Nova Iorque obriga comunidades judaicas a vacinar filhos

PAHO / WHO

O surto de sarampo que despoletou em Nova Iorque, levou o estado americano a obrigar as comunidades judaicas a vacinarem os filhos. Assim, deixa de haver isenções religiosas para a vacinação.

O estado de Nova Iorque permitia que, por motivos religiosos, a comunidade judaica não vacinasse os filhos. No entanto, após o surto de sarampo no estado nova-iorquino, os políticos acabaram com a isenção religiosa, passando a obrigar todos a vacinarem os filhos contra o sarampo.

O Governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo, considera esta uma emergência de saúde pública, pelo que deveria ser feito algo para combater o surto. Poucos são os estados americanos que não abrem exceções religiosas à vacinação, nomeadamente Califórnia, Arizona, West Virginia, Mississippi e Maine.

Acredita-se que a falta de vacinação da comunidade judaica em Nova Iorque foi responsável pelo surto de sarampo. No entanto, foram vários aqueles que se opuseram à nova lei esta quinta-feira. O republicano Michael Montesano chama-lhe “um ataque aos direitos da Primeira Emenda dos Estados Unidos”.

Já o democrata Kenneth Zebrowski, que segundo o The New York Times votou a favor, disse que o seu trabalho como legislador “não é reagir a epidemias, mas sim preveni-las”.

Nova Iorque declarou estado de emergência a 9 de abril deste ano, após um surto de sarampo ter infetado cerca de 285 pessoas. Atualmente, já são mais de mil casos detetados e os números continuam a aumentar. As campanhas anti-vacinação da comunidade judaica contribuíram, até agora, para o agravamento da situação.

“Embora eu entenda e respeita a liberdade de religião, o nosso trabalho primordial é proteger a saúde pública“, disse, em comunicado, o mayor de Nova Iorque, Andrew Cuomo. Segundo ele, a nova lei “ajudará a evitar novas transmissões e interromperá este surto”.

A Associação Médica Americana mostrou-se solidária com a nova lei e prometeu intensificar os esforços para “incentivar os estados a eliminarem isenções não-médicas“.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cadetes da Escola Naval investigados por alegados comportamentos abusivos

A Marinha está a investigar uma denúncia sobre alegados comportamentos abusivos entre cadetes da Escola Naval. "A Marinha informa que hoje, 19 de outubro, teve conhecimento de uma denúncia sobre alegados comportamentos abusivos praticados entre cadetes …

Índia. "Montanha de lixo" que garante sobrevivência de pobres será substituída por estação de tratamento

As "montanhas de lixo" das cidades da Índia em breve serão substituídas por estações de tratamento de detritos. A maior de todas — equivalente a um prédio de 18 andares — garante a sobrevivência de …

Candidatura de Nuno Melo acusa direção de não facultar cadernos eleitorais e de sanear senadores

A candidatura de Nuno Melo à liderança do CDS-PP acusou, esta quarta-feira, os opositores de não facultarem os cadernos eleitorais nem possibilitarem a fiscalização da eleição de delegados ao congresso, apontando também a substituição de …

Bolsonaro acusado de nove crimes pela comissão de inquérito sobre gestão da pandemia

O relatório apresentado, esta quarta-feira, na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Senado brasileiro pede o indiciamento do Presidente por nove crimes durante a pandemia de covid-19. No texto, com mais de 1200 páginas, pede-se que …

Duas vendedoras num mercado japonês

Da noite para o dia, Japão tornou-se uma história "covidiana" de sucesso

Em meados de agosto, o Japão atingiu o pico de 6.000 casos diários de covid-19. Quase do dia para a noite, o país asiático observou, espantosa e inesperadamente, uma queda acentuada no número de infeções. …

Marcelo promulga diploma sobre preços dos combustíveis, mas diz que é insuficiente

O Presidente da República promulgou, esta quarta-feira, o diploma que permite ao Governo limitar os preços dos combustíveis, mas aponta questões por resolver. Numa nota colocada no portal da Presidência da República, Marcelo Rebelo de Sousa …

Médica que deu alta a criança que morreu em Évora acusada de negligência

O Ministério Público (MP) acusou de homicídio por negligência uma médica do Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE) que, em 2019, deu alta a uma criança de 20 meses que acabou por morrer poucas …

A escritora Paulina Chiziane

Escritora moçambicana Paulina Chiziane vence Prémio Camões

A escritora moçambicana Paulina Chiziane é a vencedora do Prémio Camões 2021, numa escolha feita por unanimidade, anunciou a ministra da Cultura, esta quarta-feira. "No seguimento da reunião do júri da 33.ª edição do Prémio Camões, …

Costa promete apresentar medidas para conter preço dos combustíveis esta semana

O primeiro-ministro garantiu, esta quarta-feira, que o Governo vai apresentar até ao final da semana um conjunto de medidas para enfrentar a crise dos combustíveis. Num debate na Assembleia da República sobre a reunião do Conselho …

Fesap junta-se à Frente Comum e anuncia greve para 12 de novembro

A Federação de Sindicatos da Administração Pública (Fesap), da UGT, anunciou, esta quarta-feira, que vai avançar para a greve no dia 12 de novembro, fazendo coincidir o protesto com a paralisação nacional já marcada pela …