Falta de vitamina C pode levar à formação acelerada de células cancerígenas na leucemia

ivanmarkchang / Flickr

Uma equipa de cientistas dos EUA explica, num artigo na edição desta semana da revista Nature, como é que os níveis de vitamina C podem influenciar o desenvolvimento da leucemia, um tipo de cancro que afeta células do sistema imunitário – os leucócitos.

Sean Morrison, do Instituto de Investigação do Centro Médico de Pediatria da Universidade do Sudoeste do Texas (EUA), e coordenador do estudo explica que os cientistas já sabiam existir uma ligação entre pacientes com baixo níveis de vitamina C e cancro, mas só agora descobriram parte da explicação.

“Há algum tempo que sabemos que as pessoas com níveis baixos de ácido ascórbico (vitamina C) têm um risco maior de cancro, mas não compreendíamos bem por que razão. A nossa investigação fornece parte da explicação, pelo menos para o sistema de formação do sangue”, disse.

Usando técnicas criadas durante este trabalho, a equipa conseguiu analisar os níveis de metabolitos (produtos resultantes do metabolismo de uma molécula) numa população rara de células isoladas em tecidos – as células estaminais do sangue, que dão origem às diversas células do sangue (imunitárias, glóbulos vermelhos e plaquetas).

Ora a equipa descobriu que as células estaminais do sangue têm níveis muito altos de vitamina C, refere um comunicado daquele instituto.

Para ver se a vitamina C seria importante para estas células estaminais, a equipa usou ratinhos. Enquanto os humanos obtêm a vitamina C através da comida, os ratos conseguem produzi-la no fígado. Por isso, os cientistas modificaram-nos geneticamente para que não a fabricassem e pudessem controlar os seus níveis.

Só que em vez de uma perda de atividade das células estaminais (normalmente inundadas de vitamina C), os cientistas viram, afinal, que o número destas células e a sua atividade aumentaram. Mas isso tinha um preço.

“As células estaminais usam o ácido ascórbico para regular a abundância de certas modificações químicas no ADN, que são parte do epigenoma – um conjunto de mecanismos dentro de uma célula que regula que genes são ligados e desligados”, explica Michalis Agathocleous, o principal autor do trabalho.

“Por isso, quando as células estaminais não recebem vitamina C suficiente, o epigenoma pode ficar danificado de uma forma que aumenta a atividade das células estaminais e também o risco de leucemia”.

Mais: a equipa observou como a falta de vitamina C afetava uma enzima (a Tet2) que é supressora de tumores. É que nos passos iniciais da leucemia esta enzima está precisamente inativada.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Inteligência Artificial está a reviver jogos de tabuleiro ancestrais

A Inteligência Artificial consegue descobrir, com um grande grau de precisão, o conjunto de regras de vários jogos de tabuleiro ancestrais. Jogos de tabuleiro com centenas de anos são, por vezes, encontrados em escavações arqueológicas. Sem …

Panteras da Flórida estão a agir como se tivessem sido envenenadas (e os cientistas não sabem porquê)

Algumas panteras da Flórida, nos Estados Unidos, estão a ter um comportamento estranho ao andar, quase como se tivessem sido envenenadas. Os cientistas ainda não conseguiram perceber porquê. De acordo com o Washington Post, pelo menos …

SL Benfica 0-2 FC Porto | "Dragão" astuto arranca triunfo na Luz

O FC Porto foi ao Estádio da Luz vencer o “clássico” por 2-0 e recuperar a desvantagem de três pontos que tinha no campeonato. Com uma estratégia muito bem montada, baseada numa grande pressão sobre o …

Câmaras de Inteligência Artificial podem ser a solução para evitar tiroteios

Câmaras de videovigilância com Inteligência Artificial podem ser a solução para pôr um fim aos tiroteios. Esta tecnologia é capaz de detetar armas de fogo e avisar logo de seguida as autoridades. Com as dificuldades em …

Violência policial é uma das principais causas de morte de jovens negros nos EUA

A violência policial é uma das principais causas de morte entre jovens nos Estados Unidos, com os negros a terem 2,5 vezes mais hipóteses de serem mortos do que os homens brancos. O estudo, publicado este …

A Volocopter apresenta o seu táxi voador mais potente (e já andou no ar)

https://vimeo.com/355573555 Desde 2013 a Volocopter tem vindo a aprimorar o seu projeto de táxi voador. Desta vez, o design é mais redondo, mais simples e mais potente. O Volocopter é uma aeronave 100% elétrica que os criadores …

Israel desenvolve terapia à base de ecstasy para tratar stress pós-traumático

O Ministério da Saúde israelita desenvolveu uma terapia à base de MDMA - o componente ativo da metanfetamina popularmente conhecida como 'ecstasy' - para tratar pessoas que sofrem de stress pós-traumático resistente. Num entrevista sobre a …

Quaresma de saída do Besiktas. "Presidente não me quer na equipa"

Revelação feita pelo jogador, no Instagram: "Acabei de ser informado pelo presidente do clube que ele não quer que eu continue a jogar na equipa. Estou a tentar encontrar solução para o meu futuro". O internacional …

O Dr. House português diz que 90% do que os médicos fazem é "fantochada"

É conhecido como o Dr. House português, numa referência à série televisiva norte-americana, pela forma como faz diagnósticos certeiros. E Vítor Brotas que trabalha no Hospital dos Capuchos, em Lisboa, admite que é "um médico …

Homem morre após ataque de vespas asiáticas. É a segunda morte por picadas de insecto em 2 dias

Um homem de 79 anos de idade morreu nesta sexta-feira em Oliveira do Bairro, Aveiro, após ter sido atacado por vespas asiáticas. Dois dias antes, outro homem de 50 anos faleceu na região da Beira …