200 anos depois, o misterioso homem “vampiro” foi finalmente identificado

(dr) U.S. Air Force / Robert M. Trujillo

Afinal, o homem “vampiro” enterrado há 200 anos num cemitério do Connecticut, nos Estados Unidos, era apenas um pobre agricultor que morreu de tuberculose.

Num cemitério do Connecticut, nos Estados Unidos, há uma sepultura que se destaca: um homem, que morreu há 200 anos, que foi desenterrado e enterrado com a cabeça e os membros empilhados em cima da caixa torácica, sugerindo que poderá ter havido suspeitas de que fosse um vampiro.

Agora, de acordo com o Live Science, arqueólogos conseguiram finalmente revelar a identidade deste homem batizado de “JB-55”, numa referência às suas iniciais e à idade que tinha quando morreu.

Cientistas forenses compararam evidências genéticas do esqueleto com bancos de dados genealógicos online para identificar este “homem vampiro”. Ao que parece, chamava-se John Barber e era provavelmente um pobre agricultor que morreu de tuberculose, anunciou, em julho, o Museu Nacional da Saúde e Medicina de Silver Spring, no Maryland.

O estado do esqueleto sugeria que o homem tinha uma clavícula partida mal curada e um joelho com artrite. A tuberculose que o matou foi tão aguda que deixou lesões nas costelas e a doença e a morte tão aflitivas foram provavelmente as razões que levaram a família e amigos a suspeitar que era um vampiro, explica Jennifer Higginbotham, investigadora de ADN que colabora com as Forças Armadas norte-americanas.

A tuberculose é uma doença altamente contagiosa. Tal como explicam os investigadores no artigo publicado em 1994 no American Journal of Physical Anthropology, as epidemias espalhavam-se por famílias e aldeias na Nova Inglaterra e as pessoas interpretavam a aparição de vítimas moribundas – e o subsequente adoecimento das famílias – como parte de uma transformação sobrenatural e monstruosa.

Os cadáveres eram então desenterrados para procurarem por “sinais de vida”, como unhas e cabelos compridos, inchaço ou líquidos escorrendo das suas bocas. Embora agora reconheçamos estes dados como parte da decomposição normal de um cadáver, no passado, os habitantes desta região achavam que eram a prova de que um parente querido era um vampiro, explicou ainda Higginbotham.

De acordo com o mesmo estudo dos anos 90, os corações dos  chamados vampiros eram removidos e depois queimados. No entanto, o coração de Barber já tinha apodrecido no momento em que o seu corpo foi exumado.

O facto de o crânio e o resto dos ossos terem sido colocados por cima da sua caixa torácica, numa posição que lembra a famosa figura dos piratas, pode ser explicado porque essa técnica era usada para proteger os vivos de um possível vampiro esfomeado.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Novo método permite que painéis solares produzam mil vezes mais energia

Um novo método permite que os painéis solares produzam mais energia do que é habitual. A técnica passa pelo uso de cristais ferroelétricos, em vez de silício. Os investigadores da Martin Luther University Halle-Wittenberg (MLU) descobriram …

"Solo ciborgue" revela a metrópole microbiana secreta debaixo dos nossos pés

Uma equipa de investigadores criou um "solo ciborgue" para poder estudar como é que é a vida dos micoorganismos no solo debaixo dos nossos pés. Cave uma colher de chá do solo mais próximo e o …

Graças a Eunice Foote, cientistas já compreendiam as alterações climáticas em 1856

Há quase dois séculos, os cientistas já sabiam o que causava as alterações climáticas graças ao trabalho da cientista norte-americana Eunice Foote. Muito antes da atual divisão política sobre as alterações climática, e mesmo antes da …

Em Sydney, as cacatuas aprenderam a assaltar caixotes do lixo. A técnica já é popular

A técnica é simples: agarrar a tampa do caixote do lixo com o bico, abri-la, e em seguida arrastar as patas de modo a colocar a tampa para trás. Em Sidney, este é o método …

Bolsonaro já ameaçou um golpe militar. Brasileiros temem agora que esteja a planear um

Há mais de duas décadas, Jair Bolsonaro ameaçou que faria um gole militar se fosse Presidente. Agora, os brasileiros temem que ele cumpra com a sua "promessa". Numa entrevista televisiva de 1999, o então deputado Jair …

Descoberta de naufrágios da Segunda Guerra pode estimular turismo subaquático em Itália

Quem visitar o sul de Itália no futuro poderá vir a contar com uma nova atividade. A recente descoberta de quarenta naufrágios na costa da ilha de Lampedusa poderá dar origem a uma nova oportunidade …

Costa diz que recuperação económica tem de ser feita "com os olhos postos no futuro"

O primeiro-ministro salientou, este domingo, que a recuperação económica do país "tem de ser feita com os olhos postos no futuro", considerando essencial assegurar condições às novas gerações para se autonomizarem. "A recuperação económica tem de …

Centenas de vendedores de rua na Índia são milionários em segredo

O Fisco indiano descobriu que centenas de vendedores de rua são milionários em segredo. Estes comerciantes foram apanhados a fugir aos impostos. Quando pensamos em milionários, provavelmente imaginamos uma pessoa com uma grande mansão, carros desportivos …

Portugal com mais oito mortes e 2625 novos casos de covid-19

Portugal registou, este domingo, mais oito mortes e 2625 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 2625 novos …

"Cabrita transformou-se numa espécie de ministro sempre em pé", diz líder do CDS

O líder do CDS-PP disse, este sábado, que o país já não confia no ministro da Administração Interna, a quem apelidou de "ministro sempre em pé", adiantando que já se fazem apostas sobre quando será …