Os neandertais já usavam palitos há 46 mil anos

Os neandertais já utilizavam palitos para remover restos de comida dos dentes há cerca de 46 mil anos, concluiu uma nova investigação internacional.

A equipa, liderada por Wioletta Nowaczewska, da Universidade de Breslávia, na Polónia, analisou dois dentes encontrados nas camadas do Pleistoceno da caverna de Stajnia, em Cracóvia, e encontrou marcas deixadas pela utilização de um palito.

Parece que a dona do dente tinha cuidados de higiene oral“, começou por explicar Nowaczewska, citada pelo portal Heritage Daily, acrescentando que, “provavelmente, entre os dois últimos dentes, havia restos de comida que precisavam de ser removidos”.

A equipa encontrou os vestígios daquilo que acredita ser o “rastro” de um palito utilizado por este ancestral humano, mas não conseguiu precisar de que material era feito.

“Não sabemos de que era feito o palito – um pedaço de madeira, de osso ou uma espinha de peixe. [Mas] tinha de ser um objeto cilíndrico bastante rígido, que o indivíduo utilizava com frequência para deixar um rasto claro [no dente]”, continuou.

Os dentes analisados, que terão pertencido a duas pessoas de 20 e 30 anos, já foram recuperados em 2010 e preservados no Museu Arqueológico de Varsóvia, mas só agora é que foram analisados detalhadamente, recorrendo a análises 2D e 3D.

Os cientistas acreditam que as marcas encontradas num dos dentes representam uma evidência de que os nenadertais tinham cuidados de higiene oral. Dentes com sulcos semelhantes já tinham sido localizados noutros espaços, inclusive em Espanha, mas a nova investigação sugere que a prática era comum entre estes hominídeos.

Para determinar se os dentes encontrados pertenciam ao nosso ancestral imediato (Homo sapiens) ou a um parente fóssil (Homo neanderthalensis), os cientistas avaliaram várias características do dente, como a estrutura da coroa, a espessura do esmalte, o contorno da superfície da dentina e o microtrauma da superfície da coroa.

“O bom estado do pré-molar permitiu-nos fazer análises 2D e 3D sobre a espessura do esmalte, reconstrução digital, deslocamento virtual da capa do esmalte e avaliação da espessura do mesmo, que no neandertal é mais fino do que no Homo sapiens. Todas estas características combinadas apontam para os neandertais“, detalha a líder.

Os resultados da investigação foram recentemente publicados na revista científica especializada Journal of Human Evolution.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …

Morreu aos 98 anos o historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França

O historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França morreu este sábado, aos 98 anos, na casa de saúde de Jarzé, perto da cidade francesa de Angers, disse à Lusa a pintora Emília Nadal, sua …

Ventura: "Não vejo outra possibilidade senão a ministra da Saúde ou pedir desculpa ou ser afastada"

O Chega vai questionar formalmente o Governo pelo “facto de a ministra da Saúde ter utilizado um carro do Estado” para ir a uma ação de campanha no Porto na sexta-feira, anunciou este sábado André …

Ouvir 30 segundos de uma sonata de Mozart pode reduzir ataques de epilepsia

Ouvir a Sonata para Dois Pianos em Ré Maior (K448), de Wolfgang Amadeus Mozart, durante pelo menos 30 segundos, ajuda a reduzir a atividade elétrica cerebral associada à epilepsia resistente a medicação. Os resultados também sugerem …

Astrónomos resolvem mistério cósmico com 900 anos

Um mistério cósmico com 900 anos, em torno das origens de uma famosa supernova observada pela primeira vez na China no ano 1181, foi finalmente resolvido. Uma nova investigação, publicada dia 15 de setembro no The …

Bons hábitos alimentares podem reduzir a probabilidade de contrair covid-19

Um novo estudo indica que as pessoas que comem muitas frutas e vegetais podem ter menos probabilidades de contrair covid-19. Num pesquisa que envolveu 590 mil adultos, os investigadores descobriram que as pessoas que eram adeptas …

Inteligência Artificial está a "alimentar" a violação dos direitos humanos, alerta ONU

Num novo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou os países que o uso imprudente de Inteligência Artificial (IA) pode estar a pôr em causa o respeito pelos direitos humanos. Michelle Bachelet, Alta Comissária das …

Foi viajar e não voltou. O misterioso desaparecimento de Gabby Petito (e do namorado)

Gabrielle Petito, uma jovem norte-americana de 22 anos, desapareceu misteriosamente. Gabby foi viajar com o namorado, que voltou para casa sozinho e não quis contar o que aconteceu — e agora também está desaparecido. Gabby Petito, …

Aos 101 anos, Ginny é a "Senhora Lagosta" e não planeia reformar-se

Virginia Oliver continua a trabalhar na pesca da lagosta, apesar de já ter 101 anos de idade. 'Ginny' não planeia reformar-se e já se tornou um meme na internet. Virginia 'Ginny' Oliver tem 101 anos e …

Dinamarca. Reclusos condenados a prisão perpétua proibidos de iniciar novos romances

Os reclusos que cumprem prisão perpétua na Dinamarca serão proibidos de iniciar novos relacionamentos amorosos, decisão proposta pelo governo após uma jovem de 17 anos se apaixonar por Peter Madsen, que assassinou a jornalista Kim …