NASA prepara-se para equipar o WFIRST com “óculos de sol” cósmicos

Quando o WFIRST da NASA abrir os olhos em meados da década de 2020, o telescópio espacial vai observar o Universo através dos mais sofisticados “óculos de sol” alguma vez projetados.

O instrumento de coronagrafia poderia adotar o nome de “óculos estelares”, uma vez que se trata de um sistema de máscaras, prismas, detetores e espelhos flexíveis para bloquear o brilho de estrelas distantes e, desta forma, revelar planetas em órbita ao seu redor.

Segundo Jason Rhodes, um cientista da NASA, o brilho é “avassalador”, de tal forma que consegue apagar qualquer probabilidade de serem observadores exoplanetas ao redor das estrelas.

As partículas de luz – fotões – de uma estrela dominam qualquer luz vinda de um planeta em órbita quando atingem o telescópio. “O que estamos a tentar fazer é cancelar mil milhões de fotões da estrela para cada um que capturarmos do planeta.”

Neste sentido, o coronógrafo do WFIRST acaba de completar um marco importante: uma revisão preliminar do projeto da NASA. Segundo o Europa Press, isto significa que o instrumento atendeu a todos os requisitos de design, calendário e orçamento e pode agora passar para a próxima fase: construir o hardware que voará no Espaço.

O coronógrafo da missão WFIRST tem como objetivo demonstrar o poder da tecnologia. À medida que capturamos a luz diretamente de grandes exoplanetas gasosos e discos de poeira e gás que circundam outras estrelas, o instrumento irá indicar o caminho para desenvolver tecnologias para telescópios espaciais ainda maiores e ambiciosos.

De acordo com a NASA, os futuros telescópios com coronógrafos ainda mais sofisticados poderão gerar “imagens” de pixel único de planetas rochosos do tamanho da Terra. A luz poderá estender-se a um arco-íris chamado “espectro”, que revelará quais os gases presentes na atmosfera do planeta – oxigénio, metano, dióxido de carbono e até sinais de vida.

“Com o WFIRST vamos conseguir obter imagens e espectros destes grandes planetas, com o objetivo de testar tecnologias que serão usadas numa missão futura: eventualmente observar pequenos planetas rochosos que podem ter água líquida nas suas superfícies ou até sinais de vida, como o nosso”, explicou Rhodes.

O WFIRST é uma espécie de pioneiro e é por isso que a Nasa considera o coronógrafo como uma “demonstração de tecnologia”.O principal objetivo, além de ajudar a fazer descobertas científicas importantes, é provar à comunidade científica que os coronógrafos complexos podem mesmo funcionar no Espaço.

“Este pode ser o instrumento astronómico mais complicado que alguma vez voou”, rematou Jason Rhodes.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Governo dá sete milhões às escolas para compra de material de proteção

O Ministério da Educação disponibilizou cerca de sete milhões de euros para as escolas comprarem máscaras e outros materiais e equipamentos de proteção individual contra a covid-19. Concretamente no que respeita às máscaras, o Ministério da …

Internamentos voltam a descer. Portugal regista 949 novos casos e 28 mortes

Portugal registou esta sexta-feira 949 novos casos de infeção por covid-19 e mais 28 mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde, nas …

Papa inicia hoje visita ao Iraque como "peregrino da paz"

O Papa Francisco inicia hoje uma visita de quatro dias ao Iraque, a primeira de um papa a um país muçulmano de maioria xiita, numa missão em que se apresenta como "peregrino da paz". "Venho como …

Novo Banco. Carlos Costa pede para ser ouvido por videoconferência devido à sua idade e saúde

O ex-governador do Banco de Portugal (BdP), Carlos Costa, pediu à comissão de inquérito sobre o Novo Banco para ser ouvido remotamente, por videoconferência, devido à sua idade e fragilidades de saúde, segundo informação enviada …

O futuro dos 28 arguidos da Operação Marquês já está traçado

O futuro dos 28 arguidos da Operação Marquês, incluindo o do antigo primeiro-ministro José Sócrates e o do banqueiro Ricardo Salgado, está decidido. Uma fonte judicial adiantou ao Expresso que só o juiz Ivo Rosa conhece …

Portugal "não está livre de uma quarta vaga" de contágios quando desconfinar

Na quarta-feira, Graça Freitas admitiu que Portugal pode voltar a enfrentar uma nova vaga da pandemia de covid-19 nos próximos meses. O epidemiologista Manuel Carmo Gomes repete o alerta da diretora-geral da Saúde. Portugal pode enfrentar …

PCP propõe estender moratórias por seis meses. BE quer ouvir Centeno

O PCP quer estender as moratórias bancárias, que vão terminar dentro de algumas semanas, por seis meses. O Bloco de Esquerda entregou um requerimento, com carácter de urgência, para ouvir o Governador do Banco de …

Plano de desconfinamento tem várias velocidades, mas não tem datas

O primeiro esboço do plano de desconfinamento já chegou a São Bento e será apresentado na reunião do Infarmed, marcada para a próxima segunda-feira. A equipa de peritos - liderada por Óscar Felgueiras, da ARS/Norte, e …

A Islândia foi atingida por 17 mil terramotos na semana passada (e uma erupção pode estar iminente)

Mesmo para uma ilha vulcânica acostumada a tremores ocasionais, esta foi uma semana incomum para a Islândia. De acordo com o Escritório Meteorológico da Islândia, cerca de 17 mil terramotos atingiram a região sudoeste de …

Átomo extinto revela segredos da infância do Sistema Solar

Usando o átomo extinto nióbio-92, uma equipa de investigadores da ETH Zurich, na Suíça, conseguiu explicar eventos do início do sistema solar com a maior precisão de sempre. Se um átomo de um elemento químico tiver um …