Morreu o ator Danny Aiello

Universal Pictures

Danny Aiello em “Do the Right Thing” (Faz o Que é Certo), de Spike Lee

Morreu esta quinta-feira, em Nova Jérsia, o ator Danny Aiello, que recordamos pelos seus muitos êxitos dos anos 80. Tinha 86 anos.

“É com profunda dor que comunicamos que Danny Aiello, amado marido, pai, avô, ator e músico, morreu na noite passada após uma breve doença. A família pede privacidade neste momento”, anunciou ontem Tracey Miller, assessor do veterano ator norte-americano.

Segundo a família, Danny Aiello estava a passar por um tratamento depois de sofrer uma doença súbita. Durante o processo, contraiu uma infeção e acabou por não resistir.

Danny Aiello entrou no mundo do cinema em 1973, com “Toca o Tambor Devagar”, de John HancocK, contracenando com Robert de Niro. O ator participou em filmes como “O Padrinho: Parte II” de Francis Ford Coppola, “Era Uma Vez na América” de Sergio Leone ou “Rosa Púrpura do Cairo” de Woody Allen.

Em 1992, representou Jack Ruby – o assassino de Lee Harvey Oswald – em “Ruby, A Conspiração do Silêncio” realizado por John Mackenzie. Durante a sua carreira, participou em mais de 100 papéis, incluindo em filmes que vão estrear no próximo ano: “The Italy Boys”, “The Black Caesar”, “Hereafter Musical” e “One Moment”.

Em 1989, interpretou aquele que viria a ser o seu papel mais recordado, ao dar vida ao dono de uma pizzaria em “Faz o Que é Certo”, a icónica fita de Spike Lee que retrata as tensões raciais da época num bairro de Brooklyn. Spike Lee assinalou a morte do ator na sua conta de Instagram.

https://www.instagram.com/p/B6BFRZvHtk1/

Este desempenho valeu a Danny de Vito nomeações ao Óscar e ao Globo de Ouro para Melhor Ator Secundário e numerosos prémios da crítica.

  ZAP // Move

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE