Ministério Público diz que Costa impediu investigação às escutas no caso das Secretas

Tiago Petinga / Lusa

Pedro Nuno Santos, António Costa, Augusto Santos Silva: o núcleo duro do Governo no Parlamento

O Ministério Público anunciou o arquivamento do inquérito relacionado com o chamado ‘Processo das Secretas’, relacionado com escutas telefónicas, notando que o primeiro-ministro não permitiu avançar com a investigação.

Durante o inquérito, o Ministério Público (MP) solicitou ao primeiro-ministro o levantamento do segredo de Estado, mas António Costa não aceitou o pedido. Uma decisão que impossibilitou que a investigação continuasse, refere o Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) num comunicado.

Está em causa uma certidão extraída, em fase de julgamento, do designado ‘Processo das Secretas’, relacionada com escutas telefónicas.

Segundo o despacho de arquivamento do DCIAP, no inquérito investigou-se a eventual adopção dos Serviços de Informação da República Portuguesa de procedimentos para interceptações telefónicas de telefones fixos e móveis, registo de som ambiente, nomeadamente conversações, bem como intercepção de emails, vigilâncias áudio e realização de fotografias de terceiros fora do espaço público.

“Em causa estavam factos susceptíveis de integrarem os crimes de abuso de poder e de instrumentos de escuta telefónica, tendo a Procuradora-Geral da República deferido ao DCIAP a competência para a investigação”, refere aquele departamento.

O documento acrescenta que durante o inquérito foi efectuada a inquirição de testemunhas que “optaram por não responder às perguntas colocadas, invocando a classificação como segredo de Estado das matérias em questão”.

Para proceder à investigação, o MP solicitou ao primeiro-ministro o levantamento do segredo de Estado, mas o pedido foi indeferido.

“Face a este indeferimento, o Ministério Público viu-se impossibilitado de realizar outras diligências investigatórias, uma vez que, necessariamente, viriam a colidir com aquela classificação”, frisa o documento, acrescentando que por não ser possível continuar a investigação, foi determinado o arquivamento.

ZAP // Lusa

 

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. uma pena sr costa!!!! era muito mais democratico que autorizasse a investigaçao…..ou a geringonça nao autorizou?
    bem ,seja como for, e bom que se saiba que tambem gosta de segredos e segredinhos…estao todos bem uns para os outros.

  2. É como a comixão de inquérito à CGD.
    No poder tratam de esconder o que os pode beliscar, na oposição exigem todos os esclarecimentos!
    E o PCP e o Bloco onde andam? Modo de coma?
    Por não existir TRANSPARÊNCIA neste País é que não saímos do buraco.

RESPONDER

Descobertas pegadas fossilizadas com mais de 10 mil anos. São a trilha pré-histórica de uma mãe com um bebé ao colo

Uma equipa de investigadores internacional descobriu o trilho pré-histórico mais comprido do mundo no Novo México, nos Estados Unidos. O novo estudo conta a historia de uma mulher que carregou um bebé nos braços durante …

Pure Skies. Empresa desenha cabines dos aviões do pós-pandemia

Desde o início da pandemia, os especialistas têm testado diferentes maneiras de alcançar o distanciamento social em aviões, embora com pouco sucesso. Agora, há uma empresa que está a levar esta ideia até ao próximo …

OE2021. Bloco de Esquerda vota contra na generalidade

O Bloco de Esquerda vai votar contra a proposta do Orçamento do Estado para 2021 na generalidade, anunciou a coordenadora do partido, Catarina Martins. Em declarações aos jornalistas, a bloquista confirmou este domingo que o …

PS ganha eleições nos Açores sem garantia de maioria absoluta

O PS voltou a ganhar as eleições regionais dos Açores, obtendo entre 37% e 41%, o que não garante a maioria absoluta, segundo a projeção à boca das urnas realizada este domingo pela Universidade Católica …

Extinção da fauna em Madagáscar pode dever-se à presença humana (e a mudanças climáticas)

Grande parte da fauna de Madagáscar e das ilhas Mascarenhas foi eliminada durante o último milénio. Neste sentido, uma equipa de cientistas analisou um registo do clima nos últimos 8000 anos nas ilhas. O resultado …

PAN vai abster-se na generalidade. OE mais próximo da aprovação

O partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) vai abster-se na votação na generalidade da proposta de Orçamento do Estado para 2021 (OE2021) na próxima quarta-feira, anunciou a líder parlamentar do partido, Inês Sousa Real. Com a abstenção dos três …

O passado tóxico fica para trás. Asbestos, a cidade "amianto", mudou de nome

A cidade canadiana Asbestos (que significa amianto) ganhou um novo nome, quase 11 meses após o anúncio da votação. Wuase metade dos cerca de 6 mil residentes da cidade canadiana marcaram presença numa votação organizada num …

Menino de 12 anos encontra fóssil de dinossauro com 69 milhões de anos

Nathan Hrushkin, aspirante a paleontólogo de 12 anos, encontrou o fóssil de um dinossauro enquanto passeava com o pai em Alberta, no Canadá. Depois de enviarem uma fotografia ao Museu Royal Tyrrell, ficaram a saber …

Autarca de Cascais associa festa privada de luxo a “número muito expressivo” de casos

O presidente da Câmara Municipal de Cascais associou este sábado uma festa privada, organizada num clube de luxo na Avenida de Liberdade, a "um número muito expressivo de casos" registado no concelho. "A festa de aniversário …

João Almeida acaba em 4.º e faz história no Giro. É o melhor português de sempre na prova

O português João Almeida (Deceuninck-QuickStep) subiu este domingo ao quarto lugar final da 103.ª edição da Volta a Itália em bicicleta, no contrarrelógio da 21.ª etapa, que 'coroou' o britânico Tao Geoghegan Hart (INEOS). O português …