//

A muralha de Game of Thrones na vida real? Vídeo recria glaciar gigante que existiu na Escócia

Max Van Wyk de Vries / Kieran Duncan

Dois investigadores juntaram-se para criar uma reconstituição visual de uma enorme muralha de gelo que existiu na Escócia e que parece saída da série de fantasia Game of Thrones.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Quase que dá para ver os homens da Patrulha da Noite vestidos de preto a proteger o Castelo Negro. Mas só quase. Apesar da grande semelhança com a muralha da série televisiva Game of Thrones, esta existiu mesmo na vida real e não tinha como objectivo proteger um reino medieval dos Caminhantes Brancos, pelo menos que se saiba.

Pode ser que a verdade por detrás da conhecida frase “o Inverno está a chegar” fosse afinal uma ode à proximidade de uma Idade do Gelo – períodos extensos de tempo de clima frio quando tudo fica coberto em gelo.

Não sabemos se o clima de Westeros também é cíclico entre Idades do Gelo e períodos interglaciares quando o clima é mais quente, mas essa é a realidade da Terra, e levou à criação de uma muralha de gelo na Escócia que parece saída da imaginação de George R.R. Martin.

Um novo vídeo mostra uma representação de um lençol de gelo gigante que moldou a paisagem escocesa na última Idade do Gelo. O glaciar media um quilómetro e assombrava a actual cidade de Dundee. As imagens mostram a colina Dundee Law, que mede 174 metros, como escala de comparação com a muralha de gelo.

A ideia partiu de Kieran Duncar, um professor em design de comunicação da Universidade de Dundee, que criou o vídeo com o glaciólogo Max Van Wyk de Vries, da Universidade do Minnesota.

“Parte do filme mostra como um lençol de gelo de um quilómetro pareceria no topo da Dundee Law, e eu lembro-me de ter ficado espantado quando o Max me falou pela primeira vez disso”, escreve Kieran Duncan, num comunicado divulgado pela Universidade.

O professor explica que “ouvem-se números assim, mas que é só quando se vê como teria sido em relação a alguma coisa como a Law, que fica acima de toda a cidade, é que se começa a perceber quão grande este glaciar era“.

Os glaciares cobriram Dundee e a maior parte das ilhas britânicas há 20 mil anos, na parte final da última Idade do Gelo – entre há 2.6 milhões de anos até há 11.700 anos.

Também não foi um dragão de gelo que destruiu a muralha, mas sim o reaquecimento da Terra há cerca de 15 mil anos. Os glaciares derreteram e começaram a retirar-se, mas deixaram os seus traços na paisagem, como a própria colina da Dundee Law.

PUBLICIDADE

A pandemia também teve um dedo na criação do vídeo. Max Van Wyk de Vries decidiu investigar mais sobre o passado da Escócia quando visitou a namorada em Dundee em Março de 2020 e foi depois impedido de voltar para os Estados Unidos devido à covid-19. O casal começou a fazer exercício físico na área.

“Isso fez-me começar a pensar nestas lindas paisagens e em como se formaram pelo gelo que fluía”, explica. O glaciólogo investigou depois estudos científicos, dados locais e imagens de satélite da Gronelândia actual.

Van Wyk juntou-se depois a Duncan na reconstituição visual da muralha de gelo e o projecto recebeu financiamento da Sociedade Britânica de Geomorfologia. O vídeo de três minutos usa técnicas de animação e imagens filmadas para trazer à vida o antigo glaciar.

Game of Thrones S01E02 - The Wall

  Adriana Peixoto, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.