/

Estudo. Narcisismo está associado à intenção empreendedora, mas não ao sucesso empresarial

Uma nova pesquisa da Universidade de Tilburg, na Holanda, lança luzes sobre a relação entre os traços de personalidade narcisistas e o empreendedorismo, com as conclusões a indicarem que que o narcisismo “é uma bênção mista”.

“Os sintomas de saúde mental, como PHDA [Perturbação de Hiperatividade/Défice de Atenção] e autismo, são tradicionalmente rotulados de forma negativa. No entanto, há evidências crescentes de que os indivíduos com esses sintomas podem se destacar em certos ambientes de trabalho”, disse Yik Kiu Leung, autor do estudo e professor assistente de empreendedorismo na Universidade de Tilburg.

“Uma vez que as características do narcisismo, como a necessidade de atenção, admiração e poder se ajustam bem ao ambiente de trabalho do empreendedorismo, é importante estender a literatura anterior e fornecer uma visão sistemática da ligação entre o narcisismo e vários aspetos da empreendedorismo”, referiu.

Para o estudo, os investigadores examinaram dados de seis amostras independentes de indivíduos da França, do Japão e da Holanda, que realizaram avaliações aos traços narcisistas e a várias facetas do empreendedorismo. As amostras incluíram estudantes universitários, trabalhadores e empresários.

O estudo, publicado no Journal of Business Venturing Insights e citado pelo Psypost, incidiu sobre os traços narcisistas – presentes na população em geral, a diferentes níveis – e não o transtorno de personalidade narcisista, que é uma condição de saúde mental.

A equipa encontrou uma relação positiva entre o narcisismo e a intenção e a orientação empreendedora. Verificou, contudo, pouca associação entre o narcisismo e o sucesso nos negócios.

“Utilizando dados de cerca de 5.000 mil entrevistados, encontramos uma ligação positiva entre o narcisismo e a intenção de se tornar um empreendedor, bem como uma tendência a agir como um empreendedor (ou seja, assumir riscos, ser proativo e inovador)”, disse Leung ao PsyPost.

“Também é importante notar que, embora não tenhamos encontrado uma ligação clara entre o narcisismo e o sucesso nos negócios, os empresários que têm um nível mais alto de tendência narcisista relataram um nível mais alto de bem-estar, como a satisfação com a vida”, acrescentou o professor.

Numa pesquisa anterior, Leung descobriu que os empreendedores narcisistas tinham menos probabilidade de aprender com as falências dos seus negócios. Isso pode ajudar a explicar por que os empreendedores narcisistas não são mais bem-sucedidos, apesar de terem uma orientação mais empreendedora.

  Taísa Pagno //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE