Mulher autoriza eutanásia de um estranho por engano (e processa hospital)

Uma norte-americana processou um hospital por negligência e por colocar a sua família de luto, depois de mesma autorizar a retirada do suporte de vida de um indivíduo que julgava ser seu irmão.

Segundo informou o Huffpost, na terça-feira, Shirell Powell processou o Hospital St. Barnabas, no Bronx (Estados Unidos), depois de a unidade de saúde ter trocado a identidade de um paciente, afirmando que se tratava do seu irmão – Fred Williams. Este encontrava-se, na verdade, numa prisão de Nova Iorque.

De acordo com um artigo da Associated Press, divulgado na segunda-feira, Shirell Powell sentou-se durante vários dias ao lado do paciente que julgava ser seu irmão, internado com danos cerebrais após ter sofrido uma ‘overdose‘.

Depois de ter autorizado os médicos a desligar as máquinas que mantinham o “irmão” a respirar, e de começar a organizar o seu funeral, foi informada pelas autoridades que tinha ocorrido um “grande erro“. A fatalidade foi descoberta pelo médico-legista da cidade que realizou a autópsia, avançou o Washington Post.

“Descobriu-se que o paciente inconsciente era um afro-americano de 40 anos, chamado  Freddy Clarence Williams, e não o seu irmão, que não tem o nome do meio [Clarence]”, indica o Huffpost.

De acordo com o New York Post, o irmão de Shirell Powell estava preso desde de 01 de julho de 2018. “Quase desmaiei porque matei alguém que nem conhecia. Dei o consentimento”, disse ao jornal. “Eu pensei: ‘Onde está meu irmão? O que está a acontecer? Fiquei arrasada”.

A norte-americana está a processar o hospital por danos não especificados, acusando a unidade de saúde de negligência e de ter causado “danos emocionais severos”.

Ao New York Post, Shirell Powell disse que, inicialmente, surgiram dúvidas quanto ao facto de o homem na cama do hospital ser mesmo o seu irmão. Contudo, acabou-se por concluir que era difícil reconhecê-lo devido ao inchaço.

O advogado de Shirell Powell, Alexander Dudelson, contou que a sua cliente tinha intenções de falar com a família do homem a quem autorizou o desligamento das máquinas, de forma a expressar as suas condolências, mas o escritório do médico-legista e o hospital não lhes forneciam informações, evocando preocupações com a privacidade.

O incidente levou a alguma tensão entre Shirell Powell e o seu irmão, Fred Williams. “Ele disse: ‘Ias me matar?'”, contou ao New York Post. “Expliquei-lhe que não havia nada a fazer, uma vez que estava em morte cerebral”, referiu a norte-americana.

Ao mesmo jornal, Fred Williams assegurou que não estava chateado com a irmã, mas sim com o hospital.

Um porta-voz de St. Barnabas disse ao HuffPost que o hospital não ia comentar sobre litígios pendentes, além de afirmar que o processo “não tinha mérito”.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Humanidade não será capaz de controlar máquinas superinteligentes, avisam cientistas

Uma equipa de investigadores do Instituto Max Planck para o Desenvolvimento Humano sugere que seria impossível controlar máquinas superinteligentes. A tecnologia de Inteligência Artificial (IA) continua a evoluir de vento em popa, enquanto alguns cientistas e …

Em 1950, a vacinação em massa salvou a Escócia

Em 1950, Glasgow, na Escócia, viu-se a braços com um surto de varíola e o cenário era muito semelhante ao que vivemos hoje: as autoridades sanitárias tentavam rastrear todos os contactos de pessoas portadoras do vírus, …

Japonês aluga-se a si próprio "para não fazer nada". E tem milhares de clientes

Um homem japonês que ganha a vida a alugar-se a si próprio “para não fazer nada” atraiu milhares de clientes. O negócio começou em 2018. Por 10.000 ienes (cerca de 79 euros) - mais despesas com …

Documentos de vacinas roubados por hackers também foram "manipulados"

A Agência Europeia do Medicamento, entidade reguladora da União Europeia (UE), informou este sábado que os documentos da vacina contra a covid-19 roubados e colocados na Internet por hackers foram também "manipulados". A manipulação aconteceu depois …

Há 11 anos que não se consumia tanta eletricidade num só dia. A culpa é do frio

O país está a bater recordes de energia, tanto em termos de pico como de consumo diário. A culpa é da vaga de frio que assolou Portugal neste Inverno. O consumo de eletricidade bateu, na quarta-feira, …

Dymka, a gata que perdeu as patas e recebeu próteses de titânio impressas em 3D

Dymka, uma gata russa, ganhou um novo estímulo na sua vida depois de um grupo de veterinários realizar uma cirurgia para substituir as suas patas por próteses feitas de titânio impressas em 3D. A universidade revelou …

Hélder Amaral: "O meu partido de sempre está a morrer"

Em declarações ao semanário Expresso, o antigo deputado do CDS-PP, Hélder Amaral, diz-se desiludido com o seu partido. O ex-deputado centrista Hélder Amaral, que foi também presidente da distrital de Viseu, não está feliz com o …

EDP antecipa pagamento a mais de mil fornecedores em Portugal e Espanha

A EDP vai antecipar o pagamento a mais de mil fornecedores, uma iniciativa que, à semelhança do que já aconteceu no último ano, irá manter-se para todos os pagamentos a fornecedores ao longo do primeiro …

Há centenas de pessoas em busca de tesouros que não existem na Índia (e a culpa é de um boato)

Moradores de pelo menos três vilas no distrito de Rajgarh, no estado indiano de Madhya Pradesh (MP), passaram a última semana à procura de um tesouro antigo que provavemente não existe. Centenas de aldeões estão a …

João Ferreira diz que Marcelo deixou jovens em situação de "vulnerabilidade" (e elogia lay-off a 100%)

João Ferreira criticou este sábado o atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa por deixar os jovens em situação de "vulnerabilidade". O candidato presidencial João Ferreira afirmou, este sábado, que o Presidente da República, Marcelo …