O estrume dos grandes dinossauros herbívoros fertilizou o mundo

Bogdanov / Wikimedia

Alamosaurus Dinosaur, (Bogdanov, 2006)

Segundo um estudo publicado esta semana, os dinossauros herbívoros de grande porte podem ter desempenhado um papel crucial na dispersão de nutrientes vitais, ajudando a fertilizar a Terra.

Como seria o mundo se nunca tivessem existido dinossauros? Christopher Doughty, investigador da Universidade do Norte do Arizona, nos Estados Unidos, estuda há 10 anos animais de grande porte.

Na sua mais recente investigação, publicada na Nature Ecology and Evolution, Doughty procurou dar resposta a essa questão, tentando identificar o papel que estes animais desempenharam na fertilização do planeta.

Doughty sugere que “os grandes animais foram fundamentais na propagação da fertilidade no mundo inteiro”.

No entender do investigador norte-americano, a melhor maneira de provar a sua teoria é “comparar a fertilidade no mundo durante o período Cretáceo, há cerca de 145-79 milhões de anos, com a que se verificou durante o período Carbonífero, cerca de 360-300 milhões de anos atrás” – período da história da Terra anterior ao aparecimento dos grandes herbívoros de quatro patas.

A principal diferença entre estes dois períodos reside na existência de saurópodes – os maiores herbívoros que já existiram – durante o período Cretáceo.

Quando as plantas morriam, ficavam soterradas antes de ser decompostas, e os seus sedimentos originavam a formação de carvão. Christopher Doughty reuniu amostras de carvão por toda a extensão do território dos EUA a fim de medir a composição do mineral.

Após analisar as amostras, Doughty verificou que os nutrientes que as plantas necessitam em maior quantidade – nomeadamente fósforo – eram mais abundantes e estavam melhor distribuídos no solo durante o Cretáceo, durante o qual enormes dinossauros herbívoros vagueavam sobre a Terra.

Em contrapartida, o mesmo não aconteceu com os elementos que não são necessários às plantas e aos animais. Os dados mostraram por exemplo que a abundância e distribuição de alumínio foram as mesmas durante os dois períodos estudados.

Ao provar que nutrientes como o fósforo eram mais abundantes e estavam melhor distribuídos, ao contrário do que se constatou com o alumínio, a descoberta parece confirmar que os grandes herbívoros contribuíram para espalhar nutrientes pelo planeta e, consequentemente, aumentar a fertilidade da vida vegetal.

Os dinossauros herbívoros do Cretáceo, que percorriam enormes distâncias, foram assim grandes responsáveis pela fertilização do solo e homegeneização dos nutrientes na Terra  – para grande agrado das plantas de todo o planeta que, expostas a mais elementos nutritivos, crescem mais rapidamente, originando florestas exuberantes.

Hoje, os grandes herbívoros estão a desaparecer. Esta extinção resulta, diz Doughty, numa diminuição da rede global de distribuição de nutrientes.

“Estamos a perder, a um ritmo surpreendente, os herbívoros de grande porte que ainda nos restam, como é o caso dos elefantes florestais. Esta perda irá prejudicar criticamente o funcionamento futuro dos ecossistemas, reduzindo a sua fertilidade”, sustenta o investigador.

LM, ZAP // IBTimes

PARTILHAR

RESPONDER

Família de Prince vai processar hospital que tratou músico dias antes de morrer

A família apresentou o processo por morte por negligência contra um médico e um farmacêutico do Trinity Medical Center, nos Estados Unidos, o hospital que assistiu Prince antes de morrer. Os herdeiros de Prince vão processar …

Acordo suspende julgamento de Rúben Semedo por crime de agressão

O julgamento do futebolista português do Villarreal, por uma alegada agressão no exterior de uma discoteca, foi suspenso, esta terça-feira, para as duas partes chegarem a acordo. Rúben Semedo, de 23 anos, é acusado de agredir …

250 padres vão aprender a exorcizar no Vaticano

Cerca de 250 padres, vindos de 50 países, chegaram a Roma para, entre outras coisas, aprender a identificar uma "possessão demoníaca", ouvir testemunhos de colegas e conhecer os rituais para a "expulsão de demónios". A prática …

Santa Maria impedido de formar internos de otorrino

A Ordem dos Médicos decidiu que o Hospital Santa Maria, em Lisboa, fica impedido de formar internos na especialidade de otorrinolaringologia, confirmou à Lusa o presidente do colégio de especialidade. Artur Condé disse que, "até nova …

Maçã fatiada na mala de mão valeu multa de 500 dólares a passageira

500 dólares, ficar sem o visto "global entry" e ter de ser revistada para o resto da vida foi o preço que Crystal Tadlock teve de pagar por levar uma maçã fatiada na mala de mão. Crystal …

Ex-Presidente Bush hospitalizado um dia após funeral da mulher

O ex-Presidente norte-americano, de 93 anos, foi hospitalizado no Texas no domingo, um dia após as exéquias da mulher, devido a "uma infeção que se disseminou no sangue". "O Presidente Bush foi admitido no hospital Houston …

IKEA avisa clientes por lapso no fabrico de placa de fogão

Uma falha no injetor de um dos bicos de uma placa de fogão vendida pelo IKEA levou o grupo sueco a pedir aos clientes que tenham comprado o produto antes de 1 de janeiro deste …

PS pressionado pelo governo brasileiro por causa de Lula. "É tudo falso"

O professor Boaventura de Sousa Santos garante que Ana Catarina Mendes, faltou a um evento solidário por pressão do governo brasileiro. "É falso", desmente a secretária-geral adjunta do PS. Boaventura Sousa Santos, diretor do Centro de …

Bruxelas multa Altice em 124 milhões de euros por compra da PT Portugal

A Comissão Europeia sanciona a multinacional Altice com o pagamento de uma multa de 124,5 milhões de euros por violação das regras comunitárias, no âmbito da compra da PT Portugal, operação que concretizou antes da …

Com 12 anos, apanhou um comboio, dois aviões e foi para Bali sozinho

Drew, nome fictício, é um menino de 12 anos, natural de Sydney que não gostou de ouvir a mãe a dizer não a uma viagem a Bali. Pôs os pés ao caminho e foi sozinho. Drew, …