Mistério da colónia perdida de Roanoke finalmente resolvido

William Ludwell Sheppard / William James Linton

Expedição Ilha de Roanoke

Em 1587, a colónia de Roanoke tentou estabelecer-se na atual Carolina do Norte, mas, quando John White retornou de uma viagem à Inglaterra, o assentamento tinha sido misteriosamente abandonado.

No final do século XVI, Walter Raleigh tentou estabelecer um assentamento inglês na América do Norte. A primeira tentativa de estabelecer a colónia de Roanoke aconteceu na Ilha de Roanoke, no Condado de Dare (atual Carolina do Norte), em 1585.

Depois do fracasso da primeira tentativa, foi estabelecida uma segunda colónia dois anos depois, após Walter Raleigh ter aprovado uma carta corporativa para fundar “a Cidade de Raleigh”. Cerca de 115 pessoas concordaram em fazer parte desta colónia, composta por londrinos de classe média.

O All that’s Interesting conta que, depois de um ano difícil de fundação, o governador da colónia, John White, viajou à Inglaterra para solicitar recursos e ajuda. Quando voltou, três anos depois, descobriu que o assentamento tinha sido abandonado e que os colonos – inclusivamente a sua própria família – tinham desaparecido misteriosamente.

A palavra CROATOAN e as letras CRO foram esculpidas em árvores dentro dos limites da colónia, sendo os únicos sinais que apontavam para uma explicação. Alguns historiadores argumentam que os colonos viajaram para o interior e morreram devido ao esforço. Uma outra teoria aponta que os colonos se reassentaram na ilha de Hatteras.

No entanto, nenhuma destas especulações foi comprovada até agora.

Scott Dawson, um arqueólogo amador na ilha de Hatteras, criou a Sociedade Arqueológica Croatoan e iniciou um projeto para procurar os colonos perdidos na região. Com a ajuda do arqueólogo britânico Mark Horton e de uma equipa de especialistas, Dawson começou a escavar o local em 2009.

O projeto descobriu vários objetos do século XVI, como anéis de cobre, cabos de espada, brincos, ardósias e vidro. Os vários objetos pessoais de mulheres encontrados em Hatteras dão força à teoria de Hatteras, uma vez que a colónia de 1587 foi o único assentamento contemporâneo a ter mulheres inglesas entre os colonos.

Os arqueólogos acreditam ter localizado o “acampamento dos sobreviventes”, onde os colonos se estabeleceram antes de se juntarem aos croatanos.

A equipa quer agora realizar uma escavação arqueológica no local, mas a pandemia de covid-19 fez com que a escavação fosse adiada para 2021. Ainda assim, alguns resultados do estudo, ainda em desenvolvimento, foram publicados no livro The Lost Colony and Hatteras Island.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Peixe racista". Estátua da Pequena Sereia novamente vandalizada

A icónica estátua da "Pequena Sereia" em Copenhaga, um dos monumentos mais famosos da Dinamarca, foi novamente vandalizada, ao ter sido pintada com uma frase antirracismo, divulgou hoje a polícia dinamarquesa. “A Pequena Sereia foi vandalizada …

Itália admite segunda vaga e defende restrições a viagens

Itália abriu esta terça-feira fronteiras aos viajantes de países que não integram o espaço europeu de livre circulação Schengen, mas com restrições. O ministro da Saúde de Itália afirmou, esta quinta-feira, não poder afastar uma segunda …

Menos férias e mais dias de aulas para quem não tem exames no próximo ano letivo

O próximo ano letivo vai ter menos dias de férias e mais dias de aulas para os alunos que não tenham exames. Os alunos terão aulas presenciais e aulas à distância. O ministro da Educação, Tiago …

FC Porto revela camisola para a próxima época (e as opiniões dividem-se)

O FC Porto revelou a camisola oficial do clube para a próxima temporada. Pelas redes sociais, as opiniões dividem-se, havendo quem não esteja satisfeito com a mudança. Os adeptos portistas acordaram esta sexta-feira com a imagem …

Veto da Índia ao TikTok pode custar mais de 5 mil milhões de euros à ByteDance

O executivo indiano anunciou o bloqueio de 59 aplicações móveis chinesas, assegurando que as aplicações roubam dados dos utilizadores e partilham informações com o governo chinês. O grupo chinês de tecnologia ByteDance, que desenvolveu o TikTok, …

Covid-19. “Exemplo de Portugal mostra muito claramente como a situação é frágil”

A comissária europeia da Saúde, Stella Kyriakides, considerou que a situação pandémica é ainda "frágil", dando o exemplo da evolução da covid-19 em Portugal para sustentar que é necessário continuarmos vigilantes. “Penso que o exemplo de …

Catarina Martins diz que há neste momento um acordo entre PS e PSD

A líder do BE, Catarina Martins, considerou hoje que "o Orçamento Suplementar não é uma primeira parte do Orçamento do Estado", mas avisou que o que está a acontecer neste momento no país "é um …

Quase 40% dos restaurantes tenciona avançar para insolvência

Quase 40% das empresas de restauração e bebidas e 18% do alojamento turístico tencionam avançar para insolvência. Os números são resultado de um inquérito mensal da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) esta …

Cientistas ingleses acreditam que um número significativo da população tem imunidade natural ao coronavírus

Cientistas ingleses que estão a desenvolver uma vacina para a covid-19 acreditam que um largo número de pessoas pode ter imunidade natural contra o novo coronavírus, mesmo que nunca tenha sido infetado. Ao Telegraph, citado esta …

Bruxelas autoriza tratamentos com Remdesivir na UE

A Comissão Europeia deu esta sexta-feira “luz verde” à comercialização do antiviral Remdesivir, que se torna assim o primeiro medicamento autorizado ao nível da União Europeia para tratamento da Covid-19. A autorização do executivo comunitário, concedida …