A Ciência descobriu um novo uso para a música de Skrillex: repelente de mosquitos

Segundo um estudo recente, a música Scary Monsters And Nice Sprites, de Skrillex, é altamente eficaz em manter os mosquitos longe do nosso sangue.

Este estudo pode parecer demasiado bizarro para ser verdade, mas os cientistas afirmam, com certeza, que a música Scary Monsters And Nice Sprites, do produtor musical Skrillex, pode evitar que os mosquitos piquem a nossa pele.

O artigo científico foi publicado na Acta Tropica e pode ajudar os cientistas a encontrar novas formas de manter os insetos transmissores de doenças longe da nossa pele com a ajuda preciosa de sons como este.

Para chegar a esta conclusão, a equipa de cientistas expôs o mosquito da febre amarela (Aedes aegypti) à música de Skrillex. Scary Monsters And Nice Sprites foi a música escolhida devido à sua mistura de frequências muito altas e muito baixas, que os cientistas suspeitavam que podiam perturbar os mosquitos. E foi o que, de facto, aconteceu.

Segundo o Fast Company, os investigadores dividiram os mosquitos Aedes aegypti em dois grupos: um deles ouviu a música de Skrillex e o outro não. O resultado foi claro e mostrou que a música tornou os insetos menos sedentos por sangue e menos propensos a ter relações sexuais.

De acordo com os cientistas, o som e a sua receção são cruciais para a reprodução, sobrevivência e manutenção da população de vários animais. “Nos insetos, as vibrações de baixa frequência facilitam as interações sexuais, enquanto que o ruído interrompe a perceção dos sinais de insetos da mesma espécie e hospedeiros”, referem.

A experiência fez com que os investigadores chegassem à conclusão de que as fêmeas eram “entretidas” pela música e, por isso, atacavam menos vezes os humanos. Por sua vez, os machos tinham relações sexuais “com muito menos frequência”, em comparação com o grupo de controlo.

“A observação de que esta música pode atrasar o ataque do hospedeiro, reduzir a alimentação sanguínea e interromper o acasalamento fornece novos caminhos para o desenvolvimento de medidas de proteção e controlo pessoal baseadas na música contra doenças transmitidas pelo Aedes“, adianta o relatório.

O mosquito da febre amarela é, geralmente, encontrado em climas tropicais e conhecido por espalhar doenças mortais, como a febre amarela (espalhada pelas fêmeas do mosquito Aedes aegypti), e também a infeção pelo vírus zika.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. ZAP… gosto muito de vos ler, especialmente no que toca à ciência e à política.

    No que diz respeito à ortografia… Ai ai. Hoje em dia, com corretores ortográficos (alguns até com AI), cada vez menos é desculpa.

    Um abraço!

    • Caro Discípulo do ZAP,
      Obrigado pelo seu feedback, que muito nos apraz.
      Quanto ao seu reparo acerca da ortografia, lamentamos não ter sabido identificar quaisquer erros ortográficos nesta notícia (exceptuando talvez o uso de “sedentos por sangue”, que poderíamos ter escrito “sedentos de sangue”, mas que não é uma questão ortográfica).
      Pode por favor ajudar-nos?

  2. Boa tarde
    talvez seja boa ideia substituir
    “A experiência fez com que os investigadores chegassem à conclusão que as fêmeas era “entretidas” pela música (…)”
    por
    “A experiência fez com que os investigadores chegassem à conclusão de que as fêmeas eram “entretidas” pela música (…)”
    e, ainda,
    “O mosquito da febre amarela é, geralmente, encontrado em climas tropicais e conhecido por espalha doenças mortais, como o vírus zika.”
    por
    “O mosquito da febre amarela é, geralmente, encontrado em climas tropicais e conhecido por espalhar doenças mortais, como a febre amarela (espalhada pelas fêmeas do mosquito Aedes aegypti), e também a infecção pelo vírus zika.”
    (nota: o vírus zika não é uma doença mortal e a sua associação a doenças, de que a mais sonante será a microcefalia de recém nascidos, ainda está em investigação – ver, a propósito, página sobre o zika no site da DGS).

Afinal, Vénus pode não ser tão semelhante à Terra como pensávamos

Uma nova investigação questiona a habitabilidade de Vénus, planeta que os cientistas consideram há pouco tempo numa outra investigação poder ter um clima habitável semelhante ao da Terra. De acordo com a nova investigação, cujos …

Há gelo no polo sul da Lua e pode ter muitas fontes

Um novo estudo sugere que o gelo encontrado na superfície lunar pode ter milhares de milhões de anos, além de ter surgido de diferentes fontes. O estudo, publicado recentemente na Icarus, sugere que a maioria do …

A Evolução mostra que podemos ser a única forma de vida inteligente no Universo

As reduzidas probabilidades que acompanham a nossa evolução ao longo da história podem ser uma pista que talvez sejamos a única forma de vida inteligente no Universo. Será que estamos sozinhos no Universo? Tudo se resume …

A China está a usar a educação como arma para controlar o Tibete

A China quer obrigar crianças tibetanas a abandonarem as escolas da região e mudarem-se para escolas chinesas. O objetivo, segundo uma especialista, é "tirar o tibetano da criança". A batalha geopolítica entre a China e o …

Revelada explosão violenta no coração de um sistema que alberga um buraco negro

Uma equipa de astrónomos, liderada pela Universidade de Southampton, usou câmaras de última geração para criar um filme com alta taxa de quadros de um sistema com um buraco negro em crescimento e a um …

"É altura de dizer basta". Sporting corta com as claques

O Sporting rescindiu “com efeitos imediatos” os protocolos que celebrou em 31 de julho com a Associação Juventude Leonina e com o Diretivo Ultras XXI – Associação, anunciou hoje o clube, devido à “escalada de …

Poluição atmosférica associada a abortos espontâneos

Elevados níveis de poluição atmosférica foram associados a abortos espontâneos num estudo feito com mulheres grávidas a viver e trabalhar em Beijing, na China. A China é um dos países que mais sofre com a poluição …

Empresas espanholas dominam obras públicas na ferrovia

As empresas espanholas dominam as obras públicas na ferrovia em Portugal, ascendendo a sua quota a 70%, avança o Expresso na sua edição deste sábado. Para presidente da Associação de Empresas de Construção e Obras …

Cada vez mais mulheres denunciam abusos médicos durante o parto

Um número crescente de mulheres tem vindo a denunciar casos de abuso durante o trabalho de parto. No entanto, pouco está a ser feito para mudar isto. Durante o parto, as mulheres ficam numa posição vulnerável …

Já podemos explorar "Melckmeyd", naufrágio holandês do século XVII

Nas profundezas do Oceano Atlântico, perto da costa da Islândia, encontram-se os destroços de um navio holandês que afundou há 360 anos, no qual agora podemos "mergulhar" graças a uma experiência de realidade virtual. Quando a …