Nove mortos e 47 feridos em acidente de comboio de alta velocidade na Turquia

Stringer / EPA

As causas do acidente não foram ainda apuradas, mas o Ministério Público já abriu uma investigação.

Pelo menos nove pessoas morreram e 47 ficaram feridas na sequência do descarrilamento de um comboio de alta velocidade na Turquia, informaram fontes oficiais turcas. O comboio terá colidido contra uma locomotiva e descarrilado em direção a uma passagem pedestre.

O comboio de alta velocidade, seguia da capital, Ancara, para a cidade de Konya, no centro do país. Várias ambulâncias e equipas de resgate foram mobilizadas para o local do acidente. De acordo com a agência Reuters, os socorristas conseguiram salvar várias pessoas presas nos destroços.

O ministro dos Transportes, Cahit Turhan, afirmou que entre os mortos estão três operários das ferrovias. O ministro explicou que uma das vítimas não resistiu aos ferimentos e faleceu no hospital.

Turhan indicou que o acidente aconteceu seis minutos após a entrada da composição na estação de Marsandiz, a menos de 10 quilómetros da estação central de Ancara. Não é claro a que velocidade iam qualquer uma das composições, mas sabe-se que o comboio de alta velocidade não efetua paragens naquela estação.

De acordo com as agências internacionais as causas do acidente, que ocorreu por volta das 06h30 locais (03h30 em Portugal continental), não foram ainda apuradas, mas o Ministério Público de Ancara já abriu uma investigação.

O governador de Ancara, Vasip Sahin, explicou que a locomotiva estava a verificar as linhas férreas de uma estação da capital. “A nossa esperança é que não haja mais vítimas”, disse. Sahin afirmou que os trabalhos de busca e resgate de vítimas prosseguem e que uma “investigação técnica” foi iniciada para esclarecer as causas da tragédia.

De acordo com o diário turco Hurriyet, 206 pessoas estavam a bordo do comboio. As imagens exibidas por canais de televisão locais turcos mostram alguns vagões descarrilados e parte do comboio sobre a ferrovia, coberta de neve.

Em junho já tinha havido outro acidente no noroeste do país, vitimando 10 pessoas e ferindo 70 quando um comboio de passageiros descarrilou devido a chuvas torrenciais que fizeram as linhas colapsarem. Já no mês passado, 15 sofreram ferimentos quando um comboio colidiu com uma composição de mercadorias na província de Sivas.

A linha de comboio de alta velocidade Ancara-Konya foi inaugurada em 2011, seguindo-se a ligação entre Ancara e Istambul, três anos depois.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

“Nenhum país está preparado para um evento da magnitude de Pedrógão Grande", diz Comissão Técnica Independente

O engenheiro António Salgueiro, da Comissão Técnica Independente (CTI) que avaliou os incêndios na Região Centro em junho de 2017, afirmou esta terça-feira que nenhum país está preparado para a magnitude do fogo de Pedrógão …

Escócia também adia desconfinamento para julho

A Escócia também decidiu adiar o desconfinamento por várias semanas, tal como Inglaterra, devido ao agravamento da pandemia no Reino Unido, que registou 27 mortes e 11.625 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas. Inicialmente …

Países do Golfo continuarão dependentes do petróleo por mais uma década

Um estudo da agência de notação financeira Moody's revelou que os países exportadores de petróleo do Golfo vão continuar dependentes da produção de hidrocarbonetos pelo menos na próxima década. Segundo o estudo, citado pela agência Reuters, …

PSP do Porto reforça policiamento no São João e apela ao cumprimento das regras

A PSP do Porto garantiu, esta terça-feira, que vai reforçar o policiamento na noite de São João, de quarta para quinta-feira, e apela ao cumprimento das regras atendendo ao contexto atual da pandemia de covid-19. “Solicita-se …

UE garante compra de mais 150 milhões de doses da vacina da Moderna

A Comissão Europeia aprovou esta terça-feira a alteração ao segundo contrato com a farmacêutica Moderna para a ativação, em nome de todos os Estados-membros da União Europeia (UE), de 150 milhões de doses adicionais em …

Lisboa sobe mais de 20 lugares no ranking. É a 83.ª cidade mais cara do mundo

Lisboa é a 83.ª cidade mais cara do mundo em termos de custo de vida, subindo 23 posições no ranking em relação ao ano passado, num estudo da Mercer divulgado esta terça-feira, que é liderado …

Governo espanhol aprova indultos a nove líderes independentistas catalães na prisão

O governo espanhol aprovou esta terça-feira a concessão de indultos a nove líderes independentistas catalães a cumprir penas de prisão pelo seu envolvimento na tentativa de autodeterminação daquela região espanhola em 2017, anunciou o primeiro-ministro …

Direitos humanos. Confronto entre China e Canadá na ONU

O Canadá denunciou esta terça-feira na ONU, em nome de cerca de 40 países, a situação dos direitos humanos na província chinesa de Xinjiang e em Hong Kong, pedindo a Pequim uma investigação às violações …

Ministra da Saúde afasta limitação de visitas. Mas Associação de lares defende regresso da proibição

A ministra da Saúde, Marta Temido, afirmou esta terça-feira que não há necessidade de voltar a limitar as visitas a lares de idosos, advogando que as pessoas vacinadas contagiadas com o novo coronavírus desenvolvem “uma …

Tripulantes da TAP queixam-se de "extrema violência psicológica" e escrevem carta ao ministro

Um grupo de tripulantes de cabine da TAP escreveu uma carta a Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, na qual dizem temer que o processo de despedimento coletivo avance em julho e que já saíram …