Polvos deram à costa e invadiram praia do País de Gales

Duas dezenas de polvos deram à costa, na última sexta-feira, numa praia de Ceredigion, no País de Gales, surpreendendo os moradores e especialistas com este comportamento estranho.

Segundo a BBC, Brett Stones, que gere a SeaMôr Dolphin Watching Boat Trips, avistou cerca de 25 polvos na praia de New Quay, quando regressava de um dia no mar.

“Havia provavelmente 20 ou 25 na praia. Nunca os vi assim fora da água“, conta.

De acordo com a emissora britânica, a quantidade de polvos na costa gaulesa tem aumentado devido ao declínio das populações de bacalhau, um dos seus principais predadores. Também costumam ser uma boa presa para os golfinhos.

“Talvez estejam a ficar confusos por causa das luzes brilhantes do porto de New Quay ou a morrer por causa do verão ou das recentes tempestades”, alega Stones.

“Nós costumamos ter baldes com lagosta e, às vezes, os polvos tiram a isca, mas são muito sorrateiros. É muito raro conseguir vê-los“, explica ainda.

À BBC, Stones diz que ajudou a recolher alguns do animais que estavam completamente fora de água e que os devolveu ao mar mas que, apesar de todos os esforços, outros já se encontravam mortos no sábado de manhã.

Em declarações ao The Telegraph, James Wright, técnico do National Marine Aquarium, em Plymouth, afirma que a presença destes animais nas praias “não corresponde ao seu comportamento normal“.

“Apareceram nas redes sociais alguns vídeos que mostram polvos a sair do mar durante a noite para caçar, mas observá-los a arrastar-se nestas quantidades é bastante incomum”.

“Como as áreas onde foram encontrados coincide com as duas zonas onde passaram as tempestades Ophelia e Brian, podemos supor que isso os tenha afetado”, explica.

“Pode ser simplesmente uma consequência de lesões sofridas nas tempestades ou alguma sensibilidade a mudanças na pressão atmosférica”, declara o técnico ao jornal britânico.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.