Novo filtro revolucionário de grafeno pode resolver a crise mundial da água

(dr) Monash University

Um investigador analisa a reacção à água de diferentes derivados de grafeno

Um novo tipo de filtro de grafeno desenvolvido por investigadores da Universidade Monash, na Austrália, e da Universidade de Kentucky, nos EUA, pode garantir acesso a água limpa e segura, e tornar-se a chave para gerir a crise mundial da água.

O novo filtro de grafeno permite que a água e outros líquidos sejam filtrados até nove vezes mais rapidamente do que com os actuais filtros comerciais.

A falta de acesso a água limpa e segura é um dos maiores riscos para a sociedade na próxima década.

No entanto, este premente risco ambiental poderia ser mitigado com desenvolvimento deste filtro de grafeno, cuja resistência e estabilidade permite o seu uso por períodos prolongados, em ambientes corrosivos, e com menos manutenção do que os outros filtros disponíveis no mercado.

De acordo com o professor Mainak Majumder, investigador da Universidade de Monash, a chave para o novo filtro foi desenvolver uma forma viscosa de óxido de grafeno.

“Esta técnica cria um arranjo uniforme no grafeno, e a uniformidade dá aos nossos filtros propriedades especiais”, explica o cientista, citado pela Phys.org.

(dr) Monash University

Textura do filtro de fibra de grafeno

Textura do filtro de fibra de grafeno

O produto pode filtrar qualquer partícula que seja maior do que um nanómetro, ou seja, cerca de 100.000 vezes menor do que a largura de um cabelo humano.

Os filtros de grafeno podem ser produzidos muito mais rapidamente e em tamanhos maiores, o que é crítico para aplicações comerciais.

A técnica poderia ser usada para filtrar produtos químicos, vírus, bactérias e toda uma variedade de líquidos, podendo ser usada para purificar água, produtos lácteos ou vinho, ou na fabrico de produtos farmacêuticos.

O revolucionário grafeno é uma estrutura de átomos de carbono tão fina que é considerada bidimensional. É considerado um “material maravilha”, por causa das suas características incríveis e da variedade das suas potenciais aplicações.

Esta é a primeira vez que um filtro de grafeno é produzido em escala industrial, um problema que preocupava a comunidade científica internacional.

Os resultados do estudo foram publicados a semana passada na revista Nature.

“Tem sido uma corrida para ver quem consegue desenvolver primeiro esta tecnologia, porque até agora os filtros de grafeno só podiam ser usados em pequena escala em laboratório”, diz Abozar Akbari, um dos investigadores envolvidos no estudo.

O próximo passo é agora patentear o produto e testá-lo contra contaminantes particulares.

ZAP / HypeScience

PARTILHAR

RESPONDER

Venezuela apela à denúncia de pessoas com sotaque estrangeiro no país

O Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), o partido do Governo do Presidente, Nicolás Maduro, apelou na terça-feira aos venezuelanos que informem sobre a presença no país de pessoas com sotaque estrangeiro. O pedido foi feito …

A radiação do seu telemóvel pode estar a matar insetos

Um novo estudo sugere que a radiação dos telemóveis pode ter contribuído para o declínio dramático das populações de insetos na Europa nos últimos anos. A radiação eletromagnética dos telemóveis e as redes Wi-Fi podem ser …

A água é, em simultâneo, dois líquidos num só

O super-resfriamento da água líquida a temperaturas mais baixas do que as alcançadas anteriormente revelou novas evidências de que a água pode existir como dois líquidos diferentes ao mesmo tempo. Uma equipa do Pacific Northwest National Laboratory …

Descoberto novo tipo de planeta no Deserto Neptuniano. Tem um "ano" que dura 19 horas

Uma equipa de cientistas da Universidade do Chile acaba de descobrir um novo tipo de exoplaneta, com um período orbital de 19 horas. Em comunicado, a equipa precisa que o planeta, batizado de LTT 9779 …

Veneno de tarântula pode ser benéfico no tratamento de dores viscerais

Uma equipa de investigadores australianos identificou dois peptídeos do veneno da tarântula, que podem ajudar a aliviar dores em órgãos do sistema digestivo. Há algum tempo que os cientistas investigam a funcionalidade do veneno em doenças, …

Cientistas propõem reciclar beatas de cigarro para fazer tijolos

Os cientistas afirmam que se apenas 2,5% dos tijolos produzidos em todo o mundo, anualmente, incluíssem 1% de beatas, seria possível reciclar todas as pontas de cigarro a nível global. Um grupo de investigadores da Escola …

Taxa de natalidade desce quase um terço em cidade chinesa

As autoridades chinesas reconheceram oficialmente que a taxa de nascimentos em Xinjiang, cidade situada no noroeste da China, desceu quase um terço em 2018, comparada com o ano anterior. De acordo com a CNN, o governo …

Dynetics revela o módulo lunar do programa Artemis (incluindo o interior)

A empresa norte-americana Dynetics revelou, no dia 15 de setembro, um modelo em escala real do módulo lunar especialmente projetado para levar os astronautas da NASA à Lua já em 2024, como parte do programa …

Polícia de Nova Iorque de origem tibetana acusado de espiar ao serviço da China

Um polícia nova-iorquino originário do Tibete foi acusado de espionagem pelas autoridades norte-americanas por, supostamente, ter recolhido para o Governo chinês informações sobre a comunidade tibetana em Nova Iorque. De acordo com a acusação das autoridades …

Football Leaks. PJ desconhecia acesso das autoridades francesas às provas

O inspetor da PJ, José Amador, revelou, esta terça-feira, que esta polícia não teve conhecimento do acesso das autoridades francesas às provas apreendidas a Rui Pinto durante a sua detenção na Hungria. Na quinta sessão do …