Há “mulheres-maravilha” no mundo real. E Gal Gadot vai mostrar-nos quem são

A atriz Gal Gadot, conhecida por interpretar o papel de Mulher-Maravilha no cinema, está a produzir uma série documental para a National Geographic sobre mulheres inspiradoras do mundo real, incluindo a brasileira Tuany Nascimento.

“Todas estas mulheres são incríveis e as verdadeiras heroínas. As minhas maravilhas de mulheres”, afirmou Gal Gadot, numa sessão de apresentação da série “Impact” durante a digressão de inverno da Television Critics Association (TCA).

“Elas estão no terreno a suar e a fazer tudo o que podem para tornar o mundo num lugar melhor”, descreveu.

Com seis episódios, “Impact” mostra as histórias de várias mulheres que vivem em contextos difíceis, rodeadas de violência, pobreza e discriminação, e que superaram as circunstâncias para criar movimentos com impacto profundo nas suas comunidades.

Este ano que passou foi tão negro e difícil para todos nós“, disse Gal Gadot. “Estou ‘super apaixonada’ por este projeto e há muito mais histórias para vir. É importante partilhá-las”.

Um dos episódios segue Tuany Nascimento e a criação da sua escola de dança clássica (‘ballet’) “Na Ponta dos Pés” numa das favelas mais perigosas do Rio de Janeiro, o Morro do Adeus. Foi o percurso da brasileira que inspirou Gal Gadot a procurar mais “histórias incríveis” e a contá-las numa série documental.

As pessoas ouvem-me mesmo“, disse Gal Gadot, explicando que quis usar a sua plataforma e notoriedade para trazer estas histórias à ribalta e criar um movimento de pessoas que querem fazer o bem.

“Sou mãe de duas meninas e o meu sistema de crenças é muito semelhante ao da Mulher-Maravilha: compaixão, amor, paz, positividade, tentar tornar o mundo melhor”, afirmou.

A brasileira Tuany Nascimento, que também participou na sessão da TCA, explicou a importância de ter a sua história contada na National Geographic.

Estar neste documentário é alavancar a voz dessas meninas, dizer quem nós somos para o mundo e deixar de existir somente dentro da comunidade do Rio”, afirmou. “E dar um caminho e uma trajetória diferente a essas meninas, trazer impacto na prática”.

Tuany fundou o projeto “Na ponta dos pés”, que ajuda jovens de favelas do Rio de Janeiro a descobrir a magia do balé.

Gadot elogiou o papel da professora de ‘ballet’, frisando que o que ela faz ajuda jovens desprotegidas a saír do círculo vicioso das favelas. “Graças à Tuany, elas conseguem sonhar mais alto, sair deste ciclo e mudar completamente as suas vidas”.

Outra das histórias situa-se em Detroit, com uma professora de patinagem no gelo, Kameryn Everett, que se tornou mentora de crianças e jovens raparigas afro-americanas.

Este filme abriu os meus olhos. Passei este tempo todo a ensinar e nunca me apercebi do impacto que estava a ter nelas”, disse Everett durante o evento. “Parecia-me a coisa certa a fazer. Foi preciso uma série para eu perceber o que estava a fazer”.

Com estreia nos Estados Unidos a 19 de abril, os episódios de “Impact” terão o formato de curta-metragem. Gal Gadot indicou que o trabalho continuará.

Há inúmeras histórias para contar. Todas estas mulheres vêm de circunstâncias difíceis, violência, pobreza, trauma, discriminação, desastres naturais. E, ainda assim, isso incentiva-as”, descreveu Gadot.

“Dá-lhes mais poder para se atreverem a sonhar, manifestarem-se e criarem mudanças na sua comunidade”, acrescentou. “Eu própria estou tão inspirada por elas. É excelente fazer algo que não é sobre mim, é sobre elas”.

Além de Gadot, a série tem produção executiva de Jaron Varsano, marido da atriz, e da realizadora Vanessa Roth, que explicou na sessão TCA que as equipas de filmagem foram escolhidas localmente com base na experiência das mulheres retratadas.

“Isto é sobre as suas histórias, as suas vozes, a sua experiência”, afirmou Roth, que venceu um Óscar da Academia para Melhor Documentário em Curta-Metragem, em 2008, com “Freeheld“.

“A ideia de obstáculo tem muitas formas diferentes”, continuou. “Qualquer que seja o obstáculo delas, a base comum é que estas mulheres escolheram fazer algo sobre isso”.

As heroínas da vida real, celebradas e inspiradas pela atriz que nos trouxe recentemente uma das mais icónicas heroínas de ficção. Wonder Woman 1984, já nos cinemas, se lá pudéssemos ir.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Bactérias benéficas do leite materno mudam ao longo do tempo

De acordo com um novo estudo, a mistura de bactérias benéficas transmitidas pelo leite materno muda significativamente com o tempo. Este pode atuar como uma injeção de reforço diário para a imunidade e metabolismo infantil. Os …

Quando um tigre vale mais morto do que vivo: A sórdida realidade das quintas de procriação

Em alguns países asiáticos, quintas de procriação de tigres exploram até ao tutano o valor económico do animal, submetendo-o a condições de vida degradantes. Tigres já foram puderam ser encontrados em grande parte da Ásia, do …

Ana Estrada Ugarte. Em decisão histórica, Peru abre as portas à eutanásia

Numa decisão histórica esta quinta-feira, o 11.º Tribunal Constitucional do Superior Tribunal de Justiça de Lima, no Peru, ordenou ao Ministério da Saúde do país que respeitasse a vontade de Ana Estrada Ugarte de acabar …

Árbitros estrangeiros na próxima época? APAF recusa "atestado de incompetência"

A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) tem a certeza de que o Conselho de Arbitragem (CA) não irá passar um "atestado de incompetência" aos árbitros portugueses, chamando estrangeiros para encontros de Ligas nacionais. Segundo …

Depois do desconforto que a série causou na Família Real, Harry defende "The Crown"

Durante uma entrevista a James Corden, para o programa americano The Late Late Show, o príncipe Harry defendeu a série The Crown da Netflix, explicando que embora não seja “estritamente precisa”, retrata a pressão da …

Benfica vai apresentar queixa por ameaças de morte a Vieira e vandalismo

O Benfica vai avançar com queixas devido às ameaças de morte ao presidente do clube em tarjas colocadas nas imediações do Estádio da Luz, mas também pela vandalização de várias casas benfiquistas. Segundo o jornal online …

Submarino civil transparente pode levá-lo ao local do naufrágio do Titanic

A Triton, uma empresa com sede na Florida, fabrica submarinos civis de última geração há mais de uma década. Agora, vai fazer nascer o Triton 13000/2 Titanic Explorer, que para além de oferecer aos passageiros …

Catorze detidos nos novos protestos em Barcelona a favor de Pablo Hasél

Pelo menos 14 pessoas foram detidas pela polícia catalã, este sábado, durante os distúrbios que se seguiram a mais uma manifestação em Barcelona a reclamar a libertação do rapper Pablo Hasél. Segundo o jornal Público, pelo …

Procuradores avançam para tribunal contra nomeações de chefias

O Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) está envolvido numa nova polémica, depois do concurso que culminou na indigitação de José Guerra para a Procuradoria Europeia. Segundo avança o Jornal de Notícias, este domingo, um concurso para …

A partir de segunda-feira, eletrodomésticos vão ter novas etiquetas energéticas

As organizações não-governamentais ambientalistas saúdam as novas etiquetas energéticas, que entram em vigor esta segunda-feira, mas pedem “mais atenção” ao consumidor e “maior rapidez” na reclassificação de “mais produtos”. Em comunicado, a cooligação Coolproducts, um grupo …