Mourinho garante que pagou e encerrou o caso de fraude fiscal, mas a Justiça desmente-o

Tsutomu Takasu / wikimedia

José Mourinho

“Paguei, assinei e o caso está fechado”: José Mourinho explica o que aconteceu no Tribunal de Instrução número 4 de Pozuelo de Alarcón. A Justiça espanhola não concorda.

José Mourinho estava acusado de ter defraudado o Estado espanhol em 3,3 milhões de euros e foi, na sequência disso, ouvido pelo Tribunal de Instrução número 4 de Pozuelo de Alarcón, em Madrid.

À saída, o treinador português revelou que o caso está encerrado depois de ter assinado um acordo e pago o valor pelas finanças espanholas, apesar de achar que tinha a situação regularizada.

“Saí de Espanha em 2013 com a convicção de que a minha situação tributária estava legal. Alguns anos depois, disseram-me que havia uma investigação aberta e que para regularizar a minha situação, eu devia pagar um determinado montante”.

A queixa foi apresentada em junho passado pelo Ministério Público espanhol, que calcula os montantes em falta em 3.304.670 euros, dos quais 1.611.537 relativos a 2011 e 1.693.133 referentes a 2012.

O técnico português, que agora treina os ingleses do Manchester United, apresentou as suas declarações fiscais de 2011 e 2012 em Espanha, mas sem incluir as receitas obtidas com a cedência dos direitos de imagem a empresas com sede em paraísos fiscais.

Em julho de 2015, Mourinho reconheceu a falta da declaração de direitos de imagem e aceitou pagar uma coima de 1,14 milhões de euros, mas, para o fisco espanhol, o caso não ficou na altura totalmente resolvido.

“Eu não respondi, não discuti, paguei e assinei com o estado que eu estou definitivamente em conformidade e o caso está fechado, por isso estou aqui, nada mais”, completou.

Justiça espanhola contradiz Mourinho: “A situação é a mesma. Ele decidiu não responder às perguntas feitas pelo procurador público”

A Justiça espanhola mantém aberto, em fase de instrução, o processo de alegada fuga ao fisco de José Mourinho, apesar de o treinador português defender o seu fecho, insistindo que já pagou o dinheiro em falta.

Fonte do Tribunal Superior de Justiça disse à agência Lusa que “a fase de instrução continua” e que “a situação de Mourinho é a mesma” daquela que tinha quando se apresentou para prestar declarações na manhã de hoje.

“Mourinho decidiu esta manhã não responder às perguntas feitas pelo procurador público e pelo advogado do Estado”, explicou a mesma fonte, acrescentando que se trata de uma “estratégia da defesa que é perfeitamente legal em Espanha”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Novo primeiro-ministro belga nomeado após 16 meses de crise política

O atual ministro das Finanças da Bélgica, Alexander de Croo, toma posse esta quinta-feira como primeiro-ministro, depois de ter sido na quarta-feira formalmente nomeado para o cargo, pondo fim a uma longa maratona de 16 …

Cortes de água, luz, gás e telecomunicações regressam esta quinta-feira

A partir desta quinta-feira, regressam os cortes de água, eletricidade, gás natural e telecomunicações para todos os consumidores em situação de desemprego, com uma quebra de rendimentos de, pelo menos, 20% ou que estejam infetados …

Moderna contradiz Trump. Não haverá vacina até às eleições

O diretor-executivo da farmacêutica Moderna Therapeutics, que está a desenvolver uma das mais avançadas vacinas para a covid-19, disse que esta não estará pronta até às eleições presidenciais dos Estados Unidos. Em declarações ao jornal Financial …

Brigadas dos lares arrancam com menos profissionais do que o previsto

As Brigadas de intervenção Rápida para os lares atingidos por surtos de covid-19 arrancam esta quinta-feira - mas há menos enfermeiros e cuidadores do que o previsto. Em declarações à Renascença, o presidente do Instituto da …

PS segue PSD e propõe voto antecipado para eleitores em confinamento

O Partido Socialista (PS) decidiu juntar-se ao Partido Social Democrata (PSD) na ideia de alargar o direito de voto antecipado aos eleitores que estejam em confinamento à data das próximas eleições presidenciais. De acordo com o …

Santos Silva assume "contactos" para reforço dos EUA da base das Lajes (e desdramatiza eventual crise política)

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, disse, em entrevista ao Público e à Renascença, que há "contactos" com os Estados Unidos para reforço norte-americano da base das Lajes e desdramatizou a aprovação do Orçamento …

3.800 euros por mês. Genebra aprova o primeiro salário mínimo (e é o mais alto do mundo)

Os habitantes de Genebra, na Suíça, aprovaram, este domingo, a proposta de um salário mínimo de 23 francos suíços por hora (equivalente a cerca de 21,30 euros) para todos os que trabalham na cidade. De acordo …

No day after do debate caótico, Biden pede regras rígidas e Trump queixa-se do moderador

O debate caótico entre Donald Trump e Joe Biden motivou críticas generalizadas que suscitam dúvidas sobre se será de manter os outros dois debates ou se, mantendo-os, será necessário alterar as regras. Um dia após a …

OE2021. Pontas soltas, alguns avanços e uma certeza: se houver entendimento, há acordo por escrito

Se houver entendimento em algumas matérias com o Bloco de Esquerda e o PCP, haverá um "compromisso escrito", adiantou Duarte Cordeiro, secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares. Em entrevista ao podcast Política com Palavra, do PS, …

Covid-19. Hospitais da região de Lisboa pedem camas uns aos outros

Os hospitais da região de Lisboa e Vale do Tejo continuam a bater à porta uns dos outros a pedir camas para internar doentes com covid-19. Segundo a edição desta quinta-feira do jornal Público, os …