Quando mentimos, ficamos mesmo com “Nariz de Pinóquio”

The Wolf / Flickr

Não, o nariz não cresce quando mentimos. Ainda assim, uma equipa de investigadores voltou a testar o “efeito Pinóquio” e concluiu que o nariz muda de temperatura.

Afinal, a história do Pinóquio, escrita por Carlo Collodi, não é assim tão disparatada. Através da utilização da termografia, os investigadores têm vindo a observar que, quando uma pessoa mente, o seu nariz não cresce, mas muda de temperatura.

Uma equipa de investigadores espanhóis voltou a testar o “efeito Pinóquio” em laboratório e concluiu que a mentira faz com que a temperatura do nariz desça entre 0,6 e 1,2 graus Celsius. O artigo científico foi publicado no Journal of Investigative Psychology and Offender Profiling.

A termografia é uma técnica que se baseia na temperatura corporal, criada durante a Segunda Guerra Mundial para detetar o inimigo. Atualmente, além da equipa de Emilio Gómez Milán, da Universidade de Granada, há grupos de cientistas em Itália e nos Estados Unidos que procuram detetar mentiras através da termografia, mas com teorias diferentes e centradas em regiões da pele distintas.

Em relação a esta equipa espanhola, os resultados dos seus estudos ficaram conhecidos em 2012. A tese de doutoramento de Alejandro Moliné, supervisionada por Emilio Gómez Milán, adiantava que quando fazíamos um grande esforço mental, a temperatura do nariz descia. Mas e quando mentimos, o que acontece?

Para responder a esta questão, a equipa de investigadores desenvolveu um modelo, com algumas melhorias a nível da precisão, de forma a detetar as mudanças da temperatura da pele através de radiação infravermelha.

Segundo o Público, foram feitas quatro experiências com 60 estudantes de psicologia sobre os marcadores térmicos do medo, da ansiedade ou da mentira.

Nesta última experiência, numa das tarefas o grupo experimental tinha de fazer uma chamada telefónica de três ou quatro minutos para uma pessoa próxima e contar uma mentira, enquanto que os participantes do grupo de controlo fizeram um telefonema em que descreviam o que estavam a ver no ecrã de um computador.

“Em ambos os casos, as circunstâncias fizeram os participantes sentir-se ansiosos, mas o grupo experimental vivenciou o chamado ‘efeito de Pinóquio’ no nariz e o efeito do esforço mental na testa, o que permitiu monitorizar a mentira”, explica Emilio Gómez Milán num comunicado da Universidade de Granada.

“Quando mentimos, a temperatura da extremidade do nariz desce entre 0,6 e 1,2 graus Celsius, enquanto a da testa sobe entre 0,6 e 1,5 graus. Quanto maior for a diferença na temperatura entre as regiões faciais, maior será a probabilidade de a pessoa estar a mentir”, indica o investigador.

Isto acontece porque, quando alguém mente, fica-se mais ansioso, fazendo com que a temperatura do nariz se altere. Além disso, como tem de se planear a mentira, a atenção concentra-se na zona da testa, aumentando a temperatura dessa região.

A equipa gostava de ver este sistema aplicado em entrevistas da polícia, aeroportos ou campos de refugiados. “Desta forma, poderia ser possível detetar se um criminoso está a mentir ou saber as verdadeiras intenções das pessoas que atravessam a fronteira entre dois países”, conclui Emilio Gómez Milán.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Humanidade não será capaz de controlar máquinas superinteligentes, avisam cientistas

Uma equipa de investigadores do Instituto Max Planck para o Desenvolvimento Humano sugere que seria impossível controlar máquinas superinteligentes. A tecnologia de Inteligência Artificial (IA) continua a evoluir de vento em popa, enquanto alguns cientistas e …

Em 1950, a vacinação em massa salvou a Escócia

Em 1950, Glasgow, na Escócia, viu-se a braços com um surto de varíola e o cenário era muito semelhante ao que vivemos hoje: as autoridades sanitárias tentavam rastrear todos os contactos de pessoas portadoras do vírus, …

Japonês aluga-se a si próprio "para não fazer nada". E tem milhares de clientes

Um homem japonês que ganha a vida a alugar-se a si próprio “para não fazer nada” atraiu milhares de clientes. O negócio começou em 2018. Por 10.000 ienes (cerca de 79 euros) - mais despesas com …

Documentos de vacinas roubados por hackers também foram "manipulados"

A Agência Europeia do Medicamento, entidade reguladora da União Europeia (UE), informou este sábado que os documentos da vacina contra a covid-19 roubados e colocados na Internet por hackers foram também "manipulados". A manipulação aconteceu depois …

Há 11 anos que não se consumia tanta eletricidade num só dia. A culpa é do frio

O país está a bater recordes de energia, tanto em termos de pico como de consumo diário. A culpa é da vaga de frio que assolou Portugal neste Inverno. O consumo de eletricidade bateu, na quarta-feira, …

Dymka, a gata que perdeu as patas e recebeu próteses de titânio impressas em 3D

Dymka, uma gata russa, ganhou um novo estímulo na sua vida depois de um grupo de veterinários realizar uma cirurgia para substituir as suas patas por próteses feitas de titânio impressas em 3D. A universidade revelou …

Hélder Amaral: "O meu partido de sempre está a morrer"

Em declarações ao semanário Expresso, o antigo deputado do CDS-PP, Hélder Amaral, diz-se desiludido com o seu partido. O ex-deputado centrista Hélder Amaral, que foi também presidente da distrital de Viseu, não está feliz com o …

EDP antecipa pagamento a mais de mil fornecedores em Portugal e Espanha

A EDP vai antecipar o pagamento a mais de mil fornecedores, uma iniciativa que, à semelhança do que já aconteceu no último ano, irá manter-se para todos os pagamentos a fornecedores ao longo do primeiro …

Há centenas de pessoas em busca de tesouros que não existem na Índia (e a culpa é de um boato)

Moradores de pelo menos três vilas no distrito de Rajgarh, no estado indiano de Madhya Pradesh (MP), passaram a última semana à procura de um tesouro antigo que provavemente não existe. Centenas de aldeões estão a …

João Ferreira diz que Marcelo deixou jovens em situação de "vulnerabilidade" (e elogia lay-off a 100%)

João Ferreira criticou este sábado o atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa por deixar os jovens em situação de "vulnerabilidade". O candidato presidencial João Ferreira afirmou, este sábado, que o Presidente da República, Marcelo …