A Ciência descobriu um novo uso para a música de Skrillex: repelente de mosquitos

Segundo um estudo recente, a música Scary Monsters And Nice Sprites, de Skrillex, é altamente eficaz em manter os mosquitos longe do nosso sangue.

Este estudo pode parecer demasiado bizarro para ser verdade, mas os cientistas afirmam, com certeza, que a música Scary Monsters And Nice Sprites, do produtor musical Skrillex, pode evitar que os mosquitos piquem a nossa pele.

O artigo científico foi publicado na Acta Tropica e pode ajudar os cientistas a encontrar novas formas de manter os insetos transmissores de doenças longe da nossa pele com a ajuda preciosa de sons como este.

Para chegar a esta conclusão, a equipa de cientistas expôs o mosquito da febre amarela (Aedes aegypti) à música de Skrillex. Scary Monsters And Nice Sprites foi a música escolhida devido à sua mistura de frequências muito altas e muito baixas, que os cientistas suspeitavam que podiam perturbar os mosquitos. E foi o que, de facto, aconteceu.

Segundo o Fast Company, os investigadores dividiram os mosquitos Aedes aegypti em dois grupos: um deles ouviu a música de Skrillex e o outro não. O resultado foi claro e mostrou que a música tornou os insetos menos sedentos por sangue e menos propensos a ter relações sexuais.

De acordo com os cientistas, o som e a sua receção são cruciais para a reprodução, sobrevivência e manutenção da população de vários animais. “Nos insetos, as vibrações de baixa frequência facilitam as interações sexuais, enquanto que o ruído interrompe a perceção dos sinais de insetos da mesma espécie e hospedeiros”, referem.

A experiência fez com que os investigadores chegassem à conclusão de que as fêmeas eram “entretidas” pela música e, por isso, atacavam menos vezes os humanos. Por sua vez, os machos tinham relações sexuais “com muito menos frequência”, em comparação com o grupo de controlo.

“A observação de que esta música pode atrasar o ataque do hospedeiro, reduzir a alimentação sanguínea e interromper o acasalamento fornece novos caminhos para o desenvolvimento de medidas de proteção e controlo pessoal baseadas na música contra doenças transmitidas pelo Aedes“, adianta o relatório.

O mosquito da febre amarela é, geralmente, encontrado em climas tropicais e conhecido por espalhar doenças mortais, como a febre amarela (espalhada pelas fêmeas do mosquito Aedes aegypti), e também a infeção pelo vírus zika.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. ZAP… gosto muito de vos ler, especialmente no que toca à ciência e à política.

    No que diz respeito à ortografia… Ai ai. Hoje em dia, com corretores ortográficos (alguns até com AI), cada vez menos é desculpa.

    Um abraço!

    • Caro Discípulo do ZAP,
      Obrigado pelo seu feedback, que muito nos apraz.
      Quanto ao seu reparo acerca da ortografia, lamentamos não ter sabido identificar quaisquer erros ortográficos nesta notícia (exceptuando talvez o uso de “sedentos por sangue”, que poderíamos ter escrito “sedentos de sangue”, mas que não é uma questão ortográfica).
      Pode por favor ajudar-nos?

  2. Boa tarde
    talvez seja boa ideia substituir
    “A experiência fez com que os investigadores chegassem à conclusão que as fêmeas era “entretidas” pela música (…)”
    por
    “A experiência fez com que os investigadores chegassem à conclusão de que as fêmeas eram “entretidas” pela música (…)”
    e, ainda,
    “O mosquito da febre amarela é, geralmente, encontrado em climas tropicais e conhecido por espalha doenças mortais, como o vírus zika.”
    por
    “O mosquito da febre amarela é, geralmente, encontrado em climas tropicais e conhecido por espalhar doenças mortais, como a febre amarela (espalhada pelas fêmeas do mosquito Aedes aegypti), e também a infecção pelo vírus zika.”
    (nota: o vírus zika não é uma doença mortal e a sua associação a doenças, de que a mais sonante será a microcefalia de recém nascidos, ainda está em investigação – ver, a propósito, página sobre o zika no site da DGS).

O mar interno da misteriosa Encélado "grita" habitabilidade

Uma equipa de especialistas desenvolveu um novo modelo geoquímico que revela que o dióxido de carbono do interior de Encélado, lua de Saturno que abriga um oceano, pode ser controlado através de reações químicas no …

Os Simpsons podem ter previsto o surto do novo coronavírus da China

A série de televisão animada "Os Simpsons" é conhecida por ter feito profecias que, com o passar do tempo, se tornaram mesmo realidade. Agora, os fãs do programa parecem ter encontrado um episódio que prediz …

Identificada nova espécie de dinossauro que viveu há mais de 150 milhões de anos

Paleontólogos identificaram, nos Estados Unidos, uma nova espécie de dinossauro do género dos alossauros, que viveu há mais de 150 milhões de anos. A espécie, que tem o nome de Allosaurus jimmadseni, foi identificada a partir …

Escorpião com 436 milhões de anos foi dos primeiros animais a pisar a Terra

Cientistas descobriram um escorpião com 436 milhões de anos que terá sido um dos primeiros animais da Terra a migrar dos habitats aquáticos para os terrestres. Foram encontrados dois fósseis da espécie num antigo mar tropical …

Bruno de Carvalho disposto a liderar SAD do Sporting com Varandas

O ex-presidente do Sporting admitiu, esta sexta-feira, estar disposto a liderar a SAD do clube, mesmo com Frederico Varandas como presidente. No seu comentário semanal na Rádio Estádio, Bruno de Carvalho disse estar disposto a regressar …

A Inteligência Artificial teria resolvido o mistério da fuga de Alcatraz

Um programa de Inteligência Artificial (IA) poderia ter resolvido o mistério da fuga dos irmãos irmãos John e Clarence Anglin e Frank Morris da prisão de Alcatraz, que foi considerada uma das mais seguras dos …

Mais de 30 militares dos EUA ficaram com lesões cerebrais após ataque iraniano

Mais de 30 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque iraniano na base militar de Ain al-Assad, no Iraque. 34 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque levado …

Homem que torturou suspeitos de planear o 11 de setembro diz que o voltaria a fazer

James Mitchell torturou os cinco suspeitos de terem planeado o ataque de 11 de setembro de 2001. Em tribunal, disse que não tem remorsos e que o voltaria a fazer. James Mitchell foi o psicólogo responsável …

Belenenses e Belenenses SAD chegam a acordo para suspender ações judiciais

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta sexta-feira, que foi alcançada uma suspensão das ações judiciais entre o Belenenses e a Belenenses SAD. Em comunicado publicado na sua página oficial, a FPF informou que o …

Amazon quer que os clientes paguem com as mãos

A gigante tecnológica Amazon quer que os  clientes comprem e efetuem o pagamento com um aceno da mão em vez de passar um cartão numa máquina. De acordo com o Wall Street Journal, que cita fontes …