Ministra da Justiça defende despenalização de uso de drogas leves

portugal.gov.pt

Ministra da Justiça, Paula Teixeira da Cruz

A Ministra da Justiça, Paula Teixeira da Cruz

A ministra da Justiça, Paula Teixeira da Cruz, afirmou no sábado, que concorda com a despenalização do uso de drogas leves, para que “não haja criminalidade altamente organizada e branqueamento de capitais”.

“Está demonstrado, e para mim foi muito claro com a lei seca nos Estados Unidos, que a repressão nessa matéria, a proibição, leva a que se pratiquem aqueles crimes e crimes associados”, afirmou a ministra da Justiça em entrevista à rádio TSF.

“Nesse contexto, eu entendo que há vantagens em fazer essa liberalização. Embora não goste da palavra. O que estamos a falar é de despenalizar”, acrescentou a ministra.

Para Paula Teixeira da Cruz, a despenalização do consumo de drogas leves – disponibilizando-a, por exemplo, em farmácias – representa não um ganho para o Estado, mas sobretudo para os cidadãos, porque não alimenta um negócio “profundamente rentável”.

“É para que não haja criminalidade altamente organizada e branqueamento de capitais nessa matéria”, afirmou a ministra da Justiça.

/Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Não me posso calar ao ler certos comentários de quem não sabe o que diz, eu não sou drogado nem alcoólico mas não deixo de estar de acordo com a ministra, eu por exemplo sou aficionado por natureza, sou jardineiro e não posso ter uma planta de canabis no meu horto, o eu ter uma, duas, três plantas não quer dizer que eu seja fumador, para quem não sabe o canabis não serve só para fumar, existe também em chá, está em muitos dos medicamentos que tomamos, serve para aromatizar a nossa casa, no estrangeiro usam-no como receita para pessoas com problemas de saúde e em alguns países já foi liberado tanto o consumo como o cultivo para uso particular, por isso aconselho os comentadores a pensarem melhor e se informarem antes de comentarem seja o que for e quando tomarem um medicamento leiam bem as especificações do mesmo e quais são os seus componentes, não fumam mas ingerem canabis e outras drogas de outra maneira, eu tenho 53 anos, pai de filhos e avô, sou fumador, cultivo o meu próprio tabaco e agradeço a despenalização, ainda tenho fé de poder vir a ter canabis em casa, tomar um chá e aromatizar a minha casa com este tipo de planta, sem medo ou receio de ser incomodado, o problema é que os portugueses abusam da liberdade e em vês de três cultivam às centenas, pessoas honestas e cumpridoras da lei hoje em dia à poucas e acabam no meio disto tudo por ser também penalizadas, é como a ministra diz e estou do lado dela pela primeira vez na minha vida, vá em frente ministra mas!, imponha regras severas, porque liberdade a mais não é bom.

  2. Finalmente, alguém consegue perceber que a despenalização de drogas leves pode ter benefícios para todos! Este seria mais um estimulador da economia bem como para possíveis tratamentos médicos e consequentes investigações. Quem sabe se não receberíamos pacientes estrangeiros no nosso país até porque esta área da saúde não está bem vista! Portugal só tinha a ganhar… Mas estou cético.

RESPONDER

Detido bilionário chinês que criticou Presidente Xi Jinping. Estava desaparecido há um mês

O bilionário chinês Ren Zhiqiang que criticou a forma como Presidente da China, Xi Jinping, lidou com a pandemia, está sob custódia das autoridades chinesas devido a uma investigação em que é o principal suspeito. …

Bloqueio dos coronabonds pela Holanda é "irresponsável"

Jean-Claude Juncker, antigo presidente da Comissão Europeia, considera que o bloqueio pela Holanda do uso do Mecanismo Europeu de Estabilidade é "irresponsável". O antigo presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, considerou esta quinta-feira “irresponsável” o bloqueio …

Creche recusou receber filho de enfermeira por falta de funcionários. Meteram baixa

A creche e pré-escolar "Voar mais alto", em Setúbal, recusou receber uma criança de três anos, filha de uma enfermeira, por falta de funcionários. A notícia é avançada esta quinta-feira pelo Observador que adianta que as …

Subsídio por assistência a filhos vai ser pago 100% em toda a função pública

O subsídio por assistência a filho sobe de 65% para 100% do salário aos funcionários públicos inscritos na Caixa Geral de Aposentações. O Governo aprovou, esta quinta-feira, um diploma que aumenta o subsídio por assistência …

Espanha avança com novo prolongamento do estado de emergência. Contágios em Itália voltam a subir

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, avançou que dentro de quinze dias terá de voltar ao parlamento para prolongar o estado de emergência por mais duas semanas. Depois de afirmar que Espanha não terá ainda "posto fim …

Boris Johnson saiu dos cuidados intensivos

O primeiro-ministro britânico saiu dos cuidados intensivos, avançou Downing Street. De acordo com o comunicado, Boris Johnson está "muito bem-disposto". Boris Johnson saiu esta tarde dos cuidados intensivos, segundo um comunicado de Downing Street. O primeiro-ministro …

SEF instaurou inspeção interna à morte de ucraniano, mas não detetou suspeitas de crime

Esta quarta-feira, o ministro da Administração Interna prestou esclarecimentos sobre a morte de um cidadão ucraniano à guarda do SEF, no aeroporto de Lisboa, na Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias. Eduardo Cabrita considerou …

Colocações no ensino superior adiadas para o final de setembro

Na sequência do adiamento nos calendários dos exames nacionais do ensino secundário, o acesso às licenciaturas é também atrasado. O calendário de acesso ao ensino superior vai ser atrasado em cerca de três semanas. Os resultados …

Rangel e outros 13 eurodeputados do PPE pedem expulsão de partido húngaro

O eurodeputado do PSD Paulo Rangel e outros 13 chefes de delegação do Partido Popular Europeu (PPE) pediram na terça-feira a expulsão do partido húngaro Fidesz, exigindo ao líder parlamentar daquela família política, Manfred Weber, …

Milhares pediram o cancelamento do TV Fest. Festival foi suspenso

O Ministério da Cultura criou um festival televisivo exclusivamente dedicado à música portuguesa em parceria com a RTP, mas o formato e os critérios estão a causar forte polémica no meio. Uma petição pública online …