O futebol português está de volta. Uma corrida de dois cavalos e a montra para Amorim

A bola volta hoje a rolar em Portugal após a interrupção devido à pandemia de covid-19. Regresso o futebol que tão bem conhecemos, mas de uma forma como nunca vimos antes.

Estádios desertos e jogos quase todos os dias são algumas das diferenças que vão marcar as últimas dez jornadas da Primeira Liga portuguesa.

Além do recinto do Famalicão, foram já aprovados pela Direção-Geral da Saúde o Estádio da Luz (Benfica), Estádio do Dragão (FC Porto), Estádio José Alvalade (Sporting), Estádio D. Afonso Henriques (Vitória de Guimarães), Estádio João Cardoso (Tondela), Estádio do Marítimo, Estádio Municipal de Braga, Portimão Estádio, Cidade do Futebol (FPF), Estádio Capital do Móvel (Paços de Ferreira), Estádio Cidade de Barcelos (Gil Vicente), Estádio do Bessa (Boavista), Estádio do Rio Ave, Estádio do Desportivo das Aves e o Estádio do Bonfim (Vitória de Setúbal).

O Belenenses SAD e o Santa Clara já anunciaram que vão jogar na Cidade do Futebol, em Oeiras, faltando a definição do local onde vai jogar o Moreirense.

O jogo entre Portimonense e Gil Vicente, esta quarta-feira, às 19h, vai marcar o regresso do futebol. O Famalicão recebe o FC Porto, às 21h15. Na quinta-feira, o SL Benfica recebe o Tondela, às 19h15, e o Sporting CP viaja até Guimarães para defrontar o Vitória SC, às 21h15.

Jogo Dia Hora
Portimonense – Gil Vicente 3 de junho 19:00
Famalicão – FC Porto 3 de junho 21:15
Marítimo – Vitória FC 4 de junho 19:00
Benfica – Tondela 4 de junho 19:15
Vitória SC – Sporting CP 4 de junho 21:15
Santa Clara – SC Braga 5 de junho 21:00
Aves – Belenenses 6 de junho 19:00
Boavista – Moreirense 6 de junho 21:15
Rio Ave – Paços de Ferreira 7 de junho 21:00

 

O clássico entre FC Porto e Sporting, relativo à 32.ª jornada, está previsto para dia 15 de julho, quarta-feira, às 21h30. A última jornada coloca frente-a-frente Benfica-Sporting e Braga-Porto. O dia e a hora dos encontros ainda não foram definidos.

Desde o início dos treinos até ao final do campeonato, todos os jogadores terão de se manter confinados nas suas próprias casas, limitando o risco de infeção. As deslocações dos intervenientes devem “restringir-se ao trajeto domicílio-clube/competição-domicílio, lê-se no parecer técnico da DGS para o regresso ao futebol.

Até ao início das competições, os jogadores das equipas terão que realizar dois testes laboratoriais ao novo coronavírus, de forma a confirmar “que estão clinicamente aptos”. Além disso, antes de cada partida, vão ser submetidos a dois testes.

As cinco substituições por jogo, em três momentos, estavam a ser pensadas para a Liga NOS. No entanto, depois das contestações de Benfica e Marítimo, a norma caiu por terra.

Benfica e Marítimo manifestaram a preocupação pelo facto de poder haver legitimidade para um clube impugnar o campeonato, uma vez que a norma foi decidida em sede de direção da Liga quando este tipo de decisões têm que ser tomadas em Assembleia Geral (AG).

Assim, a Liga de Clubes resolveu retirar a norma do Plano de Retoma, mantendo-se as 3 substituições e 7 jogadores no banco.

Em relação às competições com recurso ao VAR, estas podem cessar a sua utilização na retoma, ficando ao critério de cada organizador.

Corrida de dois cavalos ao título

Olhando para a tabela classificativa, parece praticamente consensual admitir que neste momento há dois possíveis candidatos ao título: o FC Porto e o SL Benfica. Este cenário não é novo e tem sido recorrente nos últimos anos. Apenas ocasionalmente Sporting CP ou SC Braga conseguem interferir nos planos de ‘dragões’ e ‘águias’.

O Famalicão começou a época de regresso à Liga NOS da melhor forma possível, mantendo-se nos lugares cimeiros durante grande parte da temporada. Entretanto, uma quebra de forma da equipa levou os minhotos a descerem para o sétimo lugar, deixando-se ultrapassar por Vitória SC, Rio Ave, Sporting CP e SC Braga.

Para além dos famalicenses, também vimaranenses e vilacondenses vão lutar por um lugar na Europa. Ainda restam muitos encontros até o fim da época e há muito em jogo.

Os ‘azuis e brancos’ lideram por apenas um ponto, com o Benfica agarrado à sua perna. O emblema do Dragão procura reconquistar o título perdido na época passada, precisamente para os ‘encarnados’. Ambos já estão fora das competições europeias, podendo focar-se unicamente no campeonato.

Até ao fim da época, o FC Porto ainda tem alguns desafios complicados. Famalicão, Sporting CP e SC Braga são os três jogos mais difíceis que ainda têm pela frente. Os benfiquistas, por sua vez, têm jogos árduos contra Rio Ave, Famalicão, Vitória SC e Sporting CP.

A luta pela manutenção no principal escalão do futebol português também se mantém acesa. Como se pode observar pela classificação, CD Aves, Portimonense e Paços de Ferreira são os três emblemas que quase sempre ocuparam os lugares do fundo da tabela.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Aves e Portimonense, com 13 e 16 pontos respetivamente, são as equipas que terão de dar mais à perna para conseguirem evitar a despromoção. O emblema da Capital do Móvel está um lugar acima da linha de água, mas leva uma vantagem ‘segura’ de seis pontos.

Montra para Rúben Amorim

O resto do campeonato ainda poderá servir de montra para Rúben Amorim. O jovem técnico ainda não teve propriamente grandes oportunidades de se mostrar no Sporting. Chegou pouco antes da interrupção do campeonato devido à pandemia de covid-19, tendo comandando a equipa em apenas uma partida. O Sporting venceria o Desportivo das Aves nesse único encontro.

Amorim tenta implementar um sistema de três centrais, em que os ‘leões’ ainda não estão habituados a jogar. No seu único jogo pelo Sporting, o treinador fez alinhar Mathieu, Coates e Ilori no centro da defesa.

Em Braga, Rúben Amorim fez um brilharete nos escassos 13 jogos em que comandou os minhotos. As dez vitórias conquistadas foram suficientes para mostrar todo o seu talento e valeram-lhe uma transferência para Alvalade, que custou aos cofres leoninos 10 milhões de euros. É o terceiro treinador mais caro da história do futebol.

Com dez jornadas até ao fim do campeonato, muito ainda pode mudar na tabela classificativa. As equipas chegam numa espécie de pé de igualdade no que toca à sua forma. Esta interrupção foi quase como um reset, que deixou as equipas respirar fundo e focar nos objetivos traçados.

DC, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Dois a dar no cavalo? Deviam ter vergonha.
    O Rúben Amorim irá para Amsterdão onde tem melhores montras e mais adequadas à sua pessoa.
    Quanto aos 10 milhões ainda não custaram nada aos cofres leoninos, se é que tais coisas existem.

RESPONDER

Cidade japonesa acaba de proibir a utilização de telemóveis enquanto se caminha

A cidade japonesa de Yamato acaba de aprovar uma proposta de lei que proíbe as pessoas de utilizarem telemóveis enquanto caminham. A cidade, localizada num subúrbio de Tóquio, entende que os telemóveis são um risco …

MIT apagou base de dados popular que ensinou IA a ser racista e sexista

O Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, viu-se obrigado apagar uma base de dados de treinamento de Inteligência Artifical (IA) depois de esta ensinar vários algoritmos a usar insultos racistas e sexistas. …

Escola Básica e fábrica de Paços de Ferreira encerradas, com nove casos positivos

A Escola Básica n.º 2 e a Fábrica de Lacados Abrelac, em Paços de Ferreira, Porto, foram encerradas após diagnosticados nove casos de covid-19 para “prevenção” e para “interromper as cadeias de transmissão”, disseram hoje …

Mais nove mortes e 328 casos confirmados em Portugal

Portugal regista hoje mais nove óbitos por covid-19, em relação a sábado, e mais 328 casos de infeção confirmados, dos quais 254 na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo os dados da Direção-Geral …

Cientistas criam miniatura de ondas de choque de supernovas (e quase desvendam um mistério)

Esta versão em miniatura das ondas de choque das supernovas pode ter ajudado os cientistas a chegar muito perto da resolução de um antigo mistério cósmico. Uma equipa de investigadores do Departamento de Energia do Centro …

Na Indonésia, são os recém-licenciados quem mais vai sofrer com o impacto económico da covid-19

A covid-19 continua a desacelerar a economia na Indonésia e pode causar graves impactos nos recém-licenciados que entram no mercado de trabalho pela primeira vez. Na Indonésia, o crescimento económico diminuiu para 2,97% durante o primeiro …

Mudanças climáticas ameaçam 60% das espécies de peixes do mundo

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Alfred Wegener, na Alemanha, sugere que as mudanças climáticas podem destruir mais espécies de peixes do que se pensavam anteriormente. Se as temperaturas globais subirem …

Engenheiros desenvolvem célula de combustível duas vezes mais eficiente do que a de hidrogénio

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo processo para uma célula de combustível que funciona com o dobro da tensão das células a combustível tradicionais de hidrogénio. O novo …

Preços das bebidas concertados durante anos. Seis supermercados sob suspeita de cartel

Seis grupos de distribuição alimentar e dois fornecedores de sumos, vinhos e outras bebidas, foram acusados pela Autoridade da Concorrência de concertarem preços durante vários anos em prejuízo do consumidor. "Após investigação, a Autoridade da Concorrência, …

Sindicato denuncia mobilização forçada de médicos para tratar surto de Reguengos de Monsaraz

O Sindicado dos Médicos da Zona Sul (SMZS) denunciou hoje o que diz ser uma “mobilização forçada de médicos” pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo para o combate ao surto de covid-19 de …