Mulher autoriza eutanásia de um estranho por engano (e processa hospital)

Uma norte-americana processou um hospital por negligência e por colocar a sua família de luto, depois de mesma autorizar a retirada do suporte de vida de um indivíduo que julgava ser seu irmão.

Segundo informou o Huffpost, na terça-feira, Shirell Powell processou o Hospital St. Barnabas, no Bronx (Estados Unidos), depois de a unidade de saúde ter trocado a identidade de um paciente, afirmando que se tratava do seu irmão – Fred Williams. Este encontrava-se, na verdade, numa prisão de Nova Iorque.

De acordo com um artigo da Associated Press, divulgado na segunda-feira, Shirell Powell sentou-se durante vários dias ao lado do paciente que julgava ser seu irmão, internado com danos cerebrais após ter sofrido uma ‘overdose‘.

Depois de ter autorizado os médicos a desligar as máquinas que mantinham o “irmão” a respirar, e de começar a organizar o seu funeral, foi informada pelas autoridades que tinha ocorrido um “grande erro“. A fatalidade foi descoberta pelo médico-legista da cidade que realizou a autópsia, avançou o Washington Post.

“Descobriu-se que o paciente inconsciente era um afro-americano de 40 anos, chamado  Freddy Clarence Williams, e não o seu irmão, que não tem o nome do meio [Clarence]”, indica o Huffpost.

De acordo com o New York Post, o irmão de Shirell Powell estava preso desde de 01 de julho de 2018. “Quase desmaiei porque matei alguém que nem conhecia. Dei o consentimento”, disse ao jornal. “Eu pensei: ‘Onde está meu irmão? O que está a acontecer? Fiquei arrasada”.

A norte-americana está a processar o hospital por danos não especificados, acusando a unidade de saúde de negligência e de ter causado “danos emocionais severos”.

Ao New York Post, Shirell Powell disse que, inicialmente, surgiram dúvidas quanto ao facto de o homem na cama do hospital ser mesmo o seu irmão. Contudo, acabou-se por concluir que era difícil reconhecê-lo devido ao inchaço.

O advogado de Shirell Powell, Alexander Dudelson, contou que a sua cliente tinha intenções de falar com a família do homem a quem autorizou o desligamento das máquinas, de forma a expressar as suas condolências, mas o escritório do médico-legista e o hospital não lhes forneciam informações, evocando preocupações com a privacidade.

O incidente levou a alguma tensão entre Shirell Powell e o seu irmão, Fred Williams. “Ele disse: ‘Ias me matar?'”, contou ao New York Post. “Expliquei-lhe que não havia nada a fazer, uma vez que estava em morte cerebral”, referiu a norte-americana.

Ao mesmo jornal, Fred Williams assegurou que não estava chateado com a irmã, mas sim com o hospital.

Um porta-voz de St. Barnabas disse ao HuffPost que o hospital não ia comentar sobre litígios pendentes, além de afirmar que o processo “não tinha mérito”.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Exposição de Joana Vasconcelos em Bilbau foi a 13.ª mais vista no mundo em 2018

A mostra de Joana Vasconcelos, atualmente patente no Museu de Serralves, foi vista em Bilbao por cerca de 649 mil pessoas - uma média de 5.600 por dia. A exposição I'm Your Mirror, de Joana Vasconcelos, …

O melhor professor do mundo é queniano e doa 80% do seu salário

Peter Tabichi é queniano, tem 36 anos e doa 80% do salário para desenvolver a sua comunidade local, numa remota vila no Quénia. Este domingo foi eleito, no Dubai, o melhor professor do mundo. Em Pwani, …

Pentágono autoriza mil milhões de dólares para construção de muro de Trump

O secretário da Defesa interino norte-americano, Patrick Shanahan, anunciou na segunda-feira o desbloqueio de mil milhões de dólares para a construção de um muro na fronteira entre os Estados Unidos e o México. Shanahan “autorizou o …

Advogados de Rui Pinto recorrem da prisão preventiva

Os advogados de Rui Pinto, colaborador do "Football Leaks", confirmaram esta segunda-feira que vão recorrer da medida de prisão preventiva aplicada sexta-feira ao seu cliente pelo Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa. A decisão de recorrer …

Se a corrida continuar a três, McLaren ameaça deixar a Fórmula 1

A McLaren, a segunda equipa mais antiga da Fórmula 1, ameaça desistir da modalidade caso os regulamentos elaborados para 2021 não a tornem numa competição justa. A visão da Fórmula 1, a modalidade de automobilismo mais …

México quer que rei da Espanha peça perdão pela conquista colonial

Obrador diz que esta é a única forma possível de obter a reconciliação plena entre os países. O pedido foi feito por carta. O presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, anunciou ter enviado uma carta ao …

"O Vieira pediu-me para dar uma coça a Francisco J. Marques"

Vítor Catão, diretor desportivo do S. Pedro da Cova, afirmou que o Benfica, através do seu presidente Luís Filipe Vieira, lhe deu 200 mil euros para colocar uma "lapa" no carro de Pinto da Costa, …

"Governo saudita deu a ordem" para matar Khashoggi

Em entrevista ao El Mundo, a namorada do jornalista saudita Jamal Khashoggi afirma que a ordem que determinou a sua morte foi dada pelo Governo da Arábia Saudita. Em entrevista ao diário espanhol El Mundo, a …

Já há água, eletricidade e estradas abertas na cidade da Beira

Começam a ver-se pequenos avanços na Beira, em Moçambique, que inicia o lento caminho da reconstrução, após a passagem do ciclone Idai, que matou pelo menos 446 pessoas e destruiu cerca de 90% dos edifícios …

"Um erro desculpável". Governante sem castigo após violar a Lei no caso dos mirtilos

O Tribunal Constitucional decidiu arquivar o caso das incompatibilidades envolvendo o secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo, que, durante dois anos, acumulou o cargo com a função de gerente numa empresa …