NASA teletransportou partícula quântica a 6 km de distância

(dr) kuleuvenblogt.be

Conceito artístico do entrelaçamento quântico de dois átomos

Conceito artístico do entrelaçamento quântico de dois átomos

A internet quântica parece ser a nova investida da NASA para o futuro. Uma equipa de investigadores do Laboratório de Propulsão a Jacto da agência conseguiu teletransporte quântico na maior distância já registada fora de laboratório, usando apenas fibra apagada.

Por muito que haja quem diga que é possível, ainda é cedo para que a frase “Beam me up, Scotty” salte dos filmes de ficção científica para a nossa rotina diária, mas algum dia imaginou que o teletransporte aplicado à internet e ao envio de dados poderia estar tão próximo?

Segundo o Daily Mail, uma equipa de investigadores da NASA conseguiu realizar com sucesso um teletransporte quântico na maior distância já registada fora de laboratório, enviando um fotão a 6 km de distância através de uma rede metropolitana real, em Calgary, no Canadá.

Os testes da NASA, cujos resultados foram divulgados esta quinta-feira, têm como objectivo conseguir no futuro comunicações seguras e totalmente criptografadas.

Para conseguir esta proeza fora de um ambiente totalmente controlado, os investigadores utilizaram a plataforma de detecção super-condutora do JPL, o  Laboratório de Propulsão a Jacto da NASA, a fim de detectar fotões transmitidos nos mesmos comprimentos de onda que são usados nas telecomunicações, com o mínimo ruído possível.

(dr) Félix Bussiéres / Université de Genève

A experiência foi conduzida usando cabos de “dark fiber” por baixo da cidade de Calgary, no Canadá

A experiência foi conduzida usando cabos de “dark fiber” por baixo da cidade de Calgary, no Canadá

As experiências usaram apenas “dark fiber”, ou fibra escura, sem o auxílio de quaisquer equipamentos electrónicos ou de rede como repetidores.

Os investigadores acreditam que será possível em futuros testes de teletransporte de partículas conseguir distâncias ainda maiores .

Mas a agência especial norte-americana está já a pensar à escala astronómica, e planeia usar o novo método de comunicação ao espaço, para ajudar nas suas missões espaciais.

A teoria é bastante complexa, mas, resumidamente, baseia-se no entrelaçamento quântico dos átomos que une duas partículas diferentes em lugares distintos, respeitando os princípios do teletransporte – o conhecido paradoxo EPR, postulado em 1935 por Einstein, Podolski e Rosen.

Graças a esse fenómeno, é possível investir em redes de comunicação mais seguras do que as que já existem correntemente.

De acordo com a NASA, “se duas pessoas partilham um par de fotões entrelaçados, a informação quântica pode ser transmitida de forma desincorporada – ou seja, teletransportada”.

“Isso deixa a eventuais bisbilhoteiros absolutamente nada para interceptar, impossibilitando-os de ler uma mensagem secreta que seja enviada”.

Falta ainda muito para que possamos ver a tecnologia a funcionar à escala espacial, onde os repetidores sejam dispensados e os canhões laser se encarreguem do processo de envio das partículas.

Beam me up, Scotty!

ZAP / Canaltech

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Boa tarde.
    Aproveitando as correcções, “cumprimento” de onda não existe: é “comprimento” de onda, unidade de medida de distância ou tamanho.
    Um outro reparo: cada frase não tem que ter o seu próprio parágrafo. É algo de básico: mesma ideia, mesma linha de pensamento ou de discussão, mesmo parágrafo.
    Cumprimentos.

    • Caro Filipe Silva,
      Tem toda a razão, espalhámos-nos ao comprido com os cumprimentos.
      Está corrigido, obrigado pelo seu reparo.
      Em relação à quebra dos parágrafos, é uma (discutível) opção editorial cujo objectivo é aumentar a legibilidade dos textos, que tem sido debatida internamente, e que será alvo de reapreciação quando (brevemente) o design do ZAP for alterado.
      Obrigado uma vez mais pelo seu reparo / sugestão.

RESPONDER

Será que os cães conseguem farejar uma gravidez?

Já ouvimos falar de cães a farejar bombas e de cães a farejar cancro. E quanto à gravidez, o que poderá o nariz de um cão dizer? Há várias mulheres grávidas a relatar que o cão …

Quatro mortos em manifestações na Bolívia. São 23 desde o final de outubro

Comissão Interamericana de Direitos Humanos registou pelo menos 122 feridos desde sexta-feira. Já houve 23 vítimas mortais desde o final de Outubro, início da crise social e política na Bolívia. Quatro pessoas morreram no sábado em …

UE acusada de pagar aos próprios traficantes para travar imigração

A União Europeia conta com um processo no Tribunal Penal Internacional interposto por Omer Shatz e Juan Branco. A UE é acusado de pagar aos próprios traficantes para parar a imigração. Omer Shatz, advogado e professor …

Governo quer ter a primeira refinaria de lítio da Europa

O Governo quer abrir a primeira refinaria de lítio no continente europeu. No entanto, João Galamba refere que tudo depende dos resultados do estudo de impacto ambiental das minas. Sem confirmar que venha a haver minas …

Cientistas desvendam novas pistas sobre o maior macaco que já existiu

O mítico "Bigfoot" é uma criatura lendária mas, durante milhões de anos, o verdadeiro — um símio com o dobro do tamanho de um ser humano adulto — percorreu as florestas do Sudeste Asiático, antes …

Preço do tabaco pode aumentar. Decisão cabe ao Governo

Os responsáveis do Programa Nacional para a Prevenção do Tabagismo propuseram um aumento do preço do tabaco, e a decisão depende agora do Governo. Os responsáveis do Programa Nacional para a Prevenção do Tabagismo propuseram um …

Derrocada em Borba. Um ano depois, ainda é uma ferida aberta e problemas continuam

Um ano depois do acidente na pedreira de Borba, o sindicato que representa os trabalhadores garante que os perigos persistem, enquanto a associação Assimagra salienta que foi um caso “isolado” e está a avançar com …

Caracóis estão a ficar amarelos para se adaptarem às alterações climáticas

Nas áreas urbanas, os caracóis estão a ficar com as cascas amarelas para se adaptarem às alterações climáticas. Os cientistas vão agora analisar os padrões das penas dos pássaros, para perceberem se também há uma …

Os terrenos contaminados de Fukushima vão tornar-se num centro de "energia verde"

Fukushima, local que sofreu um dos maiores desastres nuclear do mundo, vai reinventar-se e tornar-se num centro de energia renovável. Depois de ser atingido por um terramoto e um tsunami de 15 metros em 2011, três …

Cientistas identificaram neurónios específicos que mapeiam memórias

Neurocientistas descobriram um aspeto curioso de como a nossa memória funciona: Quando o cérebro precisa de recuperar informação relacionada com um lugar específico, neurónios individuais podem atingir memórias específicas. De acordo com o estudo publicado na …