Múmias milenares tinham tatuagens escondidas (e já podemos vê-las)

Anne Austin

As tatuagens escondidas em antigas múmias egípcias estão agora a ser reveladas pelos cientistas, usando uma nova tecnologia de infravermelho, permitindo vislumbrar como os membros da sociedade há três mil anos viviam e trabalhavam.

Tatuagens semelhantes já tinham sido previamente identificadas pela arqueóloga Anne Austin num estudo publicado em 2017, que descreveu símbolos identificáveis de conotação religiosa, bem como representações de motivos florais, animais e divindades.

Na época, as medidas fotográficas revelaram dezenas de tatuagens no pescoço, ombros, braços e costas da múmia, incluindo um “par de tatuagens de flor de lótus” conectado por uma linha pontilhada nos quadris de uma mulher. Foi determinado que todas as tatuagens foram feitas antes da mumificação e em locais que exigiam que alguém as aplicasse.

“Em 2014, a missão do Institut Français d’Archéologie Orientale (IFAO) identificou uma múmia amplamente tatuada da necrópole de Deir el-Medina, a comunidade dos trabalhadores que cortavam e decoravam os túmulos reais do Novo Reino”, de acordo com o resumo do estudo. “Desde então, identificamos vários outros indivíduos com tatuagens entre os muitos restos humanos não publicados no local”.

Anne Austin, juntamente com a sua equipa, examinou as múmias em 2016 e, novamente, este ano. As novas descobertas, que foram apresentadas na reunião anual da American Schools of Oriental Research identificam novos indivíduos tatuados, além dos descritos anteriormente.

No entanto, os investigadores ainda não conseguiram identificar os símbolos ou para que podem ter sido utilizados. As identidades das múmias também permanecem desconhecidas.

Anne Austin

Os desenhos e a colocação das tatuagens variam amplamente entre os indivíduos, mas o número de tatuagens descobertas sugere que a prática provavelmente terá sido uma grande parte da cultura Deir el-Medina.

“A distribuição, exibição e conteúdo dessas tatuagens revelam como foram usadas na prática religiosa e para forjar identidades públicas permanentes”, escreveram os investigadores, citados pelo IFLScience. “As tatuagens extensas numa múmia feminina demonstram o uso de tatuagens para identificar e permitir que essa mulher atue como uma praticante religiosa essencial para a comunidade Deir el-Medina.”

Deir El-Medina foi uma antiga vila onde viviam artesãos que construíram os túmulos reais no Vale dos Reis e no Vale das Rainhas, de acordo com a Enciclopédia da História Antiga. Ao contrário de muitas outras civilizações da época, Deir El-Medina era uma comunidade planeada com o objetivo de abrigar trabalhadores que eram conhecidos como “Servos no Lugar da Verdade”.

O local foi escavado desde o início do século XX e fornece uma riqueza de informações sobre a vida quotidiana das pessoas que lá moravam, bem como o seu papel na construção dos eternos lugares de descanso da realeza.

Estas descobertas oferecem algumas das “evidências mais abrangentes que temos até hoje sobre a prática de tatuar no Egito antigo”. Os egiptólogos identificaram tatuagens em apenas algumas múmias que abrangem a história com mais de três mil anos do Egito faraónico – e pouco se sabe sobre a importância da prática no Egito Antigo.

As tatuagens figurativas mais antigas foram eternizadas em duas múmias egípcias alojadas no Museu Britânico de Londres, datadas de 5.300 anos.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Não trocaria Ceni por Jesus"

Análise ao que fez diferença no Brasileirão 2020: o plantel do Flamengo, que é melhor do que o elenco de todos os outros clubes. O Brasileirão 2020 - que só terminou em 2021 - teve um …

Irão condena "firmemente" ataque na Síria. EUA quis enviar "mensagem clara"

O Irão, aliado do regime sírio de Bashar al-Assad, condenou "firmemente" os ataques norte-americanos a milícias pró-iranianas na Síria, considerando que podem "intensificar os conflitos" na região. Segundo o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Said …

Vieira segura Jesus apesar da pressão interna

O presidente do SL Benfica, Luís Filipe Vieira, descarta neste momento avançar para a demissão do treinador encarnado, Jorge Jesus, apesar da pressão interna para o fazer, avança este sábado o desportivo Record. Segundo a …

Os antigos egípcios tinham um segredo para fazer pão. Milénios depois, eis a receita

Ninguém sabia como é que os antigos egípcios faziam pão, até uma investigadora ter posto – literalmente – as mãos na massa e descoberto qual era o seu segredo. "A produção de pão no Egito faraónico …

Afinal, Messi pode mesmo ficar em Barcelona

O internacional argentino Lionel Messi, que no verão passado admitiu publicamente que queria deixar o FC Barcelona, poderá continuar no clube. A informação é avançada este sábado pelo jornal espanhol Marca, que dá conta que …

Governo vai começar a executar o PRR pela área da saúde e apoio aos idosos

O Governo quer começar a executar o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) pela área da saúde e combate às vulnerabilidades sociais. Em declarações ao jornal Público, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira …

Testes alargados a todas as escolas e passam a contemplar amostras de saliva

Os testes ao novo coronavírus vão abranger todas as escolas de Portugal continental e contemplar a amostra de saliva para a realização dos rastreios laboratoriais, segundo a atualização da norma da Direção-Geral da Saúde (DGS) …

Poeira de asteróide encontrada na cratera Chicxulub encerra caso da extinção dos dinossauros

Uma equipa de investigadores acredita ter encerrado o caso da extinção dos dinossauros após ter encontrado poeira de asteróide na cratera que Chicxulub terá criado há 66 milhões de anos. Desde os anos 1980 que a …

CDS recebeu com "alegria e entusiasmo" candidatura de Moedas a Lisboa

O presidente do CDS-PP afirmou, esta sexta-feira, que o partido recebeu com "grande alegria e entusiasmo" a candidatura de Carlos Moedas à Câmara de Lisboa, considerando que é "um nome forte" e uma "ótima notícia" …

Nem Pote, nem Porro. As estatísticas mostram que Manafá tem sido o melhor em Portugal

O índice de desempenho de uma ferramenta de scouting usada por grandes clubes europeus aponta Wilson Manafá como o jogador em melhor forma da Liga NOS. Não é tecnicamente dotado, nem um favorito dos adeptos. O …