Netflix responde a senadores norte-americanos e avança com série

Na passada sexta-feira, a Netflix respondeu aos cinco senadores do Partido Republicano dos Estados Unidos da América que, numa carta, questionaram a decisão de adaptar a trilogia O Problema dos Três Corpos, a série literária de ficção-científica do escritor chinês Liu Cixin.

Numa carta direcionada à plataforma de streaming, os senadores republicanos, liderados por Marsha Blackburn, do Tennessee, mostraram-se preocupados com alguns comentários depreciativos feitos pelo escritor Liu Cixin em relação aos muçulmanos uigures.

“Temos preocupações significativas com a decisão da Netflix de se associar a alguém que está a repetir propaganda perigosa do PCC [Partido Comunista Chinês]”, escreveram os senadores na carta. “Diante de tais atrocidades [em Xinjiang], não existem mais decisões corporativas de complacência, apenas cumplicidade“, terminaram.

Em entrevista ao The New Yorker, há mais de um ano, Liu deu a sua opinião quanto os campos de concentração em Xinjiang: “Prefeririam que eles estivessem a cortar corpos em estações de comboios ou escolas em ataques terroristas? Pelo menos assim o governo está a ajudar a sua economia e a tentar retirá-los da pobreza.”

Liu acabou por, na mesma entrevista, defender o sistema que o governo chinês adotou, acreditando que seria um “inferno” caso a China se transformasse numa democracia. Os senadores ainda exigiram à Netflix explicações sobre a maneira como pensam adaptar a trilogia escrita por Liu Cixin.

A resposta firme da Netflix

Após a carta dos senadores estadounidenses, a plataforma de streaming decidiu responder de maneira firme e direta, reforçando que, apesar de Liu ser o escritor de O Problema dos Três Corpos, não será o criador da série desenvolvida pela Netflix.

Os comentários do Sr. Liu não refletem as opiniões da Netflix ou dos criadores da série, nem fazem parte do enredo ou dos temas da série”, reforçou o vice-presidente de políticas públicas da Netflix, Dean Garfield, em resposta à carta dos senadores.

A plataforma ainda fez questão de realçar o facto de não partilharem e de não se identificarem com os comentários que Liu deu há um ano. “A Netflix julga projetos individuais perante o seu mérito. Liu é o autor do livro – O Problema dos Três Corpos – e não o criador desta série. Não concordamos com os seus comentários, que não têm qualquer relação com o seu livro ou com esta série da Netflix”, respondeu Garfield.

A PBS, tal como outras plataformas, partilhou um relatório sobre aquilo que se está a passar na China em relação os muçulmanos uigures.

De acordo com a sua publicação, existem, pelo menos, nove milhões de uigures em campos de concentração, onde são espancados, humilhados, forçados a quebrar os seus costumes culturais e expostos ao trabalho escravo. Soldados chineses nos campos de concentração foram também acusados de violar coletivamente as mulheres uigures.

PARTILHAR

RESPONDER

Curados da covid-19 continuam com sintomas meses depois de terem contraído o vírus

Um estudo da Universidade de Oxford indica que 64% dos pacientes hospitalizados com o novo coronavírus apresenta falta de ar 2 a 3 meses depois de serem infetados. E quase 40% tem sintomas de depressão. Já …

Portugal vai estar no Mundial sub-20 (sem jogar o apuramento)

Todas as fases do Europeu sub-19 foram canceladas e a seleção portuguesa foi uma das eleitas para participar no Mundial do próximo ano. Portugal já sabe que vai estar na fase final do Mundial sub-20 (se …

Novos implantes cardíacos podem salvar 10 mil vidas por ano

O chamado envelope antibiótico envolve o implante cardíaco e previne infeções no paciente. Por ano, morrem cerca de 10 mil pessoas devido a infeções geradas pelo implante. O pacemaker é um pequeno aparelho que é colocado …

Banda dá concerto com músicos e público envoltos em bolhas de plástico para evitar contágio

A banda norte-americana Flaming Lips utilizou bolhas insufláveis ​​de tamanho humano num concerto em Oklahoma, uma solução para proteger os músicos e o público do novo coronavírus, enquanto tenta encontrar uma forma segura para atuar …

EUA. Especialista diz que as próximas semanas "vão ser as mais negras de toda a pandemia"

Um especialista em doenças infecciosas disse que no caso dos Estados Unidos, as próximas seis a 12 semanas vão ser as mais negras de toda a pandemia de covid-19. Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação …

Chelsea inscreve... Petr Cech

Antigo guarda-redes poderá voltar aos relvados nesta época, embora seja pouco provável, para já. Petr Čech entrou em campo pela última vez em maio de 2019, há quase um ano e meio. Já tinha anunciado a …

Disparos de satélites e naves do Star Trek? Relatório revela como seria uma guerra no Espaço

A criação da Força Espacial dos Estados Unidos evocou todos os tipos de noções fantasiosas sobre o combate no Espaço. Assim, um novo relatório explica o que é física e praticamente possível quando se trata …

Japão prepara-se para lançar água tratada de Fukushima no mar

O Japão vai libertar mais de um milhão de toneladas de água tratada da usina nuclear de Fukushima no mar, numa operação que levará cerca de 30 anos para ficar concluída. Ambientalistas e pescadores locais …

Turismo de mergulho? Submarino da "frota perdida" de Hitler aguarda o seu destino no fundo do Mar Negro

Coberto por “redes fantasmas” deixadas por pescadores, os destroços de um submarino U-20 enviado para o Mar Negro pela Alemanha nazi tornou-se recentemente tema de um documentário produzido na Turquia. Localizado a uma profundidade de 20 …

Novo estudo diz que Remdesivir não tem "impacto significativo" nos doentes com covid-19

Ao contrário do que se pensava, o medicamento antiviral remdesivir não reduz as mortes entre os pacientes com covid-19, sobretudo quando comparado com o tratamento padrão, de acordo com os resultados de um estudo internacional. Em …