Ministra brasileira diz que as mulheres devem ser submissas ao homem no casamento

Valter Campanato / ABr

Ministra de Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves

Uma nova declaração da ministra brasileira da Mulher, Damares Alves, gerou mais uma polémica. Desta vez, a chefe do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos disse que “dentro da sua conceção cristã” as mulheres devem ser submissas aos homens no casamento.

“Dentro da minha conceção cristã, a mulher, sim, no casamento é submissa ao homem e isso é uma questão de fé”, declarou a ministro na Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher na Câmara dos Deputados, avançou a RT na quarta-feira.

Questionada por um deputado sobre se a mulher deveria ser submissa ao homem, Damares Alves – que também é um pastora evangélica -, explicou que, “dentro da doutrina cristã, dentro da Igreja” entende-se que no casamento “o homem é o líder”.

“Isso não significa que todas as mulheres devem ser submissas e baixar as suas cabeças para o chefe, o agressor e os homens”, frisou

Em fevereiro deste ano, a ministra já tinha causado polémica, ocupando as primeiras páginas da imprensa nacional brasileira, ao garantir que o Brasil estava “numa nova era”, na qual “o menino usa azul e a menina usa rosa”.

Depois das declarações da ministra, os utilizadores expressaram a sua indignação: “Damares Alves afirma que na ‘concepção cristã’ as mulheres deveriam ser submissas aos homens em casamento, e ainda estão nos pedindo para acreditar que esse governo funciona?”, questiona um utilizador no Twitter.

“Uma triste realidade de um estado teocrático no século 21”, afirmou outro.

“Sob o conceito de governo secular, essa senhora não deveria estar no Ministério da Mulher pensando dessa maneira”, escreveu ainda uma internauta.

Em face às críticas, a ministra defendeu-se, também no Twitter. “É uma questão de liberdade religiosa, garantida pela Constituição. Não acreditem nas mentiras que eles contam sobre isso. A mulher vítima de violência jamais deve ser submissa. Deve denunciar o agressor”, indicou.

Desde que ocupou o cargo, Damares Alves tem sido protagonista de vários escândalos. No início de fevereiro, um órgão de comunicação acusou-a de sequestrar a sua filha adotiva e outro de mentir sobre as suas qualificações académicas.

TP, ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Mais um passo no caminho para a idade média!
    Já se sabia que as religiões são um dos maiores problemas do Brasil, mas, com estes fanáticos religiosos no governo, o Brasil está a dar passos largos em termos de atraso civilizacional…
    Quando uma ministra diz que fala com Deus e não logo afastada e internada, algo vai mesmo muito mal!…

  2. Assim falou a pé de goiaba.

    Submissa nada, tem ser direitos iguais mesmo, as mulheres têm a obrigação de trabalhar e ajudar nas despesas de casa meio a meio mesmo.

RESPONDER

Banco Alimentar recolhe 1.605 toneladas de alimentos no fim de semana

O Banco Alimentar contra a Fome recolheu 1.605 toneladas de alimentos durante o fim de semana da campanha nacional que decorreu em mais de duas mil superfícies comerciais, anunciou a presidente do Banco Alimentar contra …

Sérgio Conceição apontado à Lazio

A imprensa italiana aponta esta segunda-feira o treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, à Lazio. O técnico português, recorde-se, passou pelo emblema italiano em duas ocasiões como jogador de futebol. O jornal italiano Il Messaggero adianta …

Filial portuguesa de multinacional alemã envolvida em subornos em Angola

A sucursal portuguesa em Angola da multinacional alemã Fresenius Medical Care, que actua na área médica, esteve envolvida num esquema de pagamento de subornos a médicos e militares angolanos que renderam 124 milhões de euros …

CGD acaba com empresa que criou há quase 20 anos com a PT

Criada há quase 20 anos pela Caixa Geral de Depósitos (CGD) e pela Portugal Telecom (PT), a Caixanet foi liquidada no início deste ano, bem como a Caixa Tec e a Sogrupo, duas outras empresas …

MB Way. Bancos "fecham" aplicação para cobrar comissões diferenciadas nas transferências

Em pleno arranque do 'open banking', os bancos estão a substituir a aplicação MB Way por soluções próprias que "amarram" os clientes, com o propósito de cobrar comissões diferenciadas nas transferências através do telemóvel. Segundo noticiou …

A abstenção venceu. É a mais alta de sempre

A abstenção foi a grande figura das eleições europeias deste domingo, tendo 68,7% dos portugueses optado por não votar. A abstenção em Portugal voltou a atingir um novo recorde, enquanto que a taxa de participação …

Neurocirurgia do Hospital de São João deixa os contentores ao fim de 12 anos

O novo serviço de neurocirurgia do Hospital de S. João, no Porto, está a funcionar desde este sábado. Ao fim de 12 anos, os serviços de neurocirurgia do Hospital de S. João, no Porto, deixaram de …

Derrota histórica para o PSD. O PS resiste, o Bloco chega-se à frente e o PAN estreia-se

A derrota do PSD, com uma desvantagem de mais de 10 pontos percentuais sobre o PS que foi o vencedor da noite eleitoral, o reforço do Bloco de Esquerda como a terceira força política e …

Sindicalista que parou o país vai representar seguranças privados

O vice-presidente do Sindicato Nacional de Motoristas e Matérias Perigosas (SNMMP), Pedro Pardal Henriques, vai acumular este cargo com a vice-presidência de um outro sindicato, o Sindicato de Segurança e Vigilantes de Portugal (SSVP), que …

Uber, táxis e Tuk-Tuk vão estar na mira da GNR

Os Ubers, táxis e Tuk-Tuk vão estar na mira da GNR que inicia, esta segunda-feira, uma operação de fiscalização intensiva aos transportes individuais de passageiros em todo o país. A fiscalização do licenciamento e a certificação …