A nostalgia faz-nos bem (e torna-nos otimistas)

A nostalgia, a tristeza profunda ou o estado melancólico causada pela falta de algo ou de alguém, pode ser verdadeiramente benéfica. Mas como nos tornamos nostálgicos e que função psicológica desempenha a nostalgia? Cientistas procuraram responder a essas questões.

Apesar de ter sido considerada uma desordem mental durante séculos, a nostalgia é, um sentimento bastante comum. Uma grande maioria relata sentir nostalgia semanalmente, ao relembrar eventos pessoalmente importantes. Exemplos comuns incluem aniversários, Natais e casamentos – em suma, ocasiões em que estamos cercados por familiares e amigos.

No entanto, a função psicológica que a nostalgia desempenha permanece um mistério. Uma investigação, publicada na Cognition and Emotion, propôs-se a responder a essa questão.

Durante vários séculos, a nostalgia nada mais era do que um desejo triste e ansioso por algo que foi embora ou está longe de nós. Hoje, sabemos que esse sentimento pode ter importantes benefícios psicológicos.

Embora seja desencadeada, a maioria das vezes, por emoções negativas, como a solidão, foi demonstrado que a nostalgia melhora o nosso humor e faz com que a vida pareça realmente significativa: faz-nos sentir amados, protegidos, conectados com os outros e pode desencadear otimismo em relação ao futuro, ajudando-nos a lembrar coisas boas sobre os outros ou sobre nós mesmos.

Mas nem todas as memórias são nostálgicas. Os cientistas chegaram então à conclusão que as pessoas que estão numa experiência significativa têm tendência a fazerem um esforço extra para capturar cada momento.

Segundo o The Conversation, a equipa analisou um grupo de 266 participantes, e descobriu que quanto mais participantes saboreavam um evento, mais nostálgicos se sentiam. Esta descoberta fornece fortes evidências de que saborear o momento é determinante na criação de memórias nostálgicas,

Mas os cientistas não ficaram por aqui e decidiram estender a experiência a um segundo estudo, no qual se focou na nostalgia de um período de vida em geral, em vez de um evento específico – como, por exemplo, o período de vida em que frequentamos a universidade.

Desta vez, a equipa descobriu que quanto mais os participantes desfrutavam do seu tempo na universidade, mais nostalgia sentiam por esse período da sua vida. Além disso, os participantes do estudo que se sentiram mais nostálgicos em relação a este período de vida, relataram maior otimismo em relação ao futuro.

Mas, em ambos os estudos, há uma limitação: os relatos dos participantes aconteceram depois de a experiência já ter terminado. Para contornar essa questão, os cientistas decidiram medir o “sabor” de uma experiência atualmente em curso, que estava prestes a terminar.

Assim, 66 estudantes universitários foram avaliados durante a sua cerimónia de formatura e, cerca de quatro anos e nove meses depois, os cientistas entraram em contacto com os participantes de modo a avaliar a nostalgia que sentiam pela universidade e o quão otimistas estavam em relação ao futuro.

Descobriram, então, que quanto mais os participantes saboreavam o último ano da universidade, mais nostalgia sentiam pela vida universitária meses depois. E, mais uma vez, a nostalgia pela experiência estava estritamente associada a um maior otimismo.

Estas experiências sugerem que um esforço deliberado para capturar e desfrutar de um experiência presente fornece a base para uma memória nostálgica. Portanto, assim que sair à rua para abraçar os seus amigos e a sua família, não se esqueça de levar a máquina fotográfica mais importante da sua vida. E não, não estamos a falar do telemóvel.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

FC Porto 1-0 Guimarães | Dragão já vê Sporting no horizonte

O Porto venceu no fecho da 28ª jornada da Liga NOS pela margem mínima, na recepção ao Vitória SC, e conseguiu o principal objectivo, que passava por somar os três pontos e reduzir para quatro …

Italiano faltou ao trabalho durante 15 anos, mas ganhou quase 600 mil euros

Um funcionário de um hospital no sul de Itália recebeu o salário durante 15 anos, apesar de nunca ter aparecido para trabalhar. De acordo com a polícia italiana, citada pela cadeia televisiva CNN, Salvatore Scumace está …

Google ficou sem o domínio na Argentina (e Nicolás achou que ia ser o novo dono)

Na última quarta-feira, um jovem argentino achou que ia ficar rico à custa da distração da Google no seu país. Acabou por não acontecer e tudo ficou resolvido. "Que pague a dívida externa", "que compre vacinas", …

Lola, a robô humanóide, dá "passos de bebé" (e equilibra-se com as mãos)

Uma equipa de cientistas está a ensinar a robô humanóide Lola a dar "passos de bebé", equilibrando-se com as suas mãos em vários pontos de contacto. Há muito tempo que os investigadores estudam a locomoção de …

Presidente da República veta decreto sobre inseminação post mortem

O Presidente da República vetou, esta quinta-feira, o decreto do Parlamento sobre inseminação post mortem, considerando que suscita dúvidas no plano do direito sucessório e questionando a sua aplicação retroativa. Na mensagem dirigida à Assembleia da …

Primeiro-ministro francês está a receber centenas de peças de lingerie no correio

O primeiro-ministro francês tem estado a receber roupa interior feminina na sua caixa de correio. Foi a forma encontrada pelas lojas de lingerie para protestarem contra as restrições da pandemia que as obrigam a estar …

Inteligência artificial "identifica" autores dos Manuscritos do Mar Morto

Investigadores da Universidade de Groningen, nos Países Baixos, recorreram à inteligência artificial para concluir que os Manuscritos do Mar Morto foram redigidos por vários escribas, o que abre uma "nova janela" para o estudo do …

Inteligência Artificial vai ajudar a identificar fontes de poluição no Bangladesh

A produção de tijolos é uma fonte de poluição que ameaça a saúde da população e do planeta, mas regular esta indústria pode ser uma tarefa difícil para as autoridades. Para resolver o problema, uma …

Portimonense 1-5 Benfica | "Águia" arrasa em solo algarvio

O Benfica regressou aos triunfos depois de ter vencido o Portimonense por 5-1, numa partida relativa à 28.ª jornada da Liga NOS, após o desaire registado na recepção ao Gil Vicente.  Porém, não foi um duelo …

Vigaristas burlaram mulher de 90 anos em 32 milhões de dólares

Uma mulher de Hong Kong, de 90 anos, foi defraudada em 32 milhões de dólares por burlões que se fizeram passar por agentes policiais chineses, via chamada telefónica. A Agence France-Presse (AFP) escreve que um jovem …