Células estaminais cancerígenas. Nova molécula pode matar o cancro na raiz

Uma equipa de cientistas da Universidade de Toledo descobriu uma classe inteiramente nova de agentes que matam o cancro e que prometem erradicar células estaminais cancerígenas.

As descobertas da equipa da Universidade de Toledo podem revelar-se um verdadeiro avanço não só no tratamento de tumores, como também na garantia de que o cancro não volta anos depois. Esta descoberta dá uma certa tranquilidade aos pacientes de que a sua doença realmente desapareceu.

“Nem todas as células cancerígenas são iguais, mesmo as do mesmo tumor”, disse o investigador William Taylor, professor do Departamento de Ciências Biológicas da Faculdade de Ciências Naturais e Matemática da Universidade de Toledo.

“Há muita variabilidade e algumas das células, como as células estaminais cancerígenas, são muito desagradáveis. Toda a comunidade científica está a tentar descobrir como matá-las, e esta pode ser uma forma de o fazer”, acrescentou, citado pelo EurekAlert.

As células estaminais cancerígenas são um alvo intrigante para os cientistas devido ao seu potencial de regenerar tumores. Estas células não diferenciadas, explica o New Atlas, contêm uma espécie de “semente de cancro” escondida, à espera da melhor altura para acordar e começar a causar estragos.

Quando os médicos removem um tumor cirurgicamente ou o direcionam com a ajuda de quimio ou radioterapia, o cancro pode desaparecer (pelo menos aparentemente). No entanto, as evidências sugerem que uma pequena subpopulação de células cancerígenas adaptáveis pode continuar a circular pelo corpo para semear novas metástases em locais distantes.

A pequena molécula que os investigadores isolaram prende-se a essas células estaminais e mata-as, bloqueando a absorção de um aminoácido chamado cistina. Para a equipa, que publicou recentemente o seu estudo na revista Scientific Reports, a descoberta de uma nova classe de moléculas terapêuticas pode ser uma valiosa contribuição para a pesquisa da doença.

“Atualmente, não há fármacos capazes de matar células estaminais cancerígenas, mas continuamos à procura. Muitas drogas são descobertas por serendipidade. Muitas vezes, em Ciência, quando obtemos resultados inesperados, aceitamos de bom grado uma vez que abrem uma nova linha de pesquisa”, resumiu Taylor.

Os cientistas vão continuar a testar a eficácia da terapia recém-identificada. Como as moléculas visam seletivamente as células estaminais cancerígenas, é possível que elas possam ser combinadas com outras drogas quimioterápicas de forma a oferecer um tratamento mais abrangente.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Canadá. Indígena e neta de 12 anos detidos ao tentarem abrir conta em banco

Um indígena apresentou duas queixas por racismo após ter sido detido e algemado, juntamente com a sua neta de 12 anos, quando tentava abrir uma conta no BMO - Banco de Montreal, no Canadá. Em dezembro, …

ONG encontra alianças de casal de migrantes que sobreviveu a naufrágio

As alianças encontradas pela ONG espanhola pertencem a um casal de migrantes argelinos que sobreviveu, em outubro, a um naufrágio ao largo da costa de Lampedusa, em Itália. De acordo com o jornal The Guardian, foi no …

Turquia condena 337 pessoas a perpétua por ligação à tentativa de golpe

Mais de 300 pessoas foram condenadas a prisão perpétua, esta quinta-feira, na maioria oficiais e pilotos militares, no principal julgamento relacionado com a tentativa de golpe falhado de 2016. De acordo com o jornal Público, a …

Rangers 2-2 Benfica | "Power" das águias chega para empatar

Num último assomo, o Benfica conseguir empatar um jogo que parecia irremediavelmente perdido. No espaço de três minutos – dos 78 aos 81 -, um autogolo de Tavernier, com intervenção decisiva de Gonçalo Ramos, e …

Lulas gigantes estão a deixar enormes cicatrizes em tubarões brancos

Cientistas marinhos encontraram evidências que sugerem que grandes tubarões brancos (Carcharodon carcharias) estão a ser atacados por lulas gigantes no Oceano Pacífico. Uma equipa de investigadores encontrou 14 tubarões brancos (Carcharodon carcharias) com evidências de cicatrizes …

Twitter passa a alertar utilizadores que colocam "like" em informações incorretas

O Twitter passou a alertar os utilizadores quando estes tentam 'curtir' uma publicação que contenha informações consideradas incorretas, medida que faz parte da esforço da empresa para combater a desinformação. Esta mudança significa que os utilizadores …

Erosão causada por tempestade tropical revela naufrágio do século XIX na Florida

Depois da tempestade tropical Eta arrebatar o norte da Florida no início deste mês, um banhista fez uma descoberta inesperada enquanto caminhava na costa de St. Augustine. Ao caminhar pelas dunas de areia de Crescent Beach, …

Uma mentira de um trabalhador de uma pizzaria forçou o confinamento na Austrália do Sul

O estado da Austrália do Sul decretou um confinamento geral, no dia 18 de novembro, depois de um funcionário de uma pizzaria ter mentido. Segundo o Huff Post, o homem, de nacionalidade espanhola, estava infetado com …

Jogar Monopólio, Scrabble ou até bilhar pode ser (ainda) mais divertido com uma nova mesa touch

Por mais divertidos que sejam os jogos de tabuleiro, estes podem ser um passatempo caro pois quem realmente gosta não se cansa de os comprar. Agora, a empresa Arcade1Up criou o Infinity Game Table que …

A apreensão histórica de cetamina na Tailândia não foi assim tão histórica. Eram só aditivos alimentares

Análises laboratoriais revelaram que a apreensão "histórica" de cetamina anunciada pelo Governo da Tailândia há cerca de duas semanas foi, na verdade, uma apreensão de aditivos alimentares e agentes de limpeza. As autoridades tailandesas anunciaram, …