O novo Batman tem quase três horas — e os fãs não estão contentes

Seguidores das sagas de super-heróis temem que os estúdios de Hollywood estejam a privilegiar a quantidade das suas produções em detrimento da qualidade.

É recorrente dizer-se que as novas gerações, face ao contacto com a internet, têm tendência para o imediatismo, com a sua capacidade de atenção a ser moldada pelos conteúdos breves que consomem em redes sociais como o Twitter ou o TikTok. No entanto, os responsáveis pela produção do novo filme da saga Batman não parecem importados com esta questão, já que, segundo a The Hollywood Reporter, este terá, nada mais nada menos, do que 2 horas e 55 minutos — oito dos quais apenas para os créditos finais.

Esta duração é superior à dos Vingadores: Guerra do Infinito (duas horas e 29 minutos), mas inferior à dos Vingadores: Endgame (três horas e dois minutos). A diferença para os dois grandes títulos da Marvel é que estes são protagonizados por mais de uma dezena de personagens, sendo preciso dar tempo de antena a todos. Esta premissa está a deixar muitos fãs descontentes e a acusar os estúdios de confundirem quantidade com qualidade.

Para muitos, a complexidade das histórias não justifica uma duração tão longa, sobretudo depois de um contexto de pandemia, em que muitos dos lançamentos ocorreram diretamente para as plataformas de streaming, permitindo aos espectadores interromper as visualizações sempre que assim o entenderem, por exemplo.

A expectativa está, ainda assim, em alta entre os fãs para o novo Batman, com estreia prevista para 3 de março, já que será a primeira vez que poderão ver Robert Pattinson no papel principal. Do elenco fazem ainda parte nomes como Colin Farrell, Zoë Kravitz, Paul Dano ou Jeffrey Wright.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE