A NASA descobriu uma nova forma de aterrar em segurança na Lua

A NASA construiu um sistema totalmente novo que pode tornar a aterragem na Lua e em Marte muito menos arriscada – e já tem planos de testá-lo numa missão futura.

De acordo com o TechCrunch, o projeto de Evolução de Capacidades Integradas de Pouso Seguro e Preciso (SPLICE) da agência espacial norte-americana NASA visa melhorar a segurança de pouso combinando um conjunto de sensores a laser, uma câmara, um computador de alta velocidade e alguns algoritmos sofisticados.

“O que estamos a construir é um sistema completo de descida e pouso que funcionará nas futuras missões Artemis à Lua e pode ser adaptado para Marte”, disse Ron Sostaric, gestor do projeto, em comunicado da NASA. “O nosso trabalho é colocar os componentes individuais juntos e garantir que funcione como um sistema funcional.”

O sistema pode permitir que as sondas pousem numa variedade muito maior de locais, incluindo pedregulhos ou crateras próximas. Além disso, pode identificar áreas-alvo seguras que têm apenas metade do tamanho de um campo de futebol.

O SPLICE começa por trabalhar comparando scans da superfície abaixo com um banco de dados de pontos de referência conhecidos para descobrir onde está. De 4,8 a 6,4 quilómetros acima da superfície, um laser de três feixes tenta identificar o local de pouso mais seguro.

A agência espacial norte-americana planeia testar o sistema durante um voo num foguete Blue Origin New Shepard durante uma próxima missão. Em vez de procurar um lugar seguro para pousar na Lua durante esses testes, o SPLICE irá procurar um terreno adequado para pousar o foguete New Shepard na Terra.A NASA ainda tem muito trabalho a fazer para concretizar o seu sistema. “O pouso com segurança e precisão noutro mundo ainda tem muitos desafios”, disse John Carson, gestor de integração técnica para pouso de precisão. “Ainda não há tecnologia comercial que se possa sair e comprar. Cada missão de superfície futura poderia usar essa capacidade de pouso de precisão, por isso a NASA está a atender a essa necessidade agora.”

A NASA espera que o sistema esteja pronto e que permita que a primeira mulher pouse na Lua já em 2024 como parte de seu programa Artemis.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Como a NASSA mente… Então se durante quatro anos fartaram-se de fazer viagens à lua com alunagens 100% seguras, não bastava fazer o mesmo agora?? Conversa da treta! Ir à lua em 2024? Pois sim, esperem sentados!

RESPONDER

Anúncios de TV promovem mais os brindes do que o próprio fast food (e violam diretrizes do setor)

Para uma criança, a melhor parte de uma refeição de fast food não é a comida, mas o brinde que vem juntamente com a refeição. Os anúncios televisivos de fast food são regidos por diretrizes que …

“Se querem sucesso, têm de depender do sistema“. Empresário chinês é preso após disputa com o Estado

Sun Dawu, um dos empresários mais bem sucedidos da China, corre o risco de ser condenado a 25 anos de prisão, caso seja provado que cometeu os crimes dos quais está a ser acusado. O empresário …

Cientistas criam verniz para superfícies que mata bactérias em poucos minutos

Uma equipa multidisciplinar de cientistas desenvolveu um verniz para superfícies que mata bactérias, mesmo as mais resistentes, em apenas 15 minutos, anunciou a Universidade de Coimbra (UC). Trata-se de “uma solução segura e eficaz para prevenir …

Num país marcado pelo racismo, Jane Bolin fez história tornando-se a primeira juíza negra dos EUA

A 22 de julho de 1939, Jane Bolin fez história ao prestar juramento como juíza na cidade de Nova Iorque. A jovem ocupou o cargo durante 40 anos e só saiu de cena quando atingiu …

A petrolífera Exxon está a culpá-lo pelas alterações climáticas

Nos últimos anos, as empresas petrolíferas têm-se afastado do discurso de negação das alterações climáticas. Gigantes globais de energia como a Total, a Exxon, a Shell e a BP reconhecem abertamente que a mudança climática …

"Muita fraternidade”. Portugal enviou vacinas para Cabo Verde

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta segunda-feira que os indicadores da pandemia de covid-19 em Portugal permanecem "muito estáveis" e que a última grande abertura no plano de desconfinamento não teve …

Mais de metade dos alunos LGBTQI sofre bullying na escola, diz relatório

Mais de metade dos alunos LGBTQI sofre 'bullying' na escola, alertou esta segunda-feira a UNESCO, por ocasião do Dia Internacional Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia. A Organização Internacional de Jovens e Estudantes LGBTQI (IGLYO) e …

Telescópio vai "caçar" a luz de 30 milhões de galáxias para mapear Universo e "revelar" energia escura

Um instrumento de um telescópio nos Estados Unidos vai capturar nos próximos cinco anos a luz de quase 30 milhões de galáxias e outros objetos cósmicos, permitindo aos cientistas mapearem o Universo e desvendarem os …

Portugal ficou acima da média europeia quanto ao teletrabalho

Dados do Eurostat sobre o teletrabalho durante a pandemia revelaram que Portugal registou uma média ligeiramente superior (13,9%) à da União Europeia (12,3%) entre as pessoas com idade dos 15 e os 64 anos. Em anos …

"Idiotas". Bolsonaro critica pessoas que mantêm isolamento social na pandemia

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, criticou os brasileiros que seguem as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e mantêm isolamento social na pandemia, a quem chamou de 'idiotas', em conversa com os seus …