/

Nova linha de alta velocidade pode deixar Madrid a três horas do Porto

5

Um grupo de técnicos elaborou um estudo para a Associação Vale d’Ouro uma nova linha de alta velocidade que ligaria o Porto a Zamora, com estações em Paços de Ferreira, Amarante, Vila Real, Macedo de Cavaleiros e Bragança.

De acordo com o jornal Público, o corredor ferroviário de Trás-os-Montes que resultou deste estudo mede 265 quilómetros entre o aeroporto de Sá Carneiro e Zamora. A linha vai permitir comboios de mercadorias e de passageiros e tem um custo estimado em 3,7 mil milhões de euros.

“Pode parecer muito dinheiro, mas isto não é um projeto só para o Norte. É certo que dará uma nova centralidade ao Porto, mas Lisboa pode ficar a 4h15 de Madrid”, diz Luís Almeida, presidente da Associação Vale d’Ouro. Não só Lisboa ficaria a 4h15 de Madrid, como a capital espanhola também estaria a três horas da cidade do Porto.

“Pela futura linha de alta velocidade, Lisboa e Porto ficam a 1h15 de distância, e com este corredor transmontano o Porto fica a três horas de Madrid, pelo que esta será a ligação mais rápida entre Lisboa e Madrid, em vez da que está em construção, por Évora e Badajoz”, acrescentou o engenheiro civil, que fez parte do núcleo duro da equipa deste projeto.

Luís Almeida salienta que esta seria uma solução em que “uma única linha liga Lisboa, Porto e Madrid”, nomeadamente os três aeroportos: Francisco Sá Carneiro, “Portela+1” e Barajas.

“Estando as principais empresas de operação logística localizadas a norte do rio Douro, junto do porto de Leixões e do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, o corredor Porto-Vila Real-Bragança-Zamora apresenta-se como o mais natural para as exportações portuguesas por via-férrea”, concluiu o estudo.

A linha sai do aeroporto Sá Carneiro e segue até Paços de Ferreira. Este será o troço mais lento, com o comboio a circular a 160 km/h, por se tratar de uma zona densamente povoada. Até Vila Real, comboio seguirá a 200 km/h.

Daí até Espanha, a linha está parametrizada para 250 km/h, sendo que, já em território espanhol, atinge os 300 km/h.

  Daniel Costa, ZAP //

5 Comments

  1. Está aberta a nova trapalhada nos transportes con constantes estudos e atrasos em prejuízo dos contribuintes que só da a ganhar aos boys do costume.. a ver vamos !!!

  2. Estudo após estudo, os governos de esquerda vão ganhando votos, injectam capital nas empresas escolhidas para estes estudos, e os tugas pagam todos os estudos … apenas para ficar à espera do proximo estudo …

    Porto a 3 horas e 25 anos de Madrid. Quando finalmente houver a linha já o resto do mundo vive a outro passo

  3. Mais uma nova ideia sobre a ferrovia a ligar a Madrid. Não percebo esta teimosia dos políticos portugueses em se encaminharem sempre para Madrid quando o objetivo deveria ser sempre a Europa, uma linha que ligasse a linha do norte na região de Coimbra a Vilar Formoso e daí a Salamanca, aí já há a opção Madrid e a linha continuaria em direção a Irun seguindo o troço atual e que possivelmente já terá alta velocidade. Se pensam ir para Paris ou outra cidade do centro da Europa dando a volta por Madrid, então andam a acertar no caminho certo!

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.