Aprovadas multas entre os 25 e os 250 euros para quem atirar beatas ao chão

tavallai / Flickr

A partir de terça-feira, atirar uma beata para o chão passou a custar pelo menos 25 euros, podendo o valor chegar aos 250 euros. Um novo diploma aprovado no Parlamento obriga ainda empresas a disponibilizarem cinzeiros na rua. Se não o fizerem, incorrem numa infração e podem pagar coimas até aos 1.500 euros.

Segundo a notícia, avançada pelo Jornal de Negócios, citado pelo Observador, o diploma foi aprovado na comissão parlamentar de ambiente e é uma alteração à lei inicialmente proposta pelo PAN. As alterações – propostas pelo PSD – passam essencialmente pelo valor das coimas: o partido de André Silva previa multas até 500 euros.

A nova lei pode entrar imediatamente em vigor, mas, de acordo com o Jornal de Negócios, está previsto um ano de período transitório. O objetivo é oferecer um período de adaptação às várias entidades visadas pelo diploma.

A proposta foi possível através de um acordo entre socialistas e sociais democratas, que concordaram com as ideias do PSD.

Taísa Pagno TP, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Finalmente um passo na direcção certa… de maior civismo e responsabilidade!

    No Japão há já pelo menos 2 DÉCADAS que quem fuma traz consigo uma carteira, similar a um porta-moedas onde coloca as beatas e a cinza… Aqui em Portugal tem de ser pela multa…

    Atirar de um carro devia ser uma agravante!

    Na legislação, que não conheço, devia também incentivar-se a indústria tabaqueira a produzir cigarros com elementos exclusivamente biodegradáveis pois continuarão a existir muitos a deitar para o chão, achando que as beatas se limpam sozinhas…

  2. Ok, é muito bom haver legislação. Contudo, tal como os dejectos dos cães na via pública, as trotinetas e bicicletas a circularem e a serem deixadas nos passeios, ou O RUÍDO DE VIZINHANÇA, entre outros casos, não são devidamente policiados, até porque só o facto de se conseguir atendimento pela Policia Municipal constitui um autêntico EUROMILHÕES e, quando se tem a grande sorte de atenderem, ouvimos como resposta a falta de meios para resolverem as situações em tempo útil…

RESPONDER

Documentos mostram que assassinos de Khashoggi usaram aviões de empresa controlada pelo príncipe herdeiro

Documentos judiciais revelam que os dois jatos particulares usados ​​pelos supostos assassinos do jornalista Jamal Khashoggi pertenciam a uma empresa que, menos de um ano antes, tinha sido apreendida pelo príncipe herdeiro da Arábia Saudita. Os …

António Guterres agradece confiança do Governo português

O secretário-geral da ONU expressou, esta quarta-feira, agradecimento e humildade por receber o apoio oficial do Governo português para um segundo mandato e prometeu fazer de tudo para continuar a ser digno da renomeação. "O secretário-geral …

Israel identifica cidadãos que não foram vacinados. Na Galiza, quem recusar vacina arrisca multa

O Parlamento israelita autorizou esta quarta-feira o Ministério da Saúde a comunicar às entidades públicas do país as identidades de pessoas não vacinadas contra a covid-19, levantando preocupações sobre a privacidade dos cidadãos que recusam …

Testes por saliva usados em eventos-piloto antes de festivais de verão

Os agentes ligados a festivais e concertos e a Direção-Geral de Saúde (DGS) vão realizar várias experiências-piloto para se perceber em que moldes se podem concretizar os festivais de música no verão. Uma das ideias é …

Mais 49 mortes e 1.160 casos de covid-19. Há menos doentes internados do que no Natal

O boletim divulgado esta quinta-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS) indica que foram registados 1.160 novos casos de covid-19 em Portugal. Nas últimas 24 horas, morreram 49 pessoas. Portugal registou, esta quinta-feira, 1.160 novos casos de …

Bruxelas vai rever regras de uso de telemóvel em roaming

A Comissão Europeia vai rever as regras sobre o roaming do telemóvel, ajustando as tarifas máximas e aumentando a transparência, tendo em vista que o regulamento em vigor caduca a 30 de junho de 2022. Segundo …

Amnistia Internacional retira estatuto de prisioneiro de consciência a Navalny

A Amnistia Internacional anunciou que não pode considerar o principal opositor russo um "prisioneiro de consciência" devido a algumas declarações nacionalistas e xenófobas feitas por si no passado. Esta informação foi revelada, na terça-feira, pelo jornalista …

CGTP volta à rua com concentrações nos distritos e greves e plenários nas empresas

A CGTP vai voltar à rua pela valorização dos salários e do emprego e o respeito pelos direitos individuais e coletivos. A CGTP volta à rua com uma Jornada Nacional de Luta descentralizada para exigir melhores …

27 reúnem-se numa videocimeira para discutir restrições e a aceleração do processo de vacinação

Esta quinta-feira, os 27 reúnem-se virtualmente, numa cimeira coordenada, a partir de Bruxelas, pelo presidente do Conselho Europeu Charles Michel.  Segundo apurou a TSF, na videocimeira desta quinta-feira, os governos deverão reconhecer que a situação epidemiológica …

Em risco de perder a imunidade, Puigdemont fala em "pressão espanhola"

Carles Puigdemont, Toni Comín e Clara Ponsati estão em risco de perder imunidade. O ex-presidente do governo da Catalunha fala em "pressão espanhola" no Parlamento Europeu. O levantamento da imunidade de Carles Puigdemont e de dois …