Navio cheio de ouro descoberto no deserto foi “oferecido” por Portugal à Namíbia

(cv) Nagaraju A / YouTube

Destroços do navio português O Bom Jesus, que naufragou em 1533, descobertos no deserto da Namíbia.

Destroços do navio português O Bom Jesus, que naufragou em 1533, descobertos no deserto da Namíbia.

Uma empresa da indústria mineira descobriu um navio português do século XVI, no deserto da Namíbia, com um tesouro de moedas de ouro de valor incalculável. Tesouro de cuja propriedade o governo português “generosamente” abdicou em nome da Namíbia.

Os arqueólogos que têm estudado os destroços do navio português, que se terá afundado em 1533, falam da mais importante descoberta dos últimos anos, em termos de naufrágios. Isto não apenas por causa da antiguidade dos vestígios, mas também pelo seu excelente estado de preservação.

O navio foi identificado como sendo “O Bom Jesus” que partiu de Lisboa, em 1533, rumo a Goa, na Índia, transportando a bordo um verdadeiro tesouro de moedas de ouro, mas também estanho, cobre e marfim, além de cerca de 300 pessoas, entre marinheiros, soldados, padres, nobres e escravos.

Entre as moedas de ouro portuguesas e espanholas, foram encontrados canhões de bronze, lingotes de cobre, instrumentos de navegação, talheres, utensílios de cozinha em cobre, espadas e mosquetes e cinco âncoras, além de outros artefactos de valor cultural e científico.

Capitaneado por D. Francisco de Noronha, o navio terá naufragado ao largo da costa da Namíbia, depois de ter possivelmente tentado atravessar o temido Cabo da Boa Esperança.

Os primeiros destroços do navio foram encontrados, em 2008, por geólogos de uma companhia mineira, mas o achado só foi revelado por completo depois de se ter procedido à drenagem de uma lagoa feita pelo homem para tornar a extracção de minerais possível numa zona marcada pela elevada força das ondas.

O navio demorou séculos a ser descoberto por se encontrar enterrado por baixo do leito do mar, conforme explica o arqueólogo Dieter Noli em declarações à Fox News.

Este elemento do Instituto de Pesquisa Arqueológica Marítima da África do Sul constata que os destroços estão num estado de “preservação excelente”, considerando que é “uma situação extremamente invulgar”.

“Os organismos marinhos podem gostar de madeira, de capas de couro de livros, de caroços de pêssegos, de sacos de juta e de sapatos de cabedal, mas o cobre está mesmo fora da sua alimentação – por isso, muita coisa sobreviveu a 500 anos no fundo do mar“, destaca Noli.

O arqueólogo também relata à cadeia de televisão norte-americana que o tesouro de valor incalculável – só as moedas de ouro valerão 13 milhões de dólares, segundo a Fox News – fica para o governo da Namíbia.

Noli explica que quando se encontra “um navio de estado” em território de outro país, os vestígios ficam para “o país sob cuja bandeira o navio navegava”.

“Neste caso, o navio pertencia ao Rei de Portugal, transformando-o num navio de estado – com o navio e todo o seu conteúdo pertencendo a Portugal.

Contudo, o Governo português, muito generosamente, renunciou a esse direito, permitindo à Namíbia ficar com o lote”, destaca o arqueólogo.

As autoridades locais, juntamente com a equipa de arqueólogos que continua a trabalhar no terreno, estarão agora a equacionar erguer um museu para mostrar ao público a extraordinária descoberta.

Quanto ao naufrágio ocorrido em 1533, as causas devem ter sido uma tempestade numa zona considerada muito perigosa pelos navegadores portugueses. Noli ainda adianta que o excesso de carga pode também ter ajudado para o desfecho trágico.

ZAP

PARTILHAR

35 COMENTÁRIOS

  1. Mas estes “senhores” brincam com isto!!!?!?!?!? Estão malucos…só podem…”sacam” o dinheiro do contribuinte, do povo e renunciam a milhões de tesouro!?!?!?!? Mas quem são estes políticos para renunciarem um tesouro de milhões!!?!?!?’ p*ta que p*riu esta mrda!!!!! Este país só tem gente de mrda…com que direito andam à “caça” do dinheiro do contribuinte e do honesto para ir buscar uns milhões e fazem esta mrda?! É caso para dizer: eu quero voltar para a ilha!!! Não acredito nestes idiotas …sinceramente…é mau demais…é mesmo mau demais para acreditar em tanto erro…

  2. Não tenho a certeza mas penso que esta noticia já não é nova, o barco não terá sido o descoberto em 2008?
    Esta noticia não será dessa altura?

    • Caro Ricardo,
      “Os primeiros destroços do navio foram encontrados, em 2008, por geólogos de uma companhia mineira, mas o achado só foi revelado por completo [recentemente] depois de se ter procedido à drenagem de uma lagoa feita pelo homem para tornar a extracção de minerais possível numa zona marcada pela elevada força das ondas.” [Fox news] [Daily Mail]

  3. Estou inteiramente de acordo com o Pedro !
    Isto é vergonhoso e criminoso!
    O tesouro mas também os restantes achados de menor valor material mas certamente com valor histórico, pertencem ao povo Português… ao actual, ao povo do futuro mas também ao do passado !
    Não pertence certamente a estes bandalhos que nos desgovernam e esmifram!

    Imaginem… o ÚNICO navio português do tempo dos descobrimentos achado com o seu conteúdo praticamente intacto e vai para… estranhos!

    Usando a terminologia expressiva do Pedro: grandessíssimos f*lhos d* p*ta !!!

  4. … Para além do valor monetário do tesouro, temos o factor histórico. Estes gajos comem tudo e dão tudo porque não custa nada dar o que é dos outros.
    Os nossos museus deleitar-se-iam com semelhante espólio. Concordo que estes nossos governantes nada tem de patriótico. São uns falhados.

  5. Mas que sentido de Estado têm estes GRANDESSÍSSIMOS FDP para alienar a história do nosso País?
    O valor monetário da descoberta é irrelevante e largamente superado pelo valor histórico e este é incalculável!
    Porque é que esta situação foi OCULTADA dos Portugueses?
    Parece haver um certo interesse mórbido da esquerda ligado ao branqueamento do passado do nosso País. Não compreendem que o passado foi o que foi, à luz do que era a realidade de então! Parem de censurar o nosso passado à luz dos valores e preceitos de agora. Se não gostam calem-se, mas esta tentativa de revisionismo é ofensiva.

  6. Nem dá para dizer o que se pensa com tal descalabro. Além do valor imaterial de uma descoberta deste tipo, tem o valor real que não é de desperdiçãr num aís em crise como está o nosso.
    Somos mesmo um país (des)governado… Que pena ter de viver aqui… e sou muito portuguesa.

  7. Que generosos que são os governantes portugueses…
    Mas como é que é possível, que neste país, à beira mar plantado, meia dúzia de “magarefes” (ou nem tantos), tomem decisões deste gabarito, sem consultarem ninguém, nem darem disso conhecimento aos portugueses, como se fosse tudo deles?
    Porque não investiga o Ministério Público “NEGÓCIOS” destes?

  8. Palavras para quê? Concordo com tudo que foi dito aqui, além do valor real de tal tesouro é mais o valor histórico que esse não tem valor. Tinha enchido de contentamento certamente muitos dos nossos museus.

    Agora aquilo certamente vai ir para o contrabando e parar em colecções privadas. Parabéns ao governo de então!

    Gatunos, bandidos.

  9. Mas quem é que vos meteu na cabeça, que os governantes
    estão nos governos para zelar pelos nosso interesses (cidadãos)???

    Claro que esta foi a forma encontrada, para algum(s) magnata(s)
    se apoderarem dele através do mercado negro !!!

    • Percebo que José Sócrates “tenha as costas largas” mas a tomada de decisão foi muito mais recente, embora não neste governo. Se o Correio da Manhã lhe oferece algum crédito veja o do dia 10 de Junho “PORTA LARGA TESOURO DE 100 MILHÕES”.

  10. Eu dava à Namíbia todos os governantes e ex-governantes Portugueses para eles os exporem num museu local.
    E provavelmente daqui a uns anos ia lá vê-los e tirar fotografias para publicar no facebook.

  11. O governo português sempre foi muito generoso. Existindo o povo como o melhor tesouro que alguma vez tiveram, para que necessitam de outros tesouros! Sempre que necessitarem de dinheiro estamos cá para isso! Não sei se hei-de rir se chorar 🙂

  12. Pois somos mesmo já uma sub-espécie dos portugueses de então, o republicanismo descaracterizou-nos e o 25 de Abril veio acabar com o resto da honra e do patriotismo que um cidadão deverá demonstrar pela pátria.

  13. Seria muito interessante investigar o que (€€€) causou e a quem, este bonito acto de verdadeira filantropia.

  14. Depois do exposto acima já não é necessário bater mais no ceguinho. Na improbabilidade de que este caso seja levado a debate na assembleia da republica, o que sem dúvida não daria nenhum resultado prático, sugiro e desafio aos bons jornalistas profissionais que descubram e publiquem os nomes da corja, que outro nome não tem e pelo nome não percam, que tomou esta decisão para que sejam publicados em todos os museus nacionais a ocupar o espaço do que, por direito, pertence ao povo português e foi “oferecido”. Vamos a ver quem os tem no sitio, se forem homens, e o sitio onde eles batem, se forem mulheres.

  15. Nem sei se ria, nem sei se chore!.,..
    Canalhas de governantes, esfolam-nos até ao tutano, omitem tais factos ao povo português e dão -se ao luxo de dar o que não é deles! Canlhas seja o governo que for que fez isto, só posso chamar de ladrões abusadores , irresponsáveis e sacanas qie até da nossa rica história nos privam .
    Ora em 2008 era SÓCRATES A GOVERNAR,..FOI ESSA ABANTESMA QUE FEZ ISTO SEM NADA DIZER AO POVO? Que parcela lhe foi dada nessa gtão generosa oferta? quanto deu o governo namibiano a José Sócrates por tal generosidade?
    COMO PODE UM GOVERNO FAZER TAL TRAIÇÃO A SEU PAÍS E POVO? POIS PARA ALEM DO VALOR MONETÁRIO CINCALCULÁVEL O HISTORICO AINDA ULTRAPASSA ESTE 1º VALOR TRIADORES E SACANAS !
    E um processo crime ao governo que cometeu semelhante aberração monetária,patrimonial e histórica contra o povo e nação portuguesa? quando este nosso povo ganha coragem e começa a agir? enquanto nao fizer isso, isto vai ser cada vez pior, eles governantea acham-se donos do país e do povo e vaõ dar cabo de tudo !Hora de acordar enqanto é tempo!!

  16. Como é possivel os gorvernantes tomarem uma posição destas sem nosso conhecimento, como é possivel entregarmos de mão beijada a nossa história o nosso dinheiro, quando vivemos em dificuldades ? Quem foi o atrasado que nos fez isto ? Será que não é reversivel ?

  17. Acho muito bem renunciar ao tesouro.
    Lá tínhamos de contratar mais pessoal para contar as moedas e a despesa publica aumentava.
    E não estou a contabilizar o rebocador para trazer o barco.

  18. A questão do espólio deste navio tem de ser muito bem explicada. O povo português deveria ter sido chamado a pronunciar-se! Poder-se-ia, pelo menos, ter chegado a um acordo para dividir o espólio 50-50. Mas dá-lo “generosamente”? Alguém recebeu umas “luvas” para ser tão generoso? Quem tomou a decisão? Foi deste governo ou do anterior? Já agora, se foi este governo, apesar de eu ser de esquerda, critico fortemente. Se foi o anterior, critico também com o mesmo tom e sentimento de indignação.

  19. Mais um atentado ao nosso património. Tem de se agir, criar petições contra esta “generosa oferta” do (des)governo, informar os media e dar a conhecer ao maior número de pessoas possível, especialmente historiadores e arqueólogos.

    Temos de reclamar o que é nosso por direito! Este tesouro deveria estar num museu nacional e visível a todos!

    Contamos com a sua ajuda, ZAP??

  20. Não quero acreditar no que estou a ler, estamos a falar que o ” Governo português, muito generosamente, renunciou a esse direito, permitindo à Namíbia ficar com o lote”…….!!!!!!
    Vivemos num estado de idiotas e incompetentes sem vergonha na cara que só sabem caçar o dinheiro aos contribuintes e renunciam a milhões em tesouro !!!!! …..
    Isto é de loucos mas que políticos temos nós afinal, será que ninguém se insurge contra este atentado…. devemos ser Suíços ou Alemães para esbanjar dinheiro que tanta falta nos faz. Sinceramente é mau demais para acreditar em tanto erro….. 🙁 Devemos tornar vírica esta noticia para haver um debate nacional e pedir explicações em parlamento. Divulguem.
    Como Português que pago os meus impostos não aceito isto. 🙁 🙁 🙁
    e ainda por cima atentado á nossa história. Porque não oferecer já os Açores e a Madeira também …..

  21. Isto exige um levantamento popular. Nenhum governo, seja ele qual for, tem o direito de se arrogar ao direito de tamanha desfaçatez.

  22. Li há pouco tempo esta notícia sobre o tesouro português encontrado há bastantes anos na Mamíbia. Já escrevi sobre isto num blogo. Este acto criminoso tomado à revelia do povo português, mais do que um escândalo, trata-se de um crime de lesa-pátria gravíssimo a necessitar saber-se urgentemente quem foi o político que tomou esta vil medida de lesa-pátria, para que pague judicialmente pelo seu acto criminoso. E que se reverta imediatamente, segundo o Daily-Mail, “este gesto benemérito do governo português pela entrega do tesouro à Namíbia”(!!!!!!!). O Povo português assim o EXIGE. Que seja criado urgentemente um movimento nacional por portugueses patriotas, para anular esta vergonhosa decisão da autoria de um político-pulha, para que o tesouro volte ao País a que pertence e as leis internacionais o estabecem.
    Além do valor que o tesouro encerra em si para poder e dever ser exibido num Museu e ser visitado por todos nós, os milhares, senão milhões de turistas que o visitariam e o que isto representaria para a economia do nosso País não teria conto nem preço.
    Portugueses acordem e ajam, POR FAVOR e antes que seja tarde. É isto que os vendilhões de países e povos e traidores à Pátria ardentemnente desejam…, para quase de certeza, com o passar do tempo, irem lá recuperá-lo clandestinamente e açambacá-lo para seu gáudio. Filhos da p…, é o que eles são.

    Muitos parabéns ZAP pelas vossas excelentes e sempre actuais notícias, que leio atentamente desde que as comecei a receber.

  23. Não se queixem; sim, é um espólio português com 500 anos, tem valor sentimental e arqueológico. Mas se em 500 anos não conseguimos ser um país financeiramente rico, não será o valor desse espólio que nos salvará. Deixem essa riqueza na Namíbia que devem precisam mais que nós…eles que preservem a memória.

  24. Nem é pelo valor monetário mas com certeza faz parte ds história de Portugal. Todos os Portugueses mereciam poder contemplar a sua História. Temos tido os governantes menos patriotas de sempre. Tenho vergonha destes governantes cobardes, estupidos e burros qud não pensam no seu povo. O valor Histórico disto é maior que o valor financeiro que vergonha. Acho que pouco valor Histórico tem para a Namibia comparado ao que tem para os portugueses que ainda são patriotas 🙁 politicos idiotas

RESPONDER

O primeiro protótipo em tamanho real da Starship explodiu durante um teste

O primeiro protótipo completo em aço inoxidável da nave Starship da empresa norte-americana Space X explodiu durante um teste levado a cabo na passada quarta-feira, 20 de novembro, nos Estados Unidos. O incidente ocorreu nas …

Ex-governador brasileiro condenado a mais de 10 anos de prisão

O ex-governador do estado brasileiro de Minas Gerais foi condenado, esta quinta-feira, a uma pena de 10 anos e seis meses de prisão pela Justiça Eleitoral do país. Fernando Pimentel foi considerado culpado dos crimes de …

Áudio das viagens na Uber vai poder ser gravado

A partir de dezembro, a Uber vai passar a oferecer aos utilizadores no Brasil e no México a possibilidade de gravar o áudio da viagem com o objetivo de melhorar a segurança do motorista e …

Mourinho quer ser campeão no próximo ano (e não precisa de reforços)

O treinador português foi oficialmente apresentado como técnico do Tottenham, esta quinta-feira, e diz que já tem em vista a conquista do campeonato na próxima época. José Mourinho admitiu hoje que o título de campeão inglês …

Casal homossexual de pinguins "roubou" um ovo para poder ter a sua família

Um casal homossexual de pinguins de um jardim zoológico na Holanda estava tão ansioso por ter as suas crias que não resistiu à tentação e acabou por roubar um ovo de outro par. De acordo com …

Gabriel renova contrato com o Benfica até 2024

O médio brasileiro renovou contrato por mais uma época com o Benfica, até 2024, anunciou, esta quinta-feira, o clube no seu site oficial. "Estou muito feliz com esta renovação por mais um ano, é uma forma …

Malta Files permitiu ao Fisco recuperar milhões. Rui Pinto diz que foi um dos denunciantes

O pirata informático assumiu, esta quinta-feira, ter sido um dos denunciantes dos Malta Files, que permitiu ao Fisco identificar cidadãos e empresas portugueses que se aproveitaram do regime fiscal maltês para pagar menos impostos. "De acordo …

Há 5 anos que aparecem maços de notas nas ruas de uma aldeia inglesa (e ninguém sabe porquê)

Os residentes de uma aldeia inglesa andam a descobrir maços de notas nas ruas desde 2014. Um mistério que, até agora, ninguém conseguiu explicar. Mas há várias teorias e uma envolve o Pai Natal! O dinheiro …

Em 2018, só nove crianças foram colocadas em famílias de acolhimento

Apenas nove crianças tiveram uma medida de proteção em regime de acolhimento familiar em 2018, sendo que quase todas as crianças sinalizadas pelas comissões de menores ficaram na família, a maioria junto dos pais. De acordo …

Militar da GNR diz que droga apreendida na "casinha" era da Juve Leo

Decorreu, esta quinta-feira, a terceira sessão do julgamento da invasão à academia do Sporting, que decorre no tribunal de Monsanto, em Lisboa. O militar da GNR João Oliveira admitiu hoje, em tribunal, que a posse da …