O mundo vai enfrentar uma pandemia de Parkinson

O número de pessoas com doença de Parkinson irá aumentar em grandes proporções. Em 2040, os cientistas preveem que o número de pessoas que sofrem da doença cresça para os 14,2 milhões.

“As pandemias são geralmente equiparadas a doenças infecciosas como Zika, gripe e HIV. Mas os distúrbios neurológicos são agora a principal causa de inaptidão no mundo e a doença que apresenta um crescimento mais rápido é a doença de Parkinson”, esclareceu Ray Dorsey, neurologista do Centro Médico da Universidade de Rochester.

Segundo um artigo publicado na JAMA Neurology, Dorsey e a sua equipa referem que entre 1990 e 2015 a prevalência de Parkinson mais do que duplicou, e estimam que haja cerca de 6,9 milhões de doentes em todo o mundo.

Dorsey acredita que até 2040, o número de pessoas que sofrem da doença de Parkinson cresça para os 14,2 milhões, à medida que a população envelhece. Os investigadores preveem que a taxa de crescimento supere a doença de Alzheimer.

Embora estas estimativas sejam passíveis de sofrer erros de diagnóstico ou de ser influenciadas com o aumento da esperança de vida, Dorsey argumenta que a comunidade médica deve prosseguir as mesmas estratégicas que, em 15 anos, transformaram o HIV de uma doença desconhecida e fatal, numa condição crónica tratável.

“As pessoas que sofrem de HIV exigiram melhores tratamentos e agiram ativamente no processo de consciencialização. Foram, literalmente, para as portas das empresas farmacêuticas exigir novos tratamentos”, afirma Bastia Bloem, neurologista do Centro Médico da Universidade de Radboud, na Holanda.

Os cientistas defendem que a comunidade de doentes de Parkinson deve unir-se, lutar por melhores tratamentos e estar presente no processo de consciencialização.

Segundo o Sci-News, defender o aumento do financiamento da pesquisa da doença, reduzir o custo dos tratamentos e aumentar o acesso aos cuidados são as medidas que estão no topo da lista das necessidades dos doentes.

“A comunidade de Parkinson tem sido muito calma nestas questões”, admite Dorsey. “O fardo atual e o futuro desta doença debilitante depende da ação“.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Telmo Correia critica abstenção do CDS na votação do estado de emergência

O líder parlamentar do CDS-PP criticou a direção do partido por ter optado, na última sexta-feira, pela abstenção na votação do quinto estado de emergência. Mais um sinal de divergência entre a direção e o grupo …

Governo brasileiro deixou de aplicar grande parte das verbas públicas para combater covid-19

O Governo brasileiro deixou de executar grande parte das verbas públicas disponibilizadas para programas destinados a conter os efeitos da pandemia da covid-19, estando em causa vários milhões de reais. Segundo revelou o Folha de São …

Meghan Markle revela que passou por aborto espontâneo. "Perder um filho é uma dor quase insuportável"

Meghan Markle revelou que teve um aborto espontâneo em julho, contando a sua experiência traumática na esperança de ajudar outras pessoas. A Duquesa de Sussex descreveu o aborto num artigo de opinião publicado hoje no jornal …

FC Porto e Sporting com duelos de "primeira" na Taça, Benfica à espera

O sorteio realizado, esta quarta-feira, deu a conhecer os adversários do FC Porto e do Sporting na quarta eliminatória da Taça de Portugal. Benfica ainda aguarda o resultado da partida entre Vilafranquense e Sanjoanense. O FC …

Von der Leyen lembra Hungria e Polónia que milhões de europeus estão à espera

A presidente da Comissão Europeia deplorou, esta quarta-feira, o impasse na aprovação do Orçamento Plurianual e do Fundo de Recuperação, apontando que os líderes devem uma resposta urgente a milhões de cidadãos europeus angustiados, incluindo …

Lista da Bloomberg ordena os 50 países que respondem melhor à pandemia. Portugal fora dos 30 primeiros

O Ranking da Bloomberg avalia dez critérios que dizem respeito à forma como os países dominaram a pandemia. Portugal aparece sensivelmente a meio, melhor no acesso à saúde, pior no fator económico. A Bloomberg, grupo de …

Altice Portugal corta relações institucionais com a Anacom

A Altice Portugal anunciou, esta quarta-feira, que decidiu suspender "qualquer relacionamento institucional" com a Autoridade Nacional das Comunicações (Anacom). "No atual contexto, em que toda a economia nacional e seus agentes se sentem já esclarecidos e …

Ana Gomes espera que Marcelo pare de alimentar "tabu" sobre uma recandidatura

A candidata presidencial Ana Gomes disse nesta quarta-feira esperar que o atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, não continue a alimentar o "tabu" sobre uma recandidatura, "até para não se valer do cargo" …

Bloco de Esquerda vai votar contra o Orçamento do Estado

O Bloco de Esquerda vai votar contra a proposta do Orçamento do Estado para 2021 (OE2021), que vai ser votada, na Assembleia da República, esta quinta-feira. De acordo com o jornal Público, a decisão ainda vai …

Agência europeia de aviação prepara-se para autorizar regresso do Boeing 737 MAX

A Agência Europeia para Segurança da Aviação (EASA) manifestou hoje intenção de aprovar o regresso da aeronave Boeing 737 MAX aos céus da União Europeia (UE), mas apenas se forem cumpridos requisitos técnicos e de …