NASA descobre em Marte informações chave sobre origem da vida na Terra

A descoberta de evidências de depósitos hidrotérmicos antigos num relevo oceânico de Marte identifica uma área do planeta que pode oferecer pistas sobre a origem da vida na Terra.

Um relatório internacional recente examina as observações feitas pelo Mars Reconnaissance Orbiter da NASA (MRO). Os autores interpretam os dados como provas de que os depósitos hidrotérmicos foram formados por água aquecida de uma parte vulcanicamente ativa da crosta do planeta entrando no fundo de um grande mar há muito tempo.

“Mesmo que nunca encontremos provas de que tenha havido vida em Marte, este local pode nos informar sobre o tipo de ambiente onde a vida pode ter começado na Terra”, diz Paul Niles, do Centro Espacial Johnson da NASA.

“A atividade vulcânica combinada com água parada proporcionou condições que provavelmente eram semelhantes às condições que existiam na Terra aproximadamente no mesmo período – quando as primeiras formas de vida estavam em evolução aqui”.

Marte hoje não tem água parada nem atividade vulcânica. Os cientistas estimam que os depósitos marcianos atribuídos à atividade hidrotónica no fundo do mar tenham cerca de 3,7 mil milhões de anos.

As condições hidrotérmicas submarinas na Terra durante aproximadamente o mesmo período são um forte candidato para a questão sobre onde e quando começou a vida na Terra.

A Terra ainda tem essas condições, onde muitas formas de vida prosperam em energia química extraída de rochas, sem luz solar. Mas devido à crosta ativa da Terra, o planeta possui pouca evidência geológica direta preservada do tempo em que a vida começou.

A possibilidade de atividade hidrotermal submarina dentro de luas geladas como Europa, em Júpiter, e Encélado, em Saturno, fazem delas possíveis destinos na procura de vida extraterrestre.

As observações do Espectrómetro de Reconhecimento Compacto de MRO para Marte (CRISM) forneceram os dados para a identificação de minerais em depósitos maciços na bacia de Marte Eridania, localizada numa região com algumas das mais antigas crostas expostas do planeta vermelho.

“Este local dá-nos uma história convincente sobre um mar profundo e de longa duração e um ambiente hidrotermal de águas profundas. É evocador dos ambientes hidrotermais do mar profundo na Terra, semelhante aos ambientes onde a vida pode ser encontrada noutros mundos – vida que não precisa de uma atmosfera agradável ou superfície temperada, mas apenas pedras, calor e água”, aponta Niles.

Niles é co-autor do artigo publicado revista Nature Communications, escrito com o autor principal Joseph Michalski, que iniciou a análise no Museu de História Natural de Londres e com co-autores do Instituto de Ciências Planetárias em Tucson, nos EUA, e o Museu de História Natural dos EUA.

Os cientistas estimam que o antigo mar de Eridania ocupava cerca de 210 mil quilómetros cúbicos de água, tanto quanto todos os outros lagos e mares nos primórdios de Marte combinados, e cerca de nove vezes mais do que o volume combinado de todos os Grandes Lagos na América do Norte.

A mistura de minerais identificados a partir dos dados do espectrómetro, incluindo serpentina, esteatita e carbonato, e a forma e textura das camadas de rocha grossa, levaram a identificar possíveis depósitos hidrotérmicos do fundo marinho.

A área possui fluxos de lava que datam do desaparecimento do mar. Os investigadores citam estes fluxos como prova de que esta é uma área da crosta de Marte com uma suscetibilidade vulcânica que também poderia ter produzido efeitos anteriormente, quando o mar estava presente.

O novo trabalho acrescenta à diversidade de tipos de ambientes húmidos para os quais existe prova em Marte, incluindo rios, lagos, deltas, mares, fontes termais, águas subterrâneas e erupções vulcânicas sob o gelo.

“Os antigos depósitos hidrotermais em águas profundas na bacia de Eridania representam uma nova categoria de alvo astrobiológico em Marte. Os depósitos de lençóis freáticos de Eridania não são apenas de interesse para a exploração de Marte, eles representam uma janela para o início da Terra”, afirma o relatório.

A primeira prova da vida na Terra vem dos depósitos do fundo do mar de origem e idade semelhantes, mas o registo geológico desses ambientes da Terra primordial estão mal preservados.

PARTILHAR

RESPONDER

A estrela morta que emitiu ondas de rádio no interior da Via Láctea voltou a fazê-lo

O magnetar SGR 1935+2154, que em abril emitiu a primeira explosão de rádio conhecida de dentro da Via Láctea, explodiu mais uma vez. A pequena estrela morta responsável pela primeira deteção de explosões rápidas de rádio …

"Asteróide do caos". Novos dados confirmam que Apophis pode impactar com a Terra em 2068

Um astrónomo do Instituto de Astronomia da Universidade do Havai revelou novas descobertas críticas relacionadas com um grande asteróide que deverá passar muito perto da Terra. Dave Tholen e os seus colaboradores anunciaram a deteção da …

Luís Filipe Vieira reeleito com 62,59% dos votos

Luís Filipe Vieira foi reeleito para um sexto mandato como presidente do SL Benfica, com 62,59% dos votos dos sócios. Vieira está à frente do emblema da Luz desde 2003. Nem a pandemia travou os sócios …

Sporting 3-1 Gil Vicente | “Pote” de ouro na recta final

Sofrimento e alívio. O Sporting esteve a perder em casa por 1-0 com o Gil Vicente até aos 82 minutos, mas deu a volta ao marcador num curto espaço de tempo, acabando por fixar o …

Descoberto na Austrália recife de coral mais alto do que o Empire State Building

Um novo recife "maciço" de 500 metros foi descoberto na Grande Barreira de Corais da Austrália, tornando-o mais alto do que alguns dos arranha-céus mais altos do mundo. Os cientistas encontraram o recife separado - o …

Encontrados restos de ossos e madeira em pregos que terão sido usados na crucificação de Jesus

Um geólogo israelita analisou pregos supostamente associados à crucificação de Jesus Cristo e descobriu que os objetos contêm traços de osso e madeira. Em 1990, durante a escavação em Jerusalém do túmulo de Caifás, o sumo …

Oreo construiu um "Cofre do Apocalipse" para proteger as suas famosas bolachas

Depois do Svalbard Global Seed Vault, que guarda mais de um milhão de amostras de sementes num bunker, e o Arctic World Archive, que preserva os dados do mundo de hoje, a Oreo criou um "Cofre do …

"O Palmeiras sabe quem é o Abel?" - as dúvidas no Brasil, parte II

Abel Ferreira deverá ser confirmado como novo treinador do Palmeiras nesta sexta-feira. No Brasil voltam a surgir questões sobre as contratações de técnicos estrangeiros. Lembra-se de Marco de Vargas, o jornalista da FOX Brasil que não …

Guru de seita de escravas sexuais condenado a 120 anos de prisão

O guru de uma seita de escravas sexuais, conhecida como NXIVM, foi condenado a 120 anos de prisão. Foi considerado culpado de obrigar mulheres a fazer sexo com ele. Keith Raniere, guru da seita de escravas …

Jogadores do Atlético de Madrid "apanhados" a falar sobre João Félix

Saúl e Oblak elogiaram o jovem português, durante o intervalo da receção ao Salzburgo. Tom diferente teve uma conversa entre jogadores do Real Madrid. João Félix voltou às grandes noites nas competições europeias. Depois de já …