A NASA apresentou o seu plano para destruir o asteróide do fim do mundo

Detetar e destruir: este é o novo plano da NASA para afastar asteróides potencialmente perigosos da Terra. A agência espacial norte-americana acredita que pode destruir asteróides ou quaisquer outros objetos espaciais indesejados.

Na quarta-feira, o Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia dos EUA divulgou um relatório no qual descreve como é possível proteger a Terra de asteróides que representem um perigo real para a Humanidade, de acordo com a AP.

Segundo o especialista da NASA responsável pela defesa planetária, Lindley Johnson, os cientistas já descobriram 95% de todos os objetos na proximidade da Terra com diâmetro superior a um quilómetro. No entanto, alerta que os objetos espaciais não precisam de ser grandes para terem uma força destrutiva – tal como aconteceu quando caiu o meteorito de Chelyabinsk a 15 de fevereiro de 2013.

O diâmetro deste meteorito era apenas de 20 metros, mas libertou um poder explosivo equivalente a 500 mil toneladas de TNT,  30 vezes a energia libertada pelas bombas nucleares lançadas sobre as cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki em 1945.

De acordo com o relatório divulgado, se um desses meteoritos caísse diretamente sobre uma cidade populosa, mataria milhões de pessoas.

No entanto, este assunto implica várias dificuldades. De acordo com Johnson, para prevenir a ameaça proveniente da queda de um asteróide ou meteorito, é necessário saber com antecedência quando é que o corpo celeste chegaria à Terra, e o seu local de impacto.

Nesse caso será possível construir uma nave especial para intercetar o asteróide ou evacuar a população do lugar da sua possível queda. Além disso, o especialista sublinha que há numerosos objetos perigosos, que voam em torno do Sol e se aproximam de nós do lado iluminado pela luz do dia.

Projeto HAMMER

A NASA já tinha divulgado um plano, conhecido como HAMMER, para destruir objetos espaciais potencialmente perigosos. Este plano consiste em enviar uma nave até ao asteróide, para que esta penetre no objeto perigoso e detone uma carga nuclear, destruindo-o.

Este plano deveria ser aplicado se o asteróide não fosse detetado a tempo. Caso possa ser detetado, os cientistas também enviarão a nave, mas com uma carga convencional.

O HAMMER – Hypervelocity Asteroid Mitigation Mission for Emergency Response – é fruto da colaboração entre a Administração Nacional de Segurança Nuclear dos EUA, a NASA e os departamentos de energia de duas empresas norte-americanas. Até o momento, o plano  continua apenas a ser um projeto, não tendo ainda a nave sido construída.

Existe ainda outro projeto elaborado pela NASA e pelo Laboratório de Física Aplicada da Universidade Johns Hopkins, nos EUA, que prevê ações necessárias para afastar asteróides que sejam grandes demais para serem destruídos –  trata-se do Teste de Reorientação de Asteroides Duplos (DART).  O DART será a primeira missão da NASA que prevê o ataque contra um asteróide para mudar a trajetória de seu voo.

Estes planos são na prática retratados em filmes de ficção científica como Armageddon, com Bruce Willis, ou Deep Impact, com Morgan Freeman. Em ambos os casos, a humanidade reage à chegada iminente do “meteorito do fim do mundo” enviando ao seu encontro uma nave (ou duas, no caso de “Armageddon”) com a missão de o destruir.

Mas pelo menos na ficção científica, este conceito não é propriamente novo. Há quase 40 anos, já o filme Meteor, com Sean Connery , explorava a ideia de enviar uma nave espacial carregada de armas nucleares ao encontro de um asteróide potencialmente apocalíptico.

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Descoberta enguia que tem a maior descarga elétrica alguma vez vista

Foram descobertas duas novas espécies de enguias elétricas (Electrophorus electricus), sendo que uma delas tem a maior descarga elétrica alguma vez vista num animal, com uma potência de 850 volts. Podendo chegar a 2,5 metros de …

Nova tecnologia consegue gerar eletricidade através das noites frias

Cientistas da Universidade de Stanford e da Universidade da Califórnia em Los Angeles construíram um dispositivo que consegue gerar eletricidade através do frio sentido durante a noite. Há dois anos, numa noite gelada de dezembro, num telhado da Califórnia, …

Descoberto um mundo subterrâneo perdido no meio da Antártida

Durante as primeiras expedições na Antártida, exploradores polares descobriram uma caverna de gelo "perdida" com três andares, vários lagos e um rio. A formação geológica foi encontrada na ilha Galindez, onde estão baseados os exploradores da …

Boavista 1-1 Sporting | Duelo felino de portas fechadas

O Sporting foi ao Estádio do Bessa perder mais dois pontos. Após a derrota em casa com o Rio Ave na ronda anterior, que valeu o despedimento a Marcel Keizer, Leonel Pontes estreou-se no banco …

Durante a Guerra Fria, os melhores agentes da CIA não eram humanos

A CIA desclassificou dezenas de documentos da época da Guerra Fria, que revelam detalhes das suas missões. A agência de inteligência norte-americana não apostava só em humanos. De acordo com a agência France-Press, os documentos revelam …

Israel vai (outra vez) a votos e Netanyahu enfrenta novo teste à sobrevivência política

Benjamin Netanyahu, o primeiro-ministro há mais tempo em funções em Israel, enfrenta um novo teste à sua capacidade de sobrevivência nas legislativas de terça-feira e não tem desperdiçado oportunidades para atrair eleitores. As questões de segurança …

Hugo Soares na campanha, "para que o resultado do PSD possa ser o melhor possível"

O deputado e ex-líder parlamentar do PSD Hugo Soares manifestou-se disponível para fazer campanha pelo partido "sempre que for convidado", como aconteceu este sábado, em Pombal, a convite da cabeça-de-lista por Leiria Margarida Balseiro Lopes. O …

Portimonense 2-3 Porto | Susto resolvido nos descontos

O FC Porto sofreu a bom sofrer para somar os três pontos no Algarve. Os dragões acabaram por chegar à vitória aos 98 minutos, por Iván Marcano, colocando lógica no marcador, se tivermos em conta …

Astrónomos viram "bolhas" gigantes no buraco negro da Via Láctea

Uma equipa internacional de astrónomos descobriu um dos maiores fenómenos já observados no centro da Via Láctea: duas "bolhas" gigantes, emissoras de ondas de rádio, acima e abaixo da região central da nossa galáxia. Segundo o …

Aveiro. Há 170 casos de violência doméstica parados por falta de magistrados

Uma procuradora com 170 casos de violência doméstica em mãos entrou de baixa e o Ministério Público de Aveiro não tinha magistrados para a substituir. Segundo o Jornal de Notícias, mais de 170 inquéritos sobre violência …