Noruega: coligação em risco devido ao regresso de jovem que casou com membros do Daesh

(cv)

Uma norueguesa, hoje com 29 anos, partiu de Oslo para a Síria, em 2013, onde casou com dois membros do Estado Islâmico, mortos em combate, dos quais teve dois filhos. Este fim de semana viu autorizado o seu regresso ao país de origem, o que originou um debate interno e ameaça criar uma crise política no Governo.

Segundo noticiou o Observador, antes de partir para a Síria, a mulher – criada no seio de uma família norueguesa/paquistanesa e agora mãe de um rapaz de cinco anos e de uma rapariga de três -, jogava futebol e frequentava a universidade.

Devido à estado de saúde de um dos seus filhos, recebeu a autorização para voltar para a Noruega, o que pode levar a uma crise política no Governo, com o Partido do Progresso (uma formação de tendência xenófoba) a discordar do seu regresso, por se tratar de uma “terrorista” e estar acusada de crimes puníveis até seis anos de prisão, informou a Reuters.

Por motivos de “segurança nacional”, a jovem encontra-se detida até ser presente a tribunal. As crianças estão a ser vigiadas no Hospital de Oslo.

“Ela detesta tudo o que nós representamos. Fez parte de uma organização extremista que espalhou o terror com decapitações, execuções em massa, sequestros e violações. Não queremos cá pessoas destas nem queremos que as autoridades norueguesas gastem recursos com ela”, assumiu Jon Engen-Helgheim, porta-voz do partido de extrema-direita.

Já a primeira-ministra da Noruega e líder do Partido Conservador, Erna Solberg, salientou o facto de a criança doente precisar de “receber tratamento médico na Noruega”, numa reação claramente oposta à do Partido do Progresso, notou o Observador.

Entretanto, a ministra das Finanças, Siv Jensen, renunciou ao cargo e fez saber que concorda com os cuidados médicos oferecidos à criança, mas não com o apoio aos adultos com ligações a grupos extremistas. Erna Solberg, por sua vez, vai continuar a liderar o novo governo minoritário.

O advogado da jovem, Nils Christian Nordhus, admitiu que a mesma está disponível para colaborar com as autoridades e que nega todas as acusações relacionadas com terrorismo.

“Esta mulher quer lidar com o que fez no passado. Cabe aos procuradores provar a sua participação em ações terroristas ou de combate. A verdade é que este caso se resume ao facto de ela ter estado na Síria e ter conhecido pessoas que estavam envolvidas em organizações terroristas”, indicou.

Estima-se que 12 mil estrangeiros continuem detidos em campos de refugiados sírios, incluindo 8700 crianças de mais de 40 nacionalidades, segundo dados da associação internacional Save the Children.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Então o médio oriente não serve para estes insurgidos?
    O ocidente é o inimigo até precisarem de tecnologia, medecina, liberdade e comida!

    Belos hipócritas, que nos odeiam mas não querem viver noutro sitio que não no nosso tão perfeito inferno ocidental!

  2. É o grande dilema : ” O que fazer dos Nacionais que abraçaram causas terroristas, Islâmicas ou outras” , e que recorrem a ajuda dos “Infiéis” quando se vem a rasca ???……… Propostas não faltam de certeza !.. Por mim é Prisão perpétua por actos e apoio a grupos terroristas, que matam indiscriminadamente pessoas com a maior frieza !

RESPONDER

Fenprof reconhece abertura da tutela do Ensino Superior para negociar apesar de divergências

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) reconheceu esta segunda-feira a abertura do Governo para negociar algumas questões do Ensino Superior, depois de uma reunião em que a tutela e a organização sindical nem sempre estiveram …

Bombeiros vão receber verba adicional de três milhões de euros

As associações humanitárias de bombeiros vão receber uma verba adicional de três milhões de euros em 2021 para fazer face aos constrangimentos financeiros devido à pandemia de covid-19, segundo uma proposta do PS hoje aprovado. Este …

Media Capital desafia ERC e elege Mário Ferreira como presidente

Os acionistas da Media Capital elegeram, esta terça-feira, o empresário Mário Ferreira presidente da dona da TVI. A assembleia-geral esteve inicialmente convocada para 28 de outubro, tendo sido suspensa, retomando hoje os trabalhos e com uma …

Estado de emergência. Maioria dos portugueses concorda com novas medidas de restrição

Uma sondagem da Intercampus para o Correio da Manhã revela que a maioria dos portugueses concorda com o regresso ao estado de emergência e com as restrições impostas pelo Governo. De acordo com o Correio da …

Taarabt é o terceiro jogador do Benfica infetado com covid-19

O internacional marroquino também testou positivo à covid-19, dois dias antes de o Benfica, que já tinha previstas oito baixas no plantel, defrontar o Rangers para a Liga Europa.  Depois de Darwin Nuñez e Julian Weigl …

Oposição israelita pedirá dissolução do parlamento e novas eleições

O líder da oposição israelita, Yair Lapid, anunciou na segunda-feira que apresentará na próxima semana uma iniciativa para dissolver o Knesset (parlamento) e convocar eleições, num contexto de tensão na coligação governamental, noticiou a agência …

PSD de Castelo Branco pede demissão da deputada do PS Hortense Martins

O PSD de Castelo Branco pediu esta segunda-feira a demissão da deputada socialista Hortense Martins, alegando que não tem condições para representar o distrito, depois de condenada a pagar o arquivamento de um processo onde …

Bruxelas anuncia sexto contrato para vacinas, desta vez com a Moderna

A presidente da Comissão Europeia anunciou, esta terça-feira, um novo contrato para assegurar vacinas contra a covid-19, desta feita com a norte-americana Moderna, que fornecerá até 160 milhões de doses. "Estou feliz por anunciar que aprovámos …

Shinzo Abe investigado por alegado uso ilegal de fundos para financiar eventos privados

Procuradores no Japão estão a investigar o gabinete pessoal do antigo primeiro-ministro Shinzo Abe pela alegada utilização ilegal de fundos para financiar eventos privados, para os quais foram convidados apoiantes do líder japonês entre 2013 …

Rússia anuncia eficácia de 95% da vacina Sputnik V

A Rússia anunciou, esta terça-feira, que sua vacina Sputnik V, desenvolvida pelo Centro Nacional de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya, tem uma eficácia de 95%, segundo resultados preliminares. Em comunicado no site oficial da vacina russa, o Centro …