climática e ambiental.

“Quando as pessoas sabem que estão a ser gravadas, isso tem influência sobre aquilo que fazem e dizem“, realçou Jonathan Kneebone, da Glue Society, à ABC.

Num mundo com gelo a derreter, emissões de gases com efeitos de estufa e animais a entrar em extinção, é necessário “assumir responsabilidade por gerações futuras e inspirar ações urgentes“, relembram os criadores da Caixa Negra.

“Como esta história termina, só depende de nós“.

  ZAP //

6 Comments

  1. “Se o Mundo acabar, uma Caixa Negra indestrutível vai explicar o que nos aconteceu”

    O que fizeram às caixas das anteriores civilizações? Nada!
    O poder mundial chamada elite, fez e faz o que querem com a informação, sem que ninguém saiba nada, foi, é e será sempre assim, o tal ciclo vicioso da vida …

    Mas os filmes científicos falam muito do que fomos, somos e seremos, basta um olhar atento e cruzar dados…

  2. Estranho como os Humanos modernos existem há 40-20mil anos, e antes disso já existiram diversos eventos de extinção massiva.
    Mas dentro da ignorância das massas, existe sempre margem para vender a banha da cobra (tal como cura da calvície e da juventude eterna).

    O Problema das pessoas é mesmo falta de cultura e de pensamento critico, excesso de necessidade de querer pertencer ao pensamento global e pouco conhecimento de historia.

    Um pouco de cultura para vocês.. Sabiam que inicialmente as pessoas (com o objetivo de educar) que fizeram a tradução da bíblia do Latim para as línguas das massas, foram punidos com morte, pois permitiram que as pessoas comuns tivessem acesso aos conteúdos controversos que lá estavam?

  3. A menos que mudemos drasticamente o nosso modo de vida, as alterações climáticas e outros perigos provocados pelo Homem vão causar o colapso da nossa civilização.
    Está tudo numa frase.

  4. Que lindo o piu piu…amo muito mais os animais que ALGUNS seres humanos…porque também não se pode generalizar de modo que nós percamos o sentido humanitärio em nós….

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.