A NASA descobriu uma nova forma de aterrar em segurança na Lua

A NASA construiu um sistema totalmente novo que pode tornar a aterragem na Lua e em Marte muito menos arriscada – e já tem planos de testá-lo numa missão futura.

De acordo com o TechCrunch, o projeto de Evolução de Capacidades Integradas de Pouso Seguro e Preciso (SPLICE) da agência espacial norte-americana NASA visa melhorar a segurança de pouso combinando um conjunto de sensores a laser, uma câmara, um computador de alta velocidade e alguns algoritmos sofisticados.

“O que estamos a construir é um sistema completo de descida e pouso que funcionará nas futuras missões Artemis à Lua e pode ser adaptado para Marte”, disse Ron Sostaric, gestor do projeto, em comunicado da NASA. “O nosso trabalho é colocar os componentes individuais juntos e garantir que funcione como um sistema funcional.”

O sistema pode permitir que as sondas pousem numa variedade muito maior de locais, incluindo pedregulhos ou crateras próximas. Além disso, pode identificar áreas-alvo seguras que têm apenas metade do tamanho de um campo de futebol.

O SPLICE começa por trabalhar comparando scans da superfície abaixo com um banco de dados de pontos de referência conhecidos para descobrir onde está. De 4,8 a 6,4 quilómetros acima da superfície, um laser de três feixes tenta identificar o local de pouso mais seguro.

A agência espacial norte-americana planeia testar o sistema durante um voo num foguete Blue Origin New Shepard durante uma próxima missão. Em vez de procurar um lugar seguro para pousar na Lua durante esses testes, o SPLICE irá procurar um terreno adequado para pousar o foguete New Shepard na Terra.A NASA ainda tem muito trabalho a fazer para concretizar o seu sistema. “O pouso com segurança e precisão noutro mundo ainda tem muitos desafios”, disse John Carson, gestor de integração técnica para pouso de precisão. “Ainda não há tecnologia comercial que se possa sair e comprar. Cada missão de superfície futura poderia usar essa capacidade de pouso de precisão, por isso a NASA está a atender a essa necessidade agora.”

A NASA espera que o sistema esteja pronto e que permita que a primeira mulher pouse na Lua já em 2024 como parte de seu programa Artemis.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Como a NASSA mente… Então se durante quatro anos fartaram-se de fazer viagens à lua com alunagens 100% seguras, não bastava fazer o mesmo agora?? Conversa da treta! Ir à lua em 2024? Pois sim, esperem sentados!

RESPONDER

Costa diz que estado de emergência é "prematuro" e põe de lado o recolhimento obrigatório

Numa altura em que o número de infetados não pára de subir em Portugal, o Governo prefere manter a situação de calamidade para dar resposta à pandemia, o que permite tomar medidas como o confinamento …

22-0: a soma de dois jogos, no mesmo dia

Com claro destaque para o que aconteceu nos Países Baixos: 13-0, vitória do Ajax. Recorde no campeonato holandês, cinco golos de um jogador, um guarda-redes a querer marcar uma grande penalidade... O que aconteceu no sábado, …

Aminoácido produzido no cérebro pode prevenir ataques epiléticos

Uma equipa de investigadores da Faculdade de Medicina da Universidade da Florida descobriu que um aminoácido produzido pelo cérebro pode desempenhar um papel crucial na prevenção de um tipo de ataque epilético. As crises epiléticas do …

Ir à escola, viajar e assistir a espetáculos. As exceções à proibição de circulação entre concelhos

No final do último Conselho de Ministros, na semana passada, o Governo anunciou a proibição de circulação entre concelhos entre as 0h de 30 de outubro e as 6h de 3 de novembro, englobando o …

País Basco em confinamento, Bélgica quer transferir doentes para os Países Baixos e França "perdeu o controlo"

Numa altura em que a Europa volta a ser epicentro da pandemia de covid-19, o País Basco decretou o confinamento da população e França considera impor a mesma medida. Com falta de camas, Bélgica pediu …

"Dia histórico". Senado confirma nomeação de Amy Coney Barrett para o Supremo Tribunal dos EUA

O Senado norte-americano confirmou segunda-feira à noite a juíza Amy Coney Barrett para o Supremo Tribunal dos Estados Unidos, o que representa uma vitória política para o Presidente Donald Trump a poucos dias das eleições …

Os olhos das corujas podem ter uma "lente" que melhora a visão noturna

As corujas capturam as suas presas durante a noite. Uma nova investigação sugere que há algo de especial na forma como as moléculas de ADN nos olhos das corujas estão acondicionadas, uma característica que lhes …

Os extraterrestres podem estar a observar-nos à distância (em mais de 1.000 estrelas diferentes)

Da mesma forma que nós, da Terra, já detetámos vários milhares de planetas ao redor de outras estrelas, uma hipotética civilização alienígena poderia ter detetado a nossa presença. Mas de que posições no Espaço isso seria …

Afinal, o buraco negro mais próximo da Terra pode não ser um buraco negro

Um objeto identificado no início deste ano como o buraco negro mais próximo da Terra pode, afinal, não o ser. Depois de reanalisar os dados, diferentes equipas de cientistas concluíram que o sistema HR 6819 …

Rara cobra de duas cabeças e dois cérebros independentes encontrada na Florida

Uma rara cobra com duas cabeças e dois cérebros independentes foi resgatada no estado norte-americano da Florida por uma equipa de especialistas do organização Florida Fish and Wildlife Conservation Commission. Na rede social Facebook, a organização, …